sábado, 24 de agosto de 2013

Julgamento Final no Grande Trono Branco: Cristãos x Judeus x Muçulmanos x Gentios x Inocentes


PROPÓSITOS DE DEUS

           Quantos aos propósitos de Deus para a Obra da Salvação Eterna, ELE usa os pequenos e imperfeitos Homens, para que ninguém se vanglorie.

PARA REFLEXÃO
* Deus e o Homem utilizam a mesma “peneira” para separar os seus escolhidos;
* Deus USA o que passa na “peneira”;
* O Homem ESCOLHE o que fica na “peneira”;
* Quanto “menor”, mais útil para Deus;
* Quanto maior, mais importante para o Homem
 
CONCLUSÃO
OS LIVROS ENIGMÁTICOS
( Apocalipse 20: 11 a 15 )
20: 11 – E vi um grande trono branco, e o que estava assentado sobre ele, de cuja presença fugiu a terra e o céu; e não se achou lugar para eles.
20: 12 – E vi os mortos, grandes e pequenos, que estavam diante do trono, e abriram-se os livros; e abriu-se outro livro, que é o da vida; e os mortos foram julgados pelas coisas que estavam escritas nos livros, segundo as suas obras.
“…e abriram-se os livros;…” – Quais livros ?!
-Não tenho dúvidas em afirmar que se trata do Velho Testamento; Novo Testamento; Alcorão; Além de uma forma enigmática dos registros do bem e do mal de cada ser humano, individualmente.
“…e abriu-se outro livro, que é o da vida;…
- Este Livro contem os Salvos desde Adão até o final do Milênio, incluindo os que reviveram quando da 1ª Ressurreição que começou em Mateus 27: 52 e 53, passando por 1ª Coríntios 15: 52 e contextualizada em Apocalipse 20: 5 e 6.
“…e os mortos foram julgados pelas coisas que estavam escritas nos livros”…
- Para que haja julgamento é necessário Leis, Estatutos, Regras, Regulamentos, Penalidades, Etc, bem como, os fatos registrados, logo, trata-se do:
Velho Testamento para o Judeu Judaizante, e todo o convertido ao Judaísmo, que não fizeram parte da 1ª Ressurreição conforme podemos entender em Mateus 27: 52 e 53,
Velho Testamento e Novo Testamento para todo convertido ao Cristianismo que não fez parte da 1ª Ressurreição e nem tem seu nome escrito no Livro da Vida ,e, o conhecedor da Bíblia – A Palavra de Deus –
e, o Alcorão para o Muçulmano, e o convertido ao Islamismo.
          Quem não estiver ligado pelos Livros Sagrados ( Velho Testamento, Novo Testamento, Alcorão ) será julgado segunda a Justiça de Deus caracterizada pela Balança em Daniel 5: 27 “Pesado foste na balança e foste achado em falta”, contextualizado em João 5: 29 “…e os que fizeram o bem sairão para a ressurreição da vida; e os que fizeram o mal para a ressurreição da condenação ” – 2ª Morte.
“…segundo as suas obras”
- Certamente essas Obras estão relacionadas com o Bem e o Mal, conforme João 5: 29
20: 13 – E deu o mar os mortos que nele havia; e a morte e o inferno deram os mortos que neles havia; e foram julgados cada um segundo as suas obras
- Fica claro a afirmação de que serão julgados segundo as suas obras boas ou más.
20: 14 – E a morte e o inferno foram lançados no lago de fogo; esta é a segunda morte;
- A  Segunda Morte está relacionada com o desaparecimento da “natureza” espiritual, conforme ampla explicação no Artigo ” A Origem do Mau”.
20: 15 – E aquele que não foi achado escrito no livro da vida foi lançado no lago de fogo
- Não tenho dúvidas em afirmar que este versículo enigmático está relacionado, principalmente, com o Cristão que não foi “aprovado” e perdeu a Vida Eterna; Este versículo contextualiza com o de Apocalipse 3: 5 que mostra a possibilidade de se perder a Salvação após ter o nome riscado do Livro da Vida
Pense Nisso:
          A 1ª Ressurreição caracteriza-se em premiar àqueles que se destacaram na Obra de Deus  desde Adão até o Final da Grande Tribulação, conforme podemos entender pelas referência em Mateus 27: 52 e 53; 1ª Coríntios 15: 52, contextualizado em Apocalipse 20: 5 e 6;
          A 1ª Ressurreição está caracterizada em três fases e teve início em Mateus 27: 52 e 53, quando Jesus ressuscitou tendo sido ressuscitados àqueles que Deus achou dignos até aquele momento.
TRONO BRANCO – O JUÍZO FINAL
          Existem três Categorias de Pessoas que irão comparecer indubitavelmente perante o Trono Branco no Juízo Final ( Apocalipse 20: 11 a 15 ) :
- Os Judeus Judaizantes, conforme a sua Doutrina Religiosa contextualizada no Torá e os Profetas ( Joel 3: 1 a 21 ) ( Daniel 7: 9 e 10 ), bem como, todos os que se converterem ao Judaísmo;
- Os Árabes Mulçumanos, conforme a sua Doutrina Religiosa contextualizada no Alcorão ( 58ª Surata versículo 6 e 7) ( 10ª Surata versículo 61) (21ª Surata versículo 47), bem como, todos os que se converterem ao Islamismo;
- Os demais Povos, a partir de Adão e Eva – Os Gentios NÃO Cristãos, conforme as Escrituras Sagradas em João 5: 27 a 29, contextualizada em Apocalipse 20: 11 a 15;
Não comparecerão perante o Trono Branco no Juízo Final :
- Todos os Judeus, Árabes e demais Povos que se convertem a JESUS tendo escrito o seu nome no Livro da Vida do Cordeiro ( Apocalipse 20: 4 a 6 ) ( Apocalipse 22: 14 );
- Os que tiverem sido arrebatados, como Enoque ( Gênesis 5: 24 ) e Elias ( 2ª Reis 2: 11 ), por exemplos, assim como, todos os que fizerem parte do Arrebatamento da Igreja, profetizado por Jesus em Mateus 24: 37 a 44;
- Os que fizerem parte da 1ª Ressurreição segundo a Justiça de Deus desde Adão e Eva até o que diz Apocalipse 20: 4 a 6, passando por Mateus 27: 52 e 53 e 1ª Coríntios 15: 52;
- Todos enfim que tiverem o seu nome escrito no Livro da Vida do Cordeiro, NÃO comparecerão para serem julgados perante o Trono Branco – Juízo Final; ( Apocalipse 21: 27 );
- Precisa ficar entendido que a partir de Adão e Eva certamente existe aqueles que segundo a Justiça Divina, têm os seus nomes escritos no Livro da Vida do Cordeiro;
- Como exemplos podemos citar: Noé, Moisés, Abraão, Jacó, Sara, Débora, Ruth, Ester, Maria mãe de Jesus, apenas como exemplos, indiscutíveis, segundo a sua história bíblica;
- Precisa ficar entendido que os INOCENTES segundo a Onisciente Justiça de Deus, tendo as Crianças como principal segmento, não comparecerão perante o Trono Branco – Juízo Final, tomando por base as palavras de Jesus em Marcos 10: 13 a 15:
10:13 E traziam-lhe meninos para que lhes tocasse, mas os discípulos repreendiam aos que olhos traziam.
10:14 Jesus, porém, vendo isto, indignou-se, e disse-lhes: Deixai vir os meninos a mim, e não os impeçais; porque dos tais é o reino de Deus.
10:15 Em verdade vos digo que qualquer que não receber o reino de Deus como menino, de maneira nenhuma entrará nele
INOCENTES = ( Vivos ou Mortos ) Além das crianças em idade de pureza, àqueles segundo a Onisciência de Deus;
          Quando humanamente procuramos analisar as diversas situações envolvendo a vida de um ser humano desde o seu nascimento até a tenra idade, envolvendo a Região do Planeta onde vive sob condições Sociais, Econômicas, Educação, bem como, conhecimento, ou não, da Palavra de Deus, enfim, tudo que influi no seu desenvolvimento material e espiritual, tendo como objetivo a sua Salvação Eterna, chegamos à conclusão que somente o Criador Divino Onisciente, Onipotente e Onipresente está por Soberano de seu Julgamento.
 
CONCLUSÃO FINAL
          Todos os esforços humanos para promover a Paz ( duradoura ) entre Judeus e Árabes serão inúteis. Precisa ficar entendido que somente o MESSIAS promoverá a Paz entre Judeus e Árabes, por força de sua Autoridade e Profético reconhecimento ( Zacarias 14: 9 ). O Juízo Final tem por objetivo, principalmente, mostrar o porquê de cada um ter seu destino no Lago de Fogo, bem como, o porquê de ter sido aprovado para o Reino Celestial;
Aquele que NÃO for achado escrito no Livro da Vida será lançado no Lago de Fogo ( Ap 20: 15 ) – a Segunda Morte ( Ap 21: 8 ).

sexta-feira, 23 de agosto de 2013

Além da Vida!


O LUGAR DOS MORTOS - Parte 2

          Na primeira parte deste estudos, vimos que o Velho Testamento nos fala em Sheol, e Sheol profundo, e que os mortos estão no Sheol. Iniciamos nosso cometário sobre a parábola dita por Jesus, do Rico e de Lázaro, Lucas 16: 22-31,  e  podemos perceber, que quando Abraão diz ao Rico,  que existe um abismo entre eles (versículo 26) a parábola confirma, o que diz o Velho Testamento, dois Sheol.

          Jesus através da parábola, nos conta que,  Lázaro morrera, e foi levado, pelos anjos,  ao seio de Abraão (Versículo 22), e no mesmo versículo diz que o Rico, morreu e foi sepultado. Em seguida no Hades, pois é a palavra grega que está no texto, e não inferno, como está na maioria das traduções, somente a tradução NVI deste texto, está correta, e  em tormento, o Rico viu a Lázaro no seio de Abraão (versículo 23).

          Então fica claro que se os mortos vão para o Sheol, ou Hades, e ficou claro, que existe dois Sheol, então podemos concluir que existe, o Sheol (seio de Abraão) para os salvos, e o Sheol Profundo, ou o Amoq Sheol, ou Takhtiy Sheol, é para os condenados, e o que é mais importante, os que estão no Sheol Profundo, já estão em sofrimento, e os que estão no Sheol em paz.

