sexta-feira, 27 de setembro de 2013

Traumas Familiares

Texto: Malaquias 4:6

Introdução:
- A família influencia e causa um grande impacto em cada um de nós
- Sua influência pode ser boa ou ruim, para o bem ou para o mal
- Sua influência afeta nosso caráter e o que seremos no futuro
- Muitos dos hábitos, sentimentos e princípios que trazemos, os recebemos no contexto da família

1- O PROPÓSITO DE DEUS AO ESTABELECER A FAMÍLIA
Nos marcar com hábitos bons
Nos abençoar com amor, proteção, aceitação, suprimentos, etc
Nos compreender e nos aceitar
Nos fazer pessoas estáveis, seguras e bem afirmadas emocionalmente

- Deus definiu nossa família para demonstrar atenção, suprir nossas necessidades, suprir nossos
sentimentos;
- Deus planejou com que a família fosse um escola de treinamento para o êxito na vida (ou seja para
que desde pequenos fossemos valorizados e amados nas pequenas e grandes vitórias)
- Deus criou a família para que tivéssemos méritos, e através deles (estímulos) não fôssemos pessoas
amargas, rebeldes, inseguros...

Porém, o pecado afetou profundamente o propósito original de Deus. Com isto vieram os conflitos
familiares (abandono, mágoa, ressentimento, rejeição familiar, ausência dos pais, discórdias,
separações, etc) e a conseqüência disto são os traumas familiares.

2- OS TRAUMAS FAMILIARES
Os traumas familiares são a causa da existência de um grande número de famílias disfuncionais.

Família Disfuncional = família que não funciona conforme o propósito de Deus

Num mundo marcado pelo pecado, as famílias estão esfaceladas, e ao estarem esfaceladas
emocionalmente, criam filhos esfacelados. E a cada geração os sintomas vão se agravando...
A célula máter da sociedade se tornou um lugar de guerra, discórdias, dissensões, rebeldia, separações.
Tem gerado pessoas disfuncionais, com personalidades destruídas, distorcidas, machucadas,
feridas, inseguras, rebeldes, etc.
 
Na palavra de Deus nós vemos famílias que passaram por problemas e que necessitaram de auxílio
divino para serem curadas. Vejamos alguns exemplos bíblicos de homens de Deus, que em
determinado momento de vida foram instrumentos para ferirem a vida de seus próprios filhos, irmãos,
pais, esposas...

2.1 – A Família de Adão – Gn 4.1-7
  Caim e Abel eram diferentes
  Caim era lavrador e Abel era pastor de ovelhas
  Caim trouxe oferta ao Senhor do fruto da terra / Abel trouxe dos primogênitos das ovelhas.
“mas para Caim e para a sua oferta não atentou. Pelo que irou-se Caim fortemente, e descaiu-lhe o
semblante.
Então o Senhor perguntou a Caim: Por que te iraste? e por que está descaído o teu semblante?
Porventura se procederes bem, não se há de levantar o teu semblante? e se não procederes bem,
o pecado jaz à porta, e sobre ti será o seu desejo; mas sobre ele tu deves dominar.
  O Egoísmo, o ciúmes, a inveja e a ira racham a primeira família da terra.
  Caim se irou contra Deus e se desfigurou...
  Conflitos entre os irmãos ainda continuam vivos até o dia de hoje gerando morte nos
relacionamentos, morte nos laços de amizade e fraternidade, gerando traumas e feridas.
  A medida que o pecado entra na família, entra também o conflito e os traumas

2.2 - A Família de Noé – Gn 9.1 ; 20-23
  Sendo Noé lavrador, passou a plantar um vinha. Bebendo do vinho, embriagou-se e se pôs
nu dentro de sua tenda. Cão, pai de Canaã, vendo a nudez do Pai , fê-lo saber, fora, a seus dois irmãos.
  Uma família com a promessa e incumbência de frutificar e multiplicar entra em conflitos
  Um Pai que não tinha nada que se embriagar, quanto mais estar nu onde não devia
  Um filho que, a despeito do erro do pai, não devia desrespeitá-lo como autoridade.
  Desrespeito mútuo. Difamação familiar
  Insubmissão a autoridades