           A questão de subir ou descer, ao Sheol, se refere a isto, descer ao Sheol profundo, ou subir ao Sheol dos Salvos, e como disse a parábola, passar de um lado para o outro é impossível, existe um abismo entre eles. Então fica claro a questão de "lugar dos mortos salvos" e "lugar dos mortos condenados", e que existe um Amoq (abismo) entre eles.  Mas vamos nos aprofundar um pouco mais nisto.

I- Um grande erro doutrinário.
 
          A maioria das pessoas, que fazem parte da Igreja de Cristo, isto é o Corpo de Cristo, sem placas de denominações, principalmente aqui no Brasil, não tem conhecimento de Hebraico ou de Grego, a na maioria dos casos, mal sabem o português, e infelizmente são levadas a erros, pelos textos mal traduzidos do Hebraico ou do Grego.

           Eles não tem obrigação de saber Hebraico ou Grego, mas o pastor,  o líder religioso,  tem por obrigação o saber, ou pelo menos ter um conhecimento. Mas infelizmente sabemos que não é isto que acontece, pessoas mal preparadas, sem conhecimento bíblicos, verdadeiros "neófitos" como diz Paulo a Timóteo, na sua primeira carta (I Timóteo 3:6) que caem em tentação de demônios, como diz Paulo, ainda neste versículo de  Timóteo, e acham que podem pastorear Igrejas, abrir Igrejas, criar denominações, e  levados pela tentação financeira, dos dízimos, não quero dizer que a doutrina bíblica do dizimo, está errada, mas muitos, recém convertidos, acham que podem ter uma vida financeira estável, pelo recebimento de dízimos, dos fieis, e criam teologias, baseadas em interpretações erradas, de textos já mal traduzidos, portanto também errados, e criam doutrinas, e levam muitos ao erro. É como um cego conduzindo a outro cego, como disse Jesus, ambos cairão na cova, e isto é inevitável, se prosseguirem na caminhada. E é por isto que temos muitas pessoas, que já passaram por igrejas, e hoje estão no mundo. De alguém o sangue destas pessoas será requerido, como diz a própria palavra de Deus, e ai! destes, o sheol profundo os espera de braços abertos.

          E o que vemos: Igrejas enormes, mas verdadeiras empresas, cujo objetivo principal, é o "lucro" através do dizimo,  e para tanto usam de encenações teatrais, de curas, de libertação, de pessoas que se tornaram bem sucedidas, verdadeiros circos, e muitas vezes transmitidas por emissoras pagas de TV,  para convencer os crédulos, que por não conhecerem verdadeiramente a Deus, e a sua palavra, caem nas suas armadilhas,  verdadeiros lobos em peles de ovelhas, e você acha que isto é novo, é moderno, eu te digo Satanás é pouco criativo, ele é repetitivo, coisas que  ele já usou, e deram certas no passado, novamente são usadas, hoje,  por ele. Os fariseus nos tempo de Jesus, já faziam as mesmas coisas, enganavam as pessoas pela religiosidade, para levarem vantagens financeiras.

          Ou então pequenas denominações, que baseadas numa teologia, criada por Satanás, de que ser Cristão, é viver num mar de rosas, tudo o que você pedir será concedido, você será "prospero" dizem eles, e para tanto é "dando que se recebe". Se você observar a vida que levaram os apóstolos, os profetas, os heróis da fé,  os primeiros cristãos, perseguidos, morando em cavernas, como vimos na postagem I deste assunto, a vida deles não foi nada fácil. Pergunta a Isaías quando você chegar la no sheol dos salvos, se foi fácil ser serrado ao meio vivo? A serra era aquela de cortar toras, antigamente, em que ficava uma pessoa de cada lado e a movia.

          E quando Jesus inicia seu ministério, e vai pregar na sinagoga de Nazaré, a sua cidade de origem, Ele deixa bem claro, que as coisa do Reino de Deus, não seguem as regras da lógica humana,(Lucas 4:23-27 e Ele lembra de dois fatos: Primeiro o da viúva de Sarepta, e diz que houve fome por três anos e meio em toda a terra, que havia muitas viúvas passando fome, e morrendo em função disto, em Israel, mas Elias foi enviado por Deus a somente uma, e esta nem era de Israel, era de Sídon, pais vizinho a Israel, e em segundo lembra que havia muitos leprosos em Israel, no tempo de Elizeu, e que muitos morreram pela doença, pois nenhum foi limpo, e o único que foi limpo foi Naamã, que também não era israelita, mas Sírio.

          O esperado o previsível, a lógica humana, diz que primeiros os de casa, então os israelitas, deveriam ter sido primeiro abençoados, mas quem foi?  Foram dois estrangeiros, gentios, para os israelita.  E então você acha que Deus tem obrigação de te abençoar? Como você tem ouvido na tua Igreja?  E que Ele vai te tornar prospero, porque a palavra diz que Ele é o dono do ouro e da prata? Porque você é Cristão? E até profetizam prosperidade sob a sua cabeça. Mas infelizmente você está sendo enganado, está sendo levado ao erro, como diz popularmente, estão te vendendo " Gato por Lebre" e não é o que o próprio Jesus diz !

          O que Jesus, realmente,  te promete é a sua salvação, a Canaã Celestial, mas para chegar lá você tem que passar pelo deserto, como o povo israelita teve que passar, para chegar a terra prometida, e sem murmuração, pois pode ficar no meio da caminhada, como 3 milhões ficaram, no êxodo, mas saiba que o que Ele te promete, é que vai estar contigo, de dia e de noite, 24 horas,  vai te acompanhar em todos os momentos da sua caminhada, e que nada, nada mesmo do que você vai precisar, para chegar lá,  vai te faltar. Pois então, sim! Ele é o Deus dos impossíveis.

          E muitos que de boa fé,  acreditaram nestas promessas de prosperidade, e não conseguiram nada, pois foi lhe dito, e é o que fazem os lideres destas Igrejas, de que ele estava em pecado, e agora, acham que tem pecado, e que Deus jamais vai abençoa-las, e hoje estão fora das Igrejas.

          Dizer que uma pessoa que não prospera porque tem pecado, que as coisas vão mal na sua vida porque tem pecado, também não é nada moderno. Satanás já usou a mesma estratégia com Jó, para fazê-lo blasfemar contra Deus, e Jó viveu a aproximadamente 4500 anos, e então você acha que o que Satanás prega nestas Igrejas, é novo?

           Meu irmão se você está nesta caminhada, arrependa-te e procure conhecer a palavra de Deus verdadeiramente, para não ser enganado. Repito Novamente o próprio Jesus disse: "Errais por não conhecer as Escrituras e o poder de Deus". Estes lobos, vestidos de pastores, querem é comer o rebanho, e não conduzi-los a pastos verdejantes, tiram até os passes de coletivos, de pessoas bem intencionadas, de viúvas, tenho visto aqui na minha cidade, muitas pessoas idosas, voltando a pé para suas casas, pois deu até o passe do coletivo para estes lobos.

          Numa outra postagem vou falar sobre dízimos, e você verificará que foi enganado a vida inteira, não é nada do que a religiosidade, a ganancia financeira, prega para te convencer a dá-lo.

          Mas voltando ao nosso assunto, muitos pastores insensatos, criam posições teológicas, em cima de textos mal traduzidos, muitos tem pregado a interrupção total da existência até a ressurreição do corpo, na segunda volta de Cristo. Considerando que a existência humana, está interligada a um corpo, ou o físico, que após a morte ficou na sepultura, ou o glorificado, que será dado quando da segunda vida de Cristo, e então neste intervalo entre um corpo e outro, a vida se interrompe, fica-se em estado de dormência.

          E quando se deparam com a parábola do Rico e de Lázaro, argumentam que é somente uma parábola, os personagens não eram reais, esquecem-se ou se fazem de esquecidos, ou até desconhecem, que Jesus falava em parábola, usando um material conhecido por todos, palpável, para transmitir o entendimento de algo subjetivo, espiritual, não palpável. Falou da ovelha perdida, todos sabiam o que era uma ovelha, falou da dracma perdida, todos sabiam o que era uma dracma, para transmitir o ensinamento do que é o Reino de Deus, vamos ver  isto daqui a pouco.

          E quando Jesus em seguida falou da parábola do Rico e de Lázaro, todos ali sabiam o que era sheol, amoq sheol ou takhtiy sheol.

         Mas como vimos na parábola do Rico e de Lázaro, ambos estavam vivíssimos, e tinham conhecimento de suas vida passada,(Verso 25) muitos também dizem que lá  nos céus, não se terá noção de parentesco, pois veja que o Rico se lembrou de seus irmãos que ficaram aqui na terra, e pediu para que Abraão, que na parábola, prefigura o próprio Deus,(verso 27), quer enviasse a Moisés, que estava la no Sheol, ou um dos profetas, talvez Isaías, ou Jeremias, ou Elias, que também estavam lá no sheol, para que fosse e pregasse a seus irmãos, no que Deus não permitiu, pois só saem do sheol, aqueles que tem permissão de Deus.

          E para que o escolhido, caso Deus permitisse,  pudesse sair do sheol, teria que ser ressuscitado, como aconteceu com Lázaro, não este fictício  mas aquele, Lazaro, real, irmão de Marta e Maria,  a quem Jesus ressuscitou após 4 dias,  e como a própria palavra diz, em uma das 613 Leis, dada por Deus a Moisés, consultar ou falar com mortos é abominação Levíticos 20:27 e 19:31.

          Então para que o escolhido, pudesse falar, teria que ser ressuscitado, pois assim, como acontecera com Lázaro, o ressuscitado por Jesus, e voltou a ser vivente, então não era abominação falar com ele, pois ele voltara a ter vida humana na carne. Então foi o que Deus disse ao Rico, eles que escutem os vivos! Pois mesmo que ressuscitasse um destes, não acreditariam.

II - Aqui!  Cai por terra a doutrina Espirita
 
          Aqui nas palavras do próprio Jesus, cai por terra a doutrina espirita, sem a permissão de Deus, ninguém sai do sheol, conforme I Samuel 2:6, " O Senhor dá a morte e a vida, faz descer ao Sheol e de lá voltar." Veremos ainda neste estudo, que alguns voltarão com a permissão de Deus, mas ressuscitados em seus corpos físicos, não reencarnados em outros corpos, ou em espírito.

          Mas a doutrina espirita diz, que os espíritos voltam encarnados em outras vidas, e para o aperfeiçoamento, e isto segundo as palavras do próprio Jesus, é impossível, o que confirma o versículo de Jó 7:9 " A nuvem se dissipa e passa: assim quem desce ao Sheol, não subirá de novo."

           O que ocorre nas sessões espíritas? Satanás é enganador, os mesmos demônios que agem no baixo espiritismo, agem nos chamados espiritismo de mesa branca, enganando quem os consulta, pois  Deuteronomio 18:11-12 diz que, isto é abominável aos olhos de Deus, e foi Ele mesmo quem o disse a Moisés, na Lei,  em Levíticos 20:27. Não vamos falar sobre isto, hoje, mas segundo Apocalipse 12:4,  1/3 dos anjos, caíram com Satanás, e estes eram da ordem de "autoridade de poder", vamos estudá-los quando falarmos em outra postagem sobre o que causou a revolta do Querubim Ungido, Azazel, pois este é o verdadeiro nome de Satanás, e está registrado em Levíticos 16:8, na tradução, Almeida Corrigida Revista e Fiel, o nome foi trocado por "emissário", mas nas outras traduções,  NVI, Imprensa Bíblica, e Católica, no versículo consta o nome de Satanás. Mas a capacidade que eles tem,  de se fazer passar, pois são dos "de poder" , de enganar, é inimaginável.

           E muitos estão enganados, pelas sessões espiritas,  pois o próprio Jesus disse, que isto era impossível, voltar do sheol sem a permissão de Deus,  e o próprio Deus disse que isto é abominável! Você acredita nas palavras de Deus e Jesus, pois eles não mentem, não enganam ninguém, ou acredita na "teoria" de Alan Cardec, e nas atuações de Satanás. Pense Nisto!

           Podemos concluir que existe o " lugar dos mortos"  o "Sheol", e ele esta subdividido em duas regiões, o Sheol dos salvos, que aguardam a primeira ressurreição, e o sheol dos condenados que aguardam a segunda ressureição. Vamos falar mais sobre isto a frente.

III - A caminhada do Rei Jesus com destino a Jerusalém.
 
          É importante entendermos esta caminhada de Jesus, com destino a Jerusalém, onde Ele sabia que seria crucificado, para podermos entender o que é o Reino de Deus, e porque os mortos estão no Sheol, ou Hades em grego, que é a mesma coisa, se refere ao mesmo lugar, e como estão neste lugar, com que corpo, se estão dormindo, como muitos acham, ou se estão vivendo em lugar normalmente, apenas aguardando a segunda volta de Cristo.

Então abra a sua Bíblia no Livro de Lucas, no capitulo 13, se você não tem Bíblia, entre no site da http://www.bibliaoline.com.br/, Lucas é o terceiro livro do Novo Testamento.

          Veja a partir do verso 10 ao 17 - Ele cura uma mulher paralítica, na sinagoga, e num dia de sábado. E é questionado pelo príncipe da sinagoga, ou o sacerdote, pois sábado era o dia santificado, em que trabalho nenhum deveria ser executado, e cita a Lei, Êxodo 31:15, não vou falar muito sobre isto hoje, mas os fariseus, que era a classe sacerdotal, criara muita religiosidade sobre a Lei, e é com isto que Jesus, os confronta, para poder realmente ensinar as escrituras, se você olhar um pouco antes do versículo 15,  no Texto de Êxodo 31, verá que Deus descrevera a construção do Tabernáculo, ou a Tenda da Congregação, onde a partir daquele momento falaria a Araão e Moisés, entre os querubins, na arca da aliança.
 
          O Judeu entende que, como logo após a descrição do Tabernáculo, e os materiais que seriam usados, e eram 13, em seguida ele fala da guarda do Sábado, e como o Tabernáculo, tinha três compartimentos, o átrio, o lugar santo, e o santo dos santos. 13 materiais, 3 compartimentos, então 39 atividades relacionadas a isto,  eram proibidas no sábado. mas a Lei dizia que a vida de um ser humano, a cura de um ser humano, era soberana, qualquer atividade relacionada a isto, era permitida, e ao contrario do que eles praticavam, pois toda a atividade agrícola, pois no Tabernáculo, um dos materiais era a pele de animais, era proibida. Então Jesus os questiona, se antes de se dirigirem a sinagoga, se não soltaram seus animais dos currais, para o pastos, se não deram águas para os animais. Se eles fizeram isto! e todos haviam, feito! pois Israel era um pais puramente agrícola, porque senão,  os animais poderiam padecer e até morrer, se a vida daqueles animais era mais importante, do que a vida daquela mulher, que na verdade a Lei dizia que podia ser curada, quem dizia ao contrario, era a religiosidade dos Fariseus, uma filha de Abraão, portanto uma judia, que estava a 18 anos naquela situação, presa por Satanás. Então concordaram com Ele.

          E começa a falar na sua caminhada para Jerusalém "O que é o Reino de Deus" ao que o compararei? (versículo 18). E usando a fé daquela mulher como material, propõe a parábola do grão de mostarda (versículos 18 a 21). E diz: O Reino de Deus é como o grão da semente da mostarda, ele é minúsculo, é a menor semente de uma árvore, existente na face da terra, porém quando germina, e torna-se uma árvore, a árvore da mostarda é enorme. Esta parábola de Jesus é muito importante, pois muito acham, pela religiosidade, que lhes foi ensinada, que os salvos, serão em menor numero, do que os perdidos, os que vão para o inferno, baseados na parábola das portas, que ele propõe, logo em seguida.
 
          Mas isto é puro engano, os salvos serão e em muito maior numero do que os perdidos, é o que ele diz nesta parábola. Caso contrario onde estaria a sua vitória?  Quando ele diz a Pedro em Mateus 16:18, que as portas do Hades não prevaleceram contra a Igreja de Deus, é isto que está dizendo, os salvos serão em muito maior numero dos que estão no Sheol profundo. A única versão correta para o português deste versículo é a NVI, o que está no texto em grego, é "Hades" e não inferno. E completa propondo a parábola do fermento colocado em três medidas de farinha, ate que tudo levedou, e a massa cresceu. Então em seguida alguém lhe faz a pergunta: "Senhor são poucos os que se salvam?" então Ele fala das portas, (versículos 23-28) compara-a a Noé, a Arca, apesar de não cita-los no texto. O que Ele diz, é que o caminho para a salvação, realmente é difícil, é estreito, é passar por dificuldades, por provações, por calunias, é realmente um deserto, mas que procurai passar por esta porta, pois muitos tentarão mas não conseguirão, ficarão pelo caminho, como os Israelita, nos tempos do Êxodo, muitos não conseguirão, pois ficarão obcecados, pela facilidade da vida, pela religiosidade pregadas nas igrejas, dizendo que ser Cristão é fácil, é um rio de bênçãos, (Verso 26) e ele dirá não vos conheço! A palavra fala exatamente ao contrario, é difícil a vida Cristã,  e então quando se derem conta, a porta já  se fechou,  e irá para o sheol profundo, e verá como o Rico viu a Lázaro, a Abraão, Isaque, Jacó, os profetas, no sheol, e estará la no Sheol profundo,  em tormentos.
 
           Então não se deixe enganar, vida Cristã é difícil mesmo! mas temos Cristo 24 horas conosco, para sermos mais que vencedores. Então o que Jesus diz: Hoje a porta está aberta, então entrem por ela, enquanto é tempo, e a maioria entrará! Fala que virão pessoas de todas as partes da terra, que uns chegarão primeiro, outros quase no fechar das portas, porém o Reino de Deus, é para todos, não somente para judeus, como eles achavam.

          Nos versículos 31-35, vemos que alguns fariseus lhes dizem: Foge que Herodes quer te matar! E ele responde hoje estou vivo e curo, mas que seria morto, mas amanha e no terceiro dia, viria a sua vitória,  fazendo uma referencia a sua morte e ressureição, e também a Neemias 2:11-12, então Ele que só será morto, quando chegar em Jerusalém, pois é Jerusalém que se mata os profetas que se levantam contra ela, é em Jerusalém que estão, os falsos religiosos, os fariseus, que quando contestados, matam o questionador, como fizeram com Zacarias (II Cronicas 24:20) e diz que Jerusalém ficaria desolada, ficaria sem proteção divina, que por muitas vezes, a quis proteger, e Jerusalém recusou, e que só voltara, como Rei que é, e então dirão: "Bendito aquele que vem em nome do Senhor", em referencia a sua segunda vinda e o arrebatamento.

          E continua a falar em parábolas, sobre o que é o Reino de Deus, fala inclusive da parábola do Rico e de Lázaro, explicando como é sheol, e continua até o capitulo 19, quando chega a Jerusalém. Chega ao seu destino final como homem, mas caminhou para Jurasalem como um Rei, pois ali estaria a sua vitória final contra Satanás, e a religiosidade dos fariseus. Veio ensinando, o seu exercito,  sobre as dificuldades, as batalhas, as exigências, para se chegar ao Reino de Deus, o seu reino. Ensinou como em  Lucas 16:15 " que o que é elevado para o homem, é abominação para Deus". Satanás julgou te-lo vencido na cruz, mas na verdade era o início da sua grande vitoria.
 
          Jerusalém,  a cidade,  cujo nome significa:  "Deus proverá a Paz! Nas mãos de Satanás, os religiosos, como o sumo sacerdote, sacerdotes, escribas, fariseus, saduceus, que nada tinham a ver com as coisas de Deus, e baseados na Lei, que nem eles cumpriam,  oprimiam o povo em nome de Deus.
 
          O Judaísmo era a expressão de opressão dos homens. E Jesus como Rei, segue agora, libertando os oprimidos, curando, cegos, coxos, conforme profetizara Isaías, no seu livro no capitulo 61:1-2. Entrou em Jerusalém como Rei, como havia profetizado, Zacarias em seu livro no Capitulo 9, versículo 9.E foi crucificado , em meu lugar, em seu lugar, pagou pelos meus pecados, pelos seus pecados, conforme Isaías 53.

Concluindo 
 
Concluindo esta parte: O Rei voltará! é o que veremos na sequência deste estudo, e o que acontecerá com o sheol.

Para onde vamos depois deste Mundo?


O LUGAR DOS MORTOS - Parte I

    
          Este estudo,  é um pouco longo,  então vou dividi-lo em 3 partes.  O que diz a Bíblia a respeito dos Mortos no Velho Testamento, o que diz no Novo Testamento, e com que corpos estão.