. CONSEQÜÊNCIAS: MALDIÇÃO EM CÃO - Multiplica-se a Rebeldia

2.3 - A Família de Abraão
  Abraão vai para o Egito e diz que Sara é sua irmã (isto gera rejeição em Sara – sua esposa)
  Sara rejeita a Agar - . Agar rejeita o filho (Ismael) , uma nação inteira é rejeitada
  Uma família de preferências e acepção de filhos:
- Abraão preferiu Isaque - Isaque preferiu Jacó - Jacó preferiu José - José preferiu Manassés
  Abraão e Ló (Tio e Sobrinho) tiveram que se separar
  Uma família marcada por mentiras, rejeição, acepção de pessoas, separação..

2.4 – A Família de Jacó
  José era o filho preferido do Pai . Claro ! Ele era o queridinho da velhice de Jacó!
  José era filho da mulher que ele amava.
  Ciúmes e revolta entre os irmãos.
  Aqui temos uma Injustiça familiar: Jacó faz uma túnica para José (representava a autoridade e
 realeza que somente os primogênitos teriam direito de recebê-la)
  Aqui temos uma confusão e intriga familiar: Por ser mais amado que seus irmãos, estes o
venderam a uma caravana que o levou ao Egito.
  Aqui temos um grande trauma familiar: Quando José foi vendido...
- Trataram-no asperamente (tiraram-lhe a túnica e o lançaram no poço)
- Deixaram-no preso num poço por 1 noite.
- Venderam José por 20 moedas
- Mentiram sobre sua túnica (manchada de sangue de animal)

  No Egito dá a volta por cima e se torna governador
  Aqui temos um grande trauma familiar:
- Cerca de 20 anos se passaram
- A posição de José no Egito não apagou suas feridas
- José nunca voltou para casa , nem os procurou (por que não? já que agora podia ir ou buscar)
- O tempo e a posição não podem apagar suas feridas. Elas precisam ser curadas
- José levava a dor no coração e as feridas de rejeição que ainda carregava contra seus irmãos

  Teve 2 filhos: Atestados do seus traumas
- Manasses: “Deus me fez esquecer”
Esquecer do quê ? Do seu passado, de seus traumas familiares.
“Eu me esqueço do que meus irmãos fizeram comigo” SERÁ ???

- Efraim: “Deus me fez próspero na terra da minha aflição”
“Aqui é o lugar que eu estou, mas não é o lugar onde gostaria de estar; eu queria é estar na terra de
meu Deus e do meu Pai”. Aflição e dores no meio da prosperidade

  Quando José se depara com seus irmãos, ele prepara uma vingança. Agora ele vai fazer o mesmo
que fizeram com Ele. Suas feridas estão vivas em sua mente.
- Tratou-os asperamente - Gen 42.7
- Os colocou na prisão por 3 dias
- Devolve as moedas. Lembrando do barulho das mesmas moedas que seus irmãos receberam na
noite em que ele foi vendido.
- Mente, devolvendo o dinheiro, diz que eles é que roubaram.

  Uma pessoa ferida que está ferindo e escondendo seus traumas familiares
- Chora escondido – Gen 42.24 – Choro de uma pessoa ferida.
- Ódio e amor se misturam em feridas familiares (Benjamim) Gen 43.29,30

O processo de Cura na Família:
  José só se deixou ser tratado quando fez-se conhecido de seus irmãos. Quando encarou a realidade
e enfrentou-a . Gen 45.1-4.
  Desde este momento ele chorou intensamente. O choro que estava engasgado há 20 anos.
  Ele chorou a dor da alma que não chorava há 20 anos.
  Depois do choro e do perdão, ele entrou num processo de cura em seus relacionamentos familiares.
Só a partir de então Ele foi um canal de Deus para preservar a vida de sua família e abençoá-la.

Conclusão: Deus ama a família e quer remover todas as mazelas que tenta destruí-la.
 

Google+ Followers

Postagens populares