          Desde o inicio da humanidade, em todas as civilizações, se pergunta: Onde estão os mortos?
Alguns dizem:  os que se arrependeram de seus pecados, é como Jesus disse, ao ladrão que foi crucificado com Ele, na cruz, " hoje estarás comigo no paraíso" Lucas 23:43, então estão nos céus, no paraíso;  ou se foram maus, é como está na parábola do Rico e de Lázaro, dita por Jesus, em Lucas 16:23 " E no inferno..." então já foram para o inferno, é a conclusão óbvia. Então,  você pode afirmar categoricamente, sem sombra de duvidas,  pois você diz que,  a Bíblia afirma isto, que bons vão para os céus, portanto estão juntos com Deus e Jesus,  e os maus vão para o inferno, e estão junto com Satanás e seus anjos.

Analisando estes textos, nas nossas traduções, em português, realmente você está com a razão.

          Mas então vamos analisa-los mais profundamente, e a luz da Bíblia, mas no seus originais, O Velho Testamento, em hebraico, e o Novo Testamento em grego.

I - O livro de Hebreus

          O livro de Hebreus, é um livro interessantíssimo, veja que o seu autor é anônimo. Não foi escrito, nem por Paulo e nem por Lucas, mas foi escrito,  por um judeu, e isto sabemos pelo formato do texto, pois fala o tempo todo na primeira pessoa do plural, era amigo de Timóteo, portanto do circulo Paulino (Hebreus 13:23). Origenes, também chamado de Origenes de Alexandria, ou Origenes de Cesareia, ou Origenes o Cristão, viveu por volta do ano 185 da era Cristã, disse, sobre o escritor de Hebreus: "Os homens dos tempos antigos, afirmaram que foi Paulo o autor, mas quem escreveu esta Epistola, só Deus sabe" 

          Mas veja que foi escrito por um judeu, destinado a uma comunidade judaica cristã. O livro de Hebreus, muitas vezes, é difícil de se entender, justamente porque, era um judeu, escrevendo para uma comunidade judaica, e então.  nem sempre, ele entrava em detalhes, pois os detalhes, já eram de conhecimento de todos, não precisavam ser repetidos.

          Mas veja o capitulo 11 de Hebreus, ele começa falando da Fé, e depois começa a falar dos heróis da fé, começando por Abel, e vai falando de Enoque, o que foi arrebatado ( Genesis 5:21-24), fala de Noé, fala de Abraão, o pai da fé, fala de Sara, fala de Isaque, fala de Jacó, fala de José, fala de Moisés, fala dos próprios judeus que atravessaram o Mar vermelho, fala de Raabe, a meretriz, e esta, se você olhar a genealogia de Jesus, verá  o seu nome, Jesus era descendente de Raabe, e completa ainda falando de Gideão, de Baraque, de Sansão, de Jefte, de Davi, de Samuel, dos profetas, e começa a dizer a partir do versículo 33 pela fé venceram reinos, praticaram justiça, alcançaram promessas, fecharam bocas de leões (Daniel). Apagaram a força do fogo (Sadraque, Mesaque e Abdnego) escaparam do fio da espada (Pedro) da fraqueza tiraram forças (Paulo e Silas)  e continua versículo 36 experimentaram escarneo, acoites e até prisões (Pedro, Paulo, Silas e os primeiros cristãos) foram apedrejados (Estevão e Paulo) serrados (Isaias) tentados, mortos ao fio da espada (Tiago) andaram vestidos de peles de ovelhas e cabras (João Batista), desamparados, aflitos e maltratados (os primeiros cristão), e conclui que: dos quais o mundo não era digno. E continua a falar dos primeiros cristãos, errantes pelos desertos e montes, e pelas covas e cavernas da terra, e o escritor afirma no versículo 39 " E todos estes, tendo tido testemunho pela fé, não alcançaram a promessa, provendo Deus alguma coisa melhor a nosso respeito, para que eles sem nós,  não fossem aperfeiçoados" 

          E se todos estes, heróis da fé, os que praticaram o bem, não alcançaram a promessa, e isto quer dizer os céus, a Terra Prometida, a Canaã Celestial, pois é o que afirma o Versículo 39, onde estão? Se não estão nos céus, então estão no inferno? Se estes, heróis da fé, não conseguiram chegar nos céus, que dirá nós? Mas veja o que diz o versículo 40 " provendo Deus alguma coisa melhor a nosso respeito, para que eles sem nós, não fossem aperfeiçoados" Podemos dizer que, por este texto, eles não estão nos céus, e muito menos no inferno, apenas estão nos aguardando, e se morrermos antes da segunda volta de Cristo, também iremos para o mesmo lugar, e ficaremos aguardando os do futuro. Mas que lugar é este?

          Você vai dizer, ah! a Bíblia é contraditória, num lugar fala que vai para o paraíso, e foi Jesus quem disse, será que Ele era mentiroso ?  É! acho que os ateus estão certos, isto é tudo historia de judeu. Acho que os espíritas estão certos.

          Você esta completamente equivocado, nem a Bíblia é contraditória,  Jesus não é mentiroso, nem os ateus e espíritas estão certos.

          O próprio Jesus disse em Mateus 22:29 "Errais não conhecendo as Escrituras, e nem o poder de Deus"  

II - Nosso grande problema

          O nosso grande problema, é que as nossas traduções do hebraico para o português, o Velho Testamento, ou do grego para o português, no caso do Novo Testamento, são mal feitas, e tendenciosos.

          Vamos analisar no Velho Testamento um texto clássico, que é o momento em que Jacó, recebe de seus filhos a noticia de que José, estava morto, havia sido comido por animais. Genesis 37:35, para que você possa enxergar com seus próprios olhos, vou colocar o mesmo versículo em 4 traduções, que temos do hebraico para o português.

Na versão Almeida Corrigida Revista e Fiel:
E levantaram todos os seus filhos e todas as suas filhas, para o consolarem; recusou porém ser consolado, e disse: Porquanto com choro hei de descer ao meu filho até à sepultura. Assim o chorou seu pai.

Na versão Almeida Revisada da Impressa Bíblica
E levantaram todos os seus filhos e todas as suas filhas, para o consolarem; ele, porem, recusou ser consolado, e disse: Na verdade, com choro hei de descer com meu filho até o Seol. Assim chorou seu pai.

Na Nova Versão Internacional (NVI)
Todos os seus filhos e filhas vieram consolá-lo, mas ele recusou ser consolado, dizendo: " Não ! Chorando descerei à sepultura para junto de meu filho. " E continuou a chorar por ele.

Na versão Católica
Todos os seus filhos e filhas vieram consolá-lo, mas ele não aceitou nenhuma condolência:" É chorando, disse ele, que descerei ao meu filho na habitação dos mortos." E foi assim que o seu pai o chorou.

          Veja que na Versão Almeida Revista Corrigida e Fiel e na NVI disse que ele desceria a "sepultura", na versão da Imprensa Bíblica diz que ele desceria ao "Seol", e na Versão católica "na habitação dos mortos".

          Eu te pergunto: Será que sepultura, Seol, e habitação dos mortos, são a mesma palavra no hebraico?, complicou mais ainda,  não é?

          Eu te respondo e digo,  não! Habitação dos mortos e Seol, são a mesma palavra hebraica, porém sepultura é outra palavra.

A - a palavra sepultura no hebraico

          Existem duas palavras que são usadas no Velho Testamento, para sepultura, é QEBURAH e QEBER, e estas palavras designam exatamente o que é: O Buraco cavado para se enterrar mortos, nossos cemitérios estão cheio deles. Todos nós sabemos que uma sepultura, ou o buraco cavado para se enterrar mortos, não tem nem um sentido subjetivo, é realmente um lugar onde fica os restos mortais de uma pessoa, sabemos também que não tem nenhum sentido espiritual, pois ali não se encontra o espírito ou alma de uma pessoa. Apenas os seus restos mortais.

          A palavra QEBURAH você a encontrará no versículo de Genesis 35:20, quando Jacó, constroi uma coluna na sepultura de Raquel,   e em todas as versões falam a mesma coisa, " Sepultura" de Raquel, então realmente se refere ao que chamamos de "túmulo" de Raquel. É realmente o lugar físico onde foi colocado o corpo de Raquel.

          Em Genesis 50:5 vemos José dizendo que havia feito a promessa a seu pai Jacó, que o enterraria no túmulo que havia comprado em Canaã. E todas as versões dizem a mesma coisa, sepultura, túmulo, " que cavei" disse Jacó a José antes de morrer, e a palavra hebraica ali é QEBER. Fica aqui mais evidente a palavra, túmulo, sepultura, lugar físico onde se coloca os restos mortais de uma pessoa. A palavra hebraica que designa "Cemitério" é " BEIT-QEBEROT" que traduzido é Casa de Sepulturas.

          Em Números 19:16 Vemos uma das 613 Leis, ditadas pelo Criador, a Moisés, e todas as versões são unânimes. "Sepultura". E a Lei dizia que:  quem tocar em um morto por espada, ou morto de qualquer outra forma, os ossos de um morto, ou uma sepultura, estará imundo por 7 dias. A palavra hebraica é QEBER, sepultura, é um lugar físico, que pode ser tocado com as mãos, e por isto se tornava imundo.

B - Voltemos ao nosso texto de Genesis 37:35

          Vimos que Jacó dizia, que Chorando desceria: em duas versões: a sepultura; em outra: Lugar dos Mortos; e em outra: Seol. Vamos analisar dois pontos do texto: Primeiro Jacó se recusa a ser consolado, segundo a palavra hebraica, traduzida por sepultura, no texto, não é QEBURAT e nem QEBER, a palavra hebraica é SHEOL, como está na versão da Imprensa Bíblica, e esta palavra hebraica tem o sentido abstrato, de lugar onde estão os espíritos, ou as almas dos mortos, é como está na versão Católica, lugar dos mortos, o lugar espiritual dos mortos,  não é nem um lugar físico, que possa ser tocado, como QEBURAT ou QEBER.

          Portanto não é nenhuma sepultura ou túmulo.  Jacó não queria nenhum consolo, e foi claro na sua resposta: "No dia que eu morrer, ainda estarei chorando, e descerei até meu filho ainda chorando, até o Sheol". Jacó não queria nenhum consolo, ele queria continuar chorando, até o dia que morresse, e encontrasse com seu filho no Sheol. Expressava a dor da perda de seu filho.

          Então a tradução de Sheol por sepultura, retira completamente o sentido da palavra hebraica. Outro ponto a ser analisado: Mesmo que Jacó quisesse ir a sepultura de José, e chorar neste lugar, não poderia em hipotese alguma, visto que a informação que recebera de seus filhos, é que haviam encontrado uma túnica, a qual eles haviam manchado com sangue de cabrito, e a mostraram, e então Jacó concluiu que seu filho havia sido morto por uma fera e que certamente o seu corpo havia se despedaçado (Genesis 37:31-33). Então não havia sepultura nenhuma para que ele pudesse ir. E mesmo que quisesse procurar pelo corpo de José, seria impedido pelos seus filhos, pois não iriam permitir que Jacó descobrisse a verdade, e mesmo que fosse não encontraria corpo algum, pois seu filho estava bem vivo no Egito.

          Existem ainda mais duas palavras no hebraico, PAKHATH e BOR esta palavras significam, cova e buraco, mas também tem o sentido físico, são buracos cavados na terra. As duas aparecem em mais uma das 613 Leis, Exodo 21:33, também pode ser vista em II Samuel 18:17, e também no texto de Genesis 37, nos versículos, 20,22, 24, 28 e 29 então a cova citadas nestes versículos eram realmente buracos cavados no chão, não são covas para sepultamento ou túmulos, como conhecemos hoje.

C - A palavra hebraica SHEOL

          Esta palavra não tem sentido fisico, somente espiritual, e muitas vezes em nossos textos em português, é traduzida por "inferno" "sepultura" "cova" ou "túmulo". Mas são traduzidas equivocadamente, pois não tem sentido físico, palpável, somente espiritual, abstrato.

          Veja que no texto de Genesis 37:35, Jacó diz que descerá ao Seol, mas ela não tem nenhum sentido físico, isto não significa, que o Sheol, está nas partes inferiores da terra. A localização geográfica do Sheol, não é citada na Bíblia. portanto não podemos dizer nada a este respeito. Já ouvi até pregações a este respeito, baseados também em um trecho mal traduzido de Efesios 4:9-10 veja as versões:

Almeida corrigida revisada fiel
9-Ora, isto,  ele subiu, que é, senão também  antes tinha descido às partes  mais baixas da terra? 10- Aquele que desceu é também o mesmo que subiu acima de todos os céus, para cumprir todas as coisas.

Almeida Imprensa Bíblica
Ora, isto-ele subiu-que é, senão que também desceu às partes mais baixas da terra? 10- Aquele que desceu é  também o mesmo que subiu muito acima dos céus, para cumprir todas as coisas.
NVI
9- (Que significa "ele subiu", senão que também descera às profundezas da terra? 10-Aquele que desceu é o mesmo que subiu acima de todos os céus, a fim de encher todas as coisas.)

Versão Católica
9- Ora, que quer dizer ele subiu, senão que antes havia descido a esta terra? 10- Aquele que desceu é também é o que subiu acima de todos os céus, afim de encher todas as coisas.

           Se você entender um pouquinho de grego, e entrar no site do Novo Testamento em grego, vai verificar que, em nem um momento no versículo, é falado sobre profundeza, partes mais baixas da terra. A tradução correta é a da Versão Católica. O que leva o tradutor ao erro, é o versículo 8, ele acha que Paulo está se referindo a ida de Jesus ao Sheol, vamos falar disto mais para frente, mas na verdade Paulo está falando da sua vinda em carne, como homem, aqui na terra, e que após a sua ressureição, subiu aos céus.

          E muitos pregadores baseados nos textos mal traduzidos, interpretam que Sheol e Inferno são as mesmas coisas, e vamos ver que isto também é um erro, e acham ainda.  que este se localiza nas partes baixas da terra, ou nas profundezas da terra, fazendo analogia de que: se o interior da terra, é um semi liquido incandescente, e se o inferno é um lago de fogo, conforme Apocalipse 22, então o inferno é o interior da terra. Já até ouvi uma pregação de um pastor dizendo que, havia sido noticiado na mídia, que haviam feito uma perfuração, tão profunda na terra, que ouviam-se vozes do seu interior. Primeiro: Isto nunca foi divulgado na mídia, porque nunca existiu, ele pode ter ouvido alguém falando uma bobagem desta, e como aquilo que ouviu, coincidiu, com o que crê, então usou por base no seu sermão, mas o pior de tudo, é que usou uma mentira, como se estivesse pregando a palavra de Deus. Segundo: Sou formado em Ciências (Física, química e biologia) não existe ainda uma maneira de se perfurar, algo tão profundo, o máximo que se consegue e até cerca de 10.000 m que é o que vemos nos poços de petróleo, ou nas plataformas marítimas de extração de petróleo, então isto não existe, é lenda, é mentira. E por isto que Jesus disse, " pode porventura um cego guiar outro cego? Não cairão ambos na cova?"  (Lucas 7:39)  ou "errais por não conhecer as escrituras" (Mateus 22:29). Mas vamos entender em seguida esta questão de subir e descer.

III - O SHEOL

          A palavra sheol tem um sentido puramente espiritual, e não se refere a nenhum lugar físico. A forma correta de traduzi-la é "Lugar espiritual dos mortos".

          Encontramos no Velho Testamento ainda mais duas palavras relacionadas e Sheol, que são SHEOL TAKHTIY  e AMOQ SHEOL. A palavra AMOQ significa "profundo", "um abismo", "insondável". E a palavra TAKHTIY significa "inferior" ou "profundo". Quando são escritas junto com a palavra SHEOL significam um Sheol profundo, um Sheol Insondável.  Então veja que fica mais claro que Sheol, não se refere a nenhum lugar tipo uma sepultura, porque estas duas palavras nos falam de um Sheol como um abismo. Muitas vezes esta palavra Sheol está traduzida erradamente, para o português, no velho testamento por inferno. E da palavra TAKHTIY, que se pronuncia "Tati", veio a ideia de Tártaro, como um inferno destinado as pessoas muito ruins. Ou o fundo do Inferno, o pior lugar do Inferno. O erro está em que Sheol não é inferno, é o lugar espiritual dos mortos, então sheol é simplesmente um lugar onde estão os mortos. Mas vamos continuar e entender a diferença entre AMOQ e TAKHTIY, segunda a Bíblia.

No texto de Deuteuronomio 32:22 encontramos a palavra Sheol Takhtiy. Veja as de traduções:

Almeida Corrigida revista fiel
Porque um fogo se acendeu na minha ira, e arderá até ao mais profundo do inferno, ...

Almeida Imprensa Bíblica
Porque um fogo se acendeu na minha ira, e arde até o mais profundo do Seol...

NVI
Pois um fogo foi aceso pela minha ira. Fogo que queimará até às profundezas do Sheol.

Versão Católica
Sim, acendeu-se o fogo da minha cólera, que arde ate o mais profundo da habitação dos mortos.

No Salmos 86:13  no original hebraico, também encontramos a palavra Sheol Takhtiy, com excessão da Versão Almeida Corrigida Revista e Fiel, que traduz a palavra, erradamente por "inferno" todas as outras falam de profundezas do Sheol, ou da habitação dos mortos como está na versão católica. Então deu para se ter uma ideia, dentro da palavra de Deus, que Sheol não é inferno, e que existe uma parte mais profunda.

           Veja que o Salmista, no caso Davi, louva ao Criador, por sua alma não ter ido para as profundezas do Sheol, é claro que, se isto não tivesse acontecido, seria para lá que sua alma iria.

Encontramos a palavra hebraica AMOQ em Provérbios 9:18.  Veja as versões:

Almeida Corrigida Revisada Fiel
Mas não sabem que ali estão os mortos; os seus convidados estão nas profundezas do inferno.

Almeida da Imprensa Bíblica
Mas ele não sabe que ali estão os mortos; que os seus convidados estão nas profundezas do Seol.

NVI
Mas eles nem imaginam que ali estão os espíritos dos mortos, que os seus convidados estão nas profundezas da sepultura.

Versão Católica
Ignora ele que ali há sombras que os convidados { da senhora Loucura} jazem nas profundezas das região dos mortos. 

          Uma das passagens bíblicas, que nos dão uma visão clara a respeito do Sheol, é a parábola do Rico e Lázaro(Lucas 16:19-31) É importante dizer que o Novo Testamento, no seu original, é escrito em grego, e palavra hebraica Sheol, foi traduzida para o grego como "Hades" então Sheol em hebraico e Hades em grego, é o mesmo lugar: a região espiritual dos mortos. Então neste texto da parábola do Rico e de Lázaro, podemos ver a diferença entre Sheol, Sheol Takhtiy e Amoq Sheol.

          Veja as palavras do próprio Jesus: (verso 26)  " E além de tudo, há entre nós e vós um grande abismo, de maneira que, os que querem passar daqui para vós, não o podem, nem os de passar para cá."  um grande abismo... confere com as palavras de Takhtiy e Amoq do Velho Testamento. E se Sheol é o lugar dos mortos, e Lázaro estava no Sheol, e podia ver o Rico na parte mais baixa, no abismo, e o Rico podia vê-lo na parte mais alta, podemos entender que o Sheol está dividido em duas parte: O Sheol e o Sheol profundo. Então quando a Bíblia, fala em subir ou descer, se refere a esta situação, subir do sheol profundo para o sheol.

Concluindo

          Concluindo esta primeira parte, podemos dizer que os mortos estão no lugar espiritual dos mortos, que é segundo a Bíblia o Sheol em Hebraico ou Hades em grego, e que o Sheol se divide em duas parte, o Sheol e o Sheol profundo.

Veja os textos bíblicos no Velho Testamento  em que estão traduzida a palavra Sheol para inferno erradamente.
Salmos 9:17; 2 Samuel 22:6; Jó 26:6; Salmos 18:5; Provebios 23:14; Amós 9:22; Oseias 13:14; Jó 11:18; Salmos 16:10; Salmos 86:13; Salmos 139:8; Proverbios 5:5; Proverbios 7:27; Proverbios 9:18; Proverbios 15:11; Proverbios 27: 20; Isaias 57:9; Ezequiel 32:21; Jonas 2:2; Deuteronomio 32:22; Salmos 55:15; Salmos 116:3; Proverbios 15:24; Ezequiel 31:17; Isaias 5:14; Isaias 14:9; Isaias 14:15; Isaias 28:18; Ezequiel 31:16; Ezequiel 32: 27; Isaias 28:15; Habacuque 2:5; Ezequiel 31:15.

Por sepultura
 Genesis 37:25; Jó 7:9; Jó 21:13; Salmos 49:15; I Reis 2:6; Jó 24:19; Salmos 88:3; I Reis 2:9; Jó 17:16; Salmos 49:14; Salmos 30:3; Eclesiaste 9:10; Isaias 38:18; I Samuel 2:6; Jó 17:13; Salmos 89:48; Proverbios 1:12; Proverbios 30;16; Isaias 14:11; Isaias 38:10; Jó 14:13.

Primata x Sacerdote: Enganos da Religiosidade



ADÃO NÃO FOI O PRIMEIRO HOMEM, MAS O PRIMEIRO SUMO-SACERDOTE
     
         
 
 
 
A religiosidade vem pregando, e isto a milhares de anos, dizendo que Adão foi o primeiro homem na terra, e que isto está registrado no livro Bíblico de Gênesis.
 
         Porém se somar pelas genealogias bíblicas, as idades, dos descendentes de Adão, você verificará que,  de Adão a Abraão foram 2000 anos, e de Abraão a Jesus também foram 2000 anos, e em Mateus 1:17, vemos algo mais interessante ainda, Mateus em seu evangelho, ainda divide estes 2000 em 3 etapas de 14 gerações, dizendo de Abraão a Davi 14 gerações, de Davi ao cativeiro Babilônico, 14 gerações, e do Cativeiro até Jesus, 14 gerações,  então concluímos que  de Adão a Jesus são 4000 anos.  E se estamos no ano 2011, então temos mais 2000 anos de Jesus até nós, então de Adão até nossos dias seriam 6000 anos.  Então também poderíamos concluir que, o homem está na terra a 6000 anos.

I- A ciências tem nos provado a existência do homem a muito mais que 6000 anos. 

          Porém os achados científicos,  tem provado a existência de homens, por fosseis encontrados,  a pelo menos 11000 anos,e por mais que queiramos argumentar, como religiosos,  que este cálculo, é feito pelo Isótopo 47 do carbono 14, e que este é quimicamente instável, portanto o cálculo é impreciso, temos que admitir que a margem de erro é muito pequena.  E recentemente foi noticiado que cientistas Israelense, o  país de origem da Bíblia, encontram no seu próprio território fosseis de 7500 anos, e admitidos pelos cientistas Israelense, esta idade. Então seria impossível cientificamente falando, que Adão seria o primeiro homem.

II- Então a Bíblia é mentirosa?

          E claro que não! A primeira conclusão que você chega é que a Bíblia está incorreta! não é? Ou é claro, Deus não existe, isto é tudo historia judaica!  Pois em ambas as afirmações você está errado. Na primeira hipótese, o que existe realmente, em primeiro lugar,  é a dificuldade de tradução dos textos hebraicos, os originais Bíblicos, para o Português, e também a tendenciosidade dos tradutores, em fazer  com que a tradução, desse base aquilo que acreditavam. Todos os textos bíblicos em português, tem origem nas traduções do Padre João Ferreira de Almeida, então as interpretações que o Padre Almeida, dava aos textos traduzidos, eram tendenciosos a sua crença, e isto nos leva ler o texto em português, e sermos levados ao entendimento que o Padre Almeida tinha, e este entendimento era dele, e nem sempre o que o texto original diz.

          Se você tem uma bíblia abra-a no primeiro livro o de Gênesis, no capitulo 1, se você não tem, então procure no Google a bíblia on-line, e abra-a em Gênesis 1. Você vai verificar que em todo o capitulo 1 até o versículo 3 do capitulo 2, o nome do criador ali apresentado é "Deus", isto já é um erro de intepretação, pois no original hebraico, o nome que está lá é "ULHIM UL" a pronuncia em português é ULRIM UL, o "R" é pronunciado como o R da palavra Bauru,  e cuja tradução correta é: "SUPREMO CRIADOR ETERNO DEUS", e não somente Deus. Deus é o UL da palavra, mas a enfase é para CRIADOR ETERNO.  Até então o CRIADOR ETERNO não se apresenta com nenhum nome apenas o SUPREMO CRIADOR ETERNO, pós a partir deste versículo o UL é retirado. Isto inclusive levou a outros povos, principalmente os Sumérios, que habitaram a Mesopotania, berço da civilização, a chamarem o criador por ELOIM, EL como Deus.  Mas a partir do versículo 4 de Gênesis 2, você observa que o nome muda para "SENHOR" o que também é um erro interpretativo, ali no versículo 4 o Criador apresenta o seu nome, o seu verdadeiro Nome,  para quem conhece um pouco mais  a Bíblia, o Tetragrama,(YHVH) veja o verdadeiro Nome do Criador, na minha outra postagem, "O VERDADEIRO NOME DE DEUS",  o nome que Ele disse que deveria ser conhecido eternamente, a Moisés em Êxodo 3:15, que muitos o traduzem e acham que é "EU SOU",  pelo versículo 14, porem no original hebraico está escrito, " EU SOU YAOHUH, então o nome correto do Criador, e que deve ser conhecido eternamente é "YAOHUH" cuja a pronuncia em português é IAORRU.

          Muitos traduzem por IOVAH, JAVEH, JEOVAH, mas todas estas traduções estão incorreta, pelo uso de massoréticos, não vou explicar isto hoje, porque é um pouco complicado e extenso, fica para uma próxima postagem, mas para que você não fique sem entender, os escritos em hebraicos, não tem vogal, somente consoantes, e o que determina, a vogal que acompanha a consoante, para se saber a pronuncia correta da palavra, são uns sinais que são colocados, em cima, do lado ou embaixo das consoantes, e isto chama-se massoréticos. E no tetragrama, porque os judeus durante a ocupação grega queriam esconder a verdadeira pronuncia do Nome do Criador, para que ele não fosse blasfemado, nem eles mesmo pronunciavam o nome YAOHUH, porque a Lei dizia que quem pronunciasse o nome de YAOHUH em vão, ou com blasfêmia deveria ser apedrejado, então passaram a chama-lo por ADONAI, que é a palavra escrita "Senhor" que você encontra nos textos bíblicos, ou HA-SHEM que significa "o nome". Então mesmo quando estavam lendo a Torah, quando se chegava no nome Eterno, pronunciavam Adonai ou Ha-shem. O nome Eterno só era pronunciado, e por 7 vezes, uma vez por ano, na festa da pascoa, pelo Sumo-Sacerdote, quando recitava sobre o povo a benção de Arão, Números 6:23-26. Então, para tornar desconhecida a pronuncia do Nome Eterno,  usaram os massoréticos de ADONAI e ou HA-SHEM (" o nome") no tetragrama, e o nome do Criador passou a ser pronunciado por IOVAH, JAVEH E JEOVAH, mas estas pronuncias são incorretas, a verdadeira pronuncia do nome do Criador é YAOHUH (IAORRU). Uma das maiores provas, de que a pronuncia correta é 'YAOHUH" está no nome do atual primeiro ministro de Israel. Benyamim Nethanyaohu. Nethan significa: dado, doado, ou colocado, e yaohu é o nome do Criador, e isto ainda nos nossos dia pode ser visto,  porque os judeus até os dias de hoje colocam o nome do Criador no Nome de seus filhos,  para que fossem abençoados, conforme está Números 6:27, então Nethanyaohu, siginifica "dado por YAOHUH ". O próprio nome de Jesus YAOHUSHUA que significa YAOHUH SALVA, ou dos profetas, todos eles em seu nome original hebraico, tem o nome eterno do Criador. Jeremias " YARMIYAOHUH " que significa "Exaltado é Yaohuh" Isaías: YAOSHUAYAOHUH
que significa " Salvação de Yaohuh" até o meu nome João: YAOHUHANNAN que significa Yaohuh é gracioso", todos os nomes de profetas terminados em "ias" tem o nome do Criador. Mas observe o absurdo de transliteração de nomes, meu nome como disse é João e hebraico é Yaohuhannan " Yaohuh é gracioso, e o nome Ananias é Hannanyaohuh, que significa Gracioso é Yaohuh.

III- Outros erros de interpretações.

          Voltemos a Gênesis 1 e 2. O fato do Criador só apresentar o seu nome eterno a partir de Gênesis 2:4 tinha um objetivo, vemos que do inicio do capitulo 1 até o versículo 3 do capitulo 2, foi o tempo da criação do Universo, e tudo o que nele existe. Quando no capitulo 1 o Criador cria algo, no texto se lê " e foi a tarde, a manhã o dia..." também não significa,  que este tempo corresponde a 1 dia, como nos o conhecemos hoje, YAOHUH, não é sujeito, a tempo, Ele é eterno, que está sujeito a tempo, somos nós, pelo nascer e por do sol, veja que no Salmos 90,  você verá, no verso 1 "Oração de Moisés" e no verso 4 você verá que Moisés diz que mil anos são para Ele como um dia, e Moisés este que escreveu este Salmo, é o mesmo que escreveu Gênesis, Moisés sabia do que estava falando, e se você olhar o texto verificará que um dia para o Criador,  pode até ser muito mais que 1000 anos, veja que Moisés diz, que 1000 anos pode ser somente a noite de um dia. Então o Universo não foi criado em 7 dias humanos, mas em 7 dias do Criador, e isto pode ser milhões de anos, porque ele não vive somente no nosso sistema solar, então não está sujeito, a nossa contagem de tempo.  E isto não denigre a ONIPOTÊNCIA de Deus. Porque o tempo é relativo aquele que o vive, veja que existe uma mariposa, que vive nos Estados Unidos, que nasce ao anoitecer, e morre antes do amanhecer, então se ela pudesse dizer alguma coisa, diria que não existe dia, somente noite, que dia seria uma utopia,  e nós como vivemos um pouco mais, sabemos que existe dias e noites, e achamos que 70, 80 anos que é a média de vida de um ser humano, bastante tempo, mas para o Criador, 1000 anos ou mais, para Ele um dia, de nossa existência é questão de horas, talvez uma hora e meia. Uma evidencia bíblica, de que o universo não foi feito, em fração de segundos. está na criação dos mares, veja o Salmo 104. cujo o autor é anonimo, mas que,  pelo formato do texto também a autoria,  é de Moisés. Veja os versículos de 5 a 8 deste salmo, Ele diz que primeiro foram criados os abismos, que as águas estavam sobre os montes (em forma de gelos) e que a Sua voz, desceram os montes, e foram para o lugar que o Criador havia determinado.

          Então a criação da terra, não foi derrepente, mas dentro do tempo determinado por Deus, e isto para nós humanos pode significar milhões de anos. Outra coisa que parece discrepante é que o Criador faz a luz, versículo 3 de Gênesis 1, e somente no verso 14 cria o Sol a Lua, a luz criada no versículo 3 não é a luz visível, mas a gloria do Criador que abraça toda a criação, a explicação disto está em Apocalipse 20:23.

IV- A criação da humanidade ( os pré-históricos)

          Veja agora o versículo 26 e 27 de Gênesis 1, já era o 6 dia do Criador, ele cria a humanidade, Ele diz: " façamos o homem"  veja que ele cria macho e femeas (verso 27) homens e mulheres, e no original hebraico a palavra para designar o que está traduzido por "homem" é "adan" no singular, e não é nome próprio, sua tradução literal do hebraico, é terroso, ou barroso, ou vermelho, o que veio da terra, é a humanidade, e cria homens e mulheres. E dá algumas ordens a estes: deveriam dominar a terra, os animais, as plantas, ou seja toda a criação, tudo, deveria estar sob o seu domínio. Também diz que a alimentação dos humanos deveria ser vegetariana (verso 29) e também as dos animais. Não deveria haver derramamento de sangue, nem de homens e nem de animais, todos deveriam ser vegetarianos. Ezequiel 26:20, você vê o Criador profetizando contra Tiro, e que de civilizados, voltariam as cavernas, como os povos antigos.

          O homem deveria ter aprendido a cultivar a terra, a fazer moradias, mas isto não aconteceu,  não dominaram a terra, matavam os animais para se alimentarem, e por sua vez, os animais, por se sentirem perseguidos,  passaram,  a se matar e a matar o homem,  deveriam ter aprendido a fazer moradias, mas moravam em cavernas,  então não havia domínio sobre a terra, e nem sobre a criação. O Criador disse que se multiplicassem entre eles, homens e mulheres, mas eram homossexuais, e pior mantinham relações sexuais com os animais, o que era abominável diante do Criador. Estes são os pré-históricos que conhecemos cujos os fosseis encontramos nos dias de hoje.

V- A criação do Sumo-Sacerdote "ADÃO"

          Deus sente a necessidade de enviar alguém, para que ensinasse os primeiros homens a O conhecerem verdadeiramente, e ensiná-los como dominar a criação. A primeira providência foi,  fazer-se conhecido.
 
          Então o Criador, a partir do verso 4 de Gênesis, apresenta o seu nome eterno, então dai para frente, o Criador diz, quem é o dono do Universo, Ele, YAOHUH. Então para por ordem na casa, cria o primeiro sumo-sacerdote, (verso 7 de Gênesis 2) veja, que o Criador, toma do barro da terra, e cria o Adão o sumo-sacerdote,  aquele que deveria ensinar os primeiros humanos, de como viverem, a cultivarem a terra (verso 5 de Gênesis 2) e faz uma casa para ele, Adão,  o Jardim do Edem, e começa a ensiná-lo: primeiro, sabe que o Adão, não poderia viver sem uma companheira (verso 18), mas antes disto, passa todos os animais a sua frente (verso 19) , para que ele coloque um nome, em cada um deles,  e verifique que todos, são completamente fisicamente,  diferentes dele, que não deveria se relacionar sexualmente com nenhum deles, e o chama de ADÃO, nome próprio, e então cria a Eva, da costela dele, pois ela tinha que ser da mesma excencia de Adão, pois deveria sentir e pensar exatamente como ele, como se fosse um clone,  para que não houvesse erros, carne da sua carne, ossos dos seus ossos. O Criador então introduz na terra o primeiro Sumo-Sacerdote.

          E o direito de assumir o sumo sacerdócio após a morte do primeiro, era determinado pela genealogia, por isto você, encontra nos textos bíblicos, as genealogias, observe que somente cita o primogênito, macho de cada descendente de Adão. O que identificava quem era o sumo-sacerdote, eram duas pedras, o URIM E O TUMIM, que também a sua origem vem do Criador, pois o sumo-sacerdote deveria te-las consigo, conforme Esdras 2:63. Veja que quando se muda o sacerdócio, em Êxodo 28, deixa de ser os primogênitos, e passa a ser os descendentes da tribo de Levi, O URIM e O TUMIM, são colocados nas vestes do sumo-sacerdote ( Êxodo 38:30-35). Então Adão foi o primeiro sumo-sacerdote e não o primeiro homem.

          Quando o apostolo Paulo fala em I Corintios 15:45-47, e  ele compara Adão a Jesus, ele está falando de sumo-sacerdócio, veja o contexto do texto,  o primeiro sacerdócio, o de Adão,  foi ate Cristo, o sumo-sacerdócio humano, Jesus o segundo,  o sumo-sacerdócio eterno. E quando o autor de Hebreus,  nos fala no capitulo 1:6 que Jesus novamente introduz a primogenitura na terra, fala da primogenitura humana de Adão,  veja que pela genealogia adâmica, Jesus tinha direito ao sumo-sacerdócio, mas pela Lei Mosaica, não pois era da tribo de Judá, e não da tribo de Levi, por isto Jesus cumpre e interrompe a Lei, e agora o sumo-sacerdócio, é eterno, pois é exercido por um que venceu a morte, e nunca mais será substituído.

VI - Uma evidencia cientifica da passagem do Sumo-Sacerdote, a 6000 anos atrás.

          Se você verificar a historia da humanidade, verá que temos pré-historia, que vai até a origem da escrita, a cerca de 3500 AC, portanto no período da existência bíblica de Adão,e historia,  após a escrita. A pré historia esta dividida em 4 partes, paleolítico, mesolítico, neolítico e idade do bronze. O pré-histórico, começo a viver em casas, a viver da agricultura, criar animais, a aproximadamente 6000 anos, foi a passagem do mesolítico para o neolítico. A Bíblia nos fala que Caim, construiu uma cidade, isto naturalmente, foi alguns casebres, em palha, e colocou o nome da cidade, o de seu filho Enoque (Gênesis 4:17) e que seu descendente Tubalcaim, era mestre em obra de cobre e ferro (Gênesis 4:22) foi a passagem da humanidade do neolítico para a idade do bronze, até o inicio da escrita. E se você olhar na historia da humanidade, verificará que o desenvolvimento humano, iniciou-se na região da Mesopotania, atual Iraque, entre os rios Tigre e Eufrates, e se você também, verificar na Bíblia, a localização do Jardim do Edem era na mesma região, entre os rios Tigre e Eufrates (Gênesis 2:14).  Vocês acham que isto foi mera coincidencia? é claro que não, foi para isto que o Criador, enviou ADÃO.

          Então,  não existe divergências,  entre a Bíblia e a Ciências é mera questão de interpretação correta dos textos e evidencias.

 
 

A Criação dos Primatas e a Criação de Adão e Eva são DISTINTAS, e estão citadas em Gênesis, que deu Origem ao Sacerdócio.



ADÃO O PRIMEIRO SUMO SACERDOTE

    
I- INTRODUÇÃO
 
Para falarmos de sacerdócio, de maneira que você possa entender, vamos ter que dividi-lo, em três partes, porque são na verdade três tipos de sacerdócio segundo a Bíblia.

a) O do Adão que é este
b) O da Nação Israelita ( O Levítico)
c) E o ultimo e principal de Jesus Cristo.

Mas para entendermos, é preciso saber algumas informações bíblicas importantes:

a) Como o Judeu entende a alma e o ser humano

          O Judeu , entende que o ser humano tem um corpo físico, e uma alma (NEFESH KHAYAO), então o ser humano é uma alma vivente, a Imagem do Criador (TZELEN) e semelhança do Criador (DEMUTH), e é o que A Bíblia realmente fala, a palavra NEFESH, e em nossas traduções, quando aparece a palavra NEFESH sozinha, traduzem por Espírito, quando a palavra aparece NEFESH KHAYAO traduzem por alma, mas na verdade o ser humano é composto de um corpo físico, e um corpo espiritual (NESFESH KHAYAO), ou alma como nos compreendemos. A religiosidade, que baseada no sopro que Deus deu em Adão,  na sua criação, diz que o ser humano tem um espírito, pois lá esta escrito no hebraico, somente NEFESH, então passaram a dizer que o Ser Humano tem Corpo, Alma e Espírito, ou sopro de vida,  mas isto é mais um ensino enganoso,  que nos foi passado. O espirita vai mais longe ainda, diz que o Espírito, o sopro de vida, volta para Deus, e Deus o envia novamente a terra, para acompanhar outra Alma, por isto o ser humano, ou espírito que vem de Deus, passa por várias vidas, e com diversas almas,  mas isto é puro achomentro, puro engano.

          O judeu,  entende que.  como Deus criou todas as coisas, então tudo pertence a Deus, inclusive o corpo físico que vivemos.  Deus apenas o empresta para que possamos, viver, de maneira que a nossa Alma, possa ter uma casa terrena. O Judeu entende, que o corpo espiritual, o que para a religiosidade é chamada de alma, pois registra toda a nossa vida terrena, e que, após a morte física vai para o sheol, e na segunda volta de Cristo, vai ao paraíso;  os judeus,  a chamam de Espírito, que é a imagem e semelhança de Deus, isto é  um Espírito, pois Deus é Espírito, como Ele mesmo disse. O Judeu entende que, este espírito é dividido em três partes, como era o tabernáculo, descrito no Livro de Êxodo dos capítulos 25 ao 31:13,  e neste texto é descrito todo o tabernáculo e seus moveis e utensílios. O Tabernáculo, era dividido em três partes: O átrio, o lugar santo, e o lugar Santíssimo, onde ficava a Arca da Aliança, por onde Deus falava diretamente a Arão e a Moisés, e estes transmitiam ao povo, que ficava no átrio. Então o espírito humano, tem as mesmas três partes, a primeira a que corresponde ao ÁTRIO, e era onde ficava a maioria do povo, é comparado, com a  situação, em que seu Espírito vem a terra, tem noção de que Deus existe, sente que Deus existe, mas não passa disto, e a maioria das pessoas, são assim! O segundo lugar,  o que corresponde AO SANTO, são pessoas, que se aprofundaram um pouco mais no conhecimento de Deus, mais do que aquelas que ainda estão no seu estado original no ÁTRIO,  e então seu Espírito saiu do Átrio e foi para o lugar SANTO, são pessoas que conhecem a Cristo, aceitam-o como seu Salvador, se arrependem de seus pecados, e procuram levar uma vida digna diante de Deus, a terceira que no Espírito humano, corresponde ao lugar SANTÍSSIMO, onde está realmente a presença de Deus, são aquelas pessoas, que praticamente conseguiram a perfeição diante de Deus, e vivem com Ele, e falam com Ele, e ouvem a sua voz.

b) Com o sumo sacerdócio ocorre o mesmo

          Com o sacerdócio Bíblico é a mesma coisa: Adão o primeiro sacerdote humano por primogenitura é o que corresponde ao ÁTRIO.  A nação de Israel, reino sacerdotal, como está em Êxodo 19:6, cujo o exercício do sacerdócio, era exclusivo dos descendentes da tribo de Levi, também por primogenitura, mas a primogenitura levita, é o sacerdócio que corresponde ao Lugar SANTO, e o de JESUS CRISTO o ultimo sumo-sacerdote, o espiritual, o que introduz, novamente  o Sumo- Sacerdócio por primogenitura de Deus, o filho de Deus, conforme Hebreus 1:6. que corresponde ao lugar SANTÍSSIMO.

Então nesta postagem falaremos do sacerdócio de Adão, e nas próximas no sacerdócio Levítico, e por ultimo o sacerdócio de Jesus Cristo.

          Na postagem  do ADÃO, se você não a leu, então leia, para poder entender, eu disse que Adão não foi o primeiro ser humano da terra, pois Deus, havia criado anteriormente a humanidade (Gênesis 1:26-27) e o próprio Jesus Cristo,  disse que no princípio Deus criou macho e fêmea ( Mateus 19:4 e Marcos 10:6) veja que Jesus não disse:  " Deus criou Adão e Eva", o que seria o natural que dissesse, se Adão fosse realmente o primeiro homem, mas disse que Deus havia criado marcho e fêmea, se referindo aos primeiros homens.

          Outro detalhe e Jesus disse: " que deixem pai e mãe, e tornem uma só carne" , este era um dos ensinamentos que Adão deveria, transmitir aos primeiros homens, visto que nem Adão e nem Eva, tinham pai ou mãe, para deixarem, pois eram filhos de Deus.

          Então Adão é o primeiro sumo-sacerdote enviado por Deus a terra, cuja missão era ensinar os primeiros homens os princípios de Deus.

IIOs objetivos da criação de ADÃO
 
          O versículo de Gênesis 2:5, na nossa tradução, em português,  dá a entender que na terra não havia árvores, arbustos, ou ervas do campo, porque não havia o homem para cultivar, e não havia chovido sobre a terra.

          Porém, isto é um erro da tradução para o português,  se você olhar o texto no original hebraico, ele diz que:  não havia arbusto e erva, cuja as sementes, não germinavam, porque não havia quem as cultivasse,  e porque também Deus não havia feito chover sobre a terra, estes arbustos e ervas são, as que conhecemos hoje, ex: arbustos: pé de quiabo, pé de jiló, pé de tomate, e alguns até maiores, como a mostarda no Oriente Médio; as ervas são plantas rasteiras, alface, almeirão, chicória, e até beterrabas, batatas, couve etc... No versículo 6,  vemos em português,  que um vapor subia da terra e regava toda a face da terra. Mas no original em hebraico,  ele fala que brotava uma fonte (um manancial) e alagava (embebedava) toda a face do solo. Ou seja a água brotava da terra e molhava o solo, então o problema não era falta de chuva, ou de água, o problema era que não tinha quem o cultivasse.

a) Adão foi criado por Deus após o sétimo dia da criação.
 
          Alguns teólogos pregam que Deus, primeiro planejou a criação, e depois a criou realmente, por isto esta diferença entre os capítulos 1 e 2, mas isto tivesse sido assim, o escritor bíblico teria dito em algum versículo do capitulo 1, por exemplo: "Então Deus planejou em sua mente a criação.... etc.." Mas isto não acontece, Moisés vai realmente descrevendo a criação como ela foi. Outros acham que Satanás se revoltou entre a separação da Luz das Trevas (Gênesis 1:4) que as trevas seria a atuação de Satanás, porém veremos mais para frente, que este entendimento é errado, pois Ezequiel diz claramente que Satanás esteve no Edem, com Deus, portanto muito tempo depois do descrito no versículo 4. Então Moisés o escritor bíblico, segue a sequências dos fatos ocorridos na criação. Mas vamos voltar a questão do Versículo de Gênesis 2:5

          Em Gênesis 1:11 e 12,  vemos que, Deus fez nascer na terra, relva, ervas e árvores frutíferas,  relvas são pastos para alimentação de animais, e árvores frutíferas, são as que você conhece, laranja, figo, pêra, maçã, uva etc...e isto era no terceiro dia de Deus. E na cronometragem de tempo do Criador, e pode ser milhões de anos. Entre este fato, e o fato descrito no texto de Gênesis 2:5, existe um espaço temporal muito grande.  A criação de Adão, na sequência do texto,  é após o sétimo dia, pois no versículo de Gênesis 2:2,   vemos que toda a criação já havia sido criada.  E vemos também, nos versículos de Gênesis 1:29 e 30, que todos os animais, aves e os primeiros homens, se alimentavam dos frutos das árvores criadas, no terceiro dia. E estes, homens animais e aves,  que se alimentavam, a sua criação havia ocorrido no sexto dia de Deus. Portanto o texto a partir de Gênesis 2:5, fala de uma criação após o sétimo dia.

          Deus havia lhes dito,  que era para se alimentarem das ervas e frutas, portanto deveriam ter domínio sobre o solo, ou seja deveriam ter aprendido a cultiva-lo, mas o problema foi que os primeiros homens, não aprenderam, então Deus viu a necessidade de alguém para ensiná-los, e este era ADÃO, o filho de Deus, o primogênito humano de Deus, o sacerdote de Deus, o que deveria ensina-los; para que fosse evitado o derramamento de sangue de animais, pois era o que estava ocorrendo, pois por não terem aprendido a cultivar a terra, matavam os animais para se alimentarem, e darramamento de sangue na terra, era abominável diante de Deus.

b) Porque Adão tinha que ser criado?

          Os primeiros humanos, os criados em Gênesis 1:26-27, ou os pré-históricos, como conhecemos hoje,  eram homo e heterossexuais,  e também,  mantinham relações sexuais com animais, e as fêmeas, as mulheres, mantinham relações sexuais com qualquer um, como animais, e eram consideradas deusas sexuais, e cultuadas como a "deusa mãe", o mesmo entendimento que tinham os cananeus, que vieram milhares de anos depois,  o ato sexual era um culto a deusa da fertilidade, para que tudo em suas vidas fosse bem. Os filhos eram criados somente pela mãe o sistema era o Matriarcado. Veja uma imagem de uma deusa mãe encontrada  em Grimalde, Liguria  na Itália na caverna del príncipe , tem aproximadamente 20.000 anos

          Os primeiros humanos conviviam como animais, não tinham nenhum relacionamento afetivo, os filhos nasciam, e não se tinha,  nem como se saber quem era o pai, pois não tinha exame de DNA como hoje! A responsabilidade da criação daquelas crianças, era exclusivamente da mulher. Não havia nenhum relacionamento familiar, pois não existia família alguma, era cada um por si. Viviam em cavernas, adoravam como deus, o que eles viam e não conseguiam entender, tais como sol, lua, estrelas, rios, grandes animais, vulcões, e tinham muitos vulcões,   pois era o período de estabilização da terra.

Então esta era a missão do sacerdote Adão ensinar:

1- a existência de um Deus, único,  soberano criador de todas as coisas
2- a cultivar a terra e se alimentar dela, pois para Deus derramamento de sangue, mesmo que de animais era abominável.
3- que Deus havia criado cada espécie de animais, inclusive o homem, e que relacionamento sexual, com animais é abominável diante de Deus
4- que dentro da raça humana, havia machos e fêmeas, que a pratica do homosexualimo é abominável diante de Deus.
5- que o relacionamento entre macho e fêmea, teria que haver um envolvimento afetivo, tornando-se um só, como família, para que pudessem educar os filhos, dentro do conhecimento de Deus.
6- que deveriam aprender a fazer ferramentas para agricultura, e conhecer o tempo, suas estações, as luas, tudo o que hoje sabemos, que governa a terra, a agricultura, tempo de plantar, com suas chuvas de verão, tempo de floragem, na primavera, tempo de colher, com os frutos no outono, e tempo de descanso, tanto para o ser humano como para a planta, no inverno. Os mares com suas marés, épocas propicias para a pesca, época de piracema, em que a atividade deve parar, para descanso e procriação das espécies. etc...
7- a viverem em sociedade, para tanto deveriam aprender a construir casas, formar vilarejo, e cidades.
8 - a ter domínio sobre os animais, a se alimentarem do leite por eles produzidos.

Em resumo, tira-los da ignorância, da selvageria, e passa-los para a civilidade, era o desenvolvimento do ser humano, como raça, para terem realmente domínio sobre a criação.

III - A criação de Adão
 
          No versículo de Gênesis 2:6 vimos que a terra, era molhada pelos mananciais que brotavam do seu interior, em Gênesis 2:7 vemos que Deus forma a Adão, Adam no original hebraico, que significa Barroso, ou terroso, ou vermelho pois veio da terra.  A maioria das traduções em português deste versículo diz que formou o homem do pó da terra, mas não havia pó, havia barro, por isto a origem do nome, e no texto original vemos a seguinte expressão hebraica " Aphar min-ha-adamah" que traduzido é " barro da terra" , "adamah" significa terra.

          Então vemos que Adão é formado de três matérias, terra e agua, para se formar o barro, e o ar.  Se você, for verificar nos estudos científicos da composição do corpo humano, verificará que a sua composição é: 75% água, e os outros 25% composto por elementos que são encontrados no solo da terra, tais como: carbono, fosforo, cálcio, enxofre, cloro, magnésio, potássio e sódio; Oxigênio e hidrogênio encontrados na água, e no ar, e também no ar encontramos o nitrogênio. Uma publicação de dois cientistas franceses " Lês oligoéléments " em português "Os Oligo elementos" eles dizem, que , todos os organismos vivos apresentam estes elementos, além de mais seis elementos não metálicos: flúor, bromo,  iodo, boro, arsênico, e silício; um elemento de transição: vanádio; e treze metais: ferro, zinco, manganês, cobre, níquel, cobalto, lítio, rubídio, césio, alumínio, titânio, cromo, molibdénio. Então cientificamente,  Adão é formado principalmente do barro da terra, como diz a Bíblia.

a) Nós não somos descendentes de macacos, isto é uma farsa científica
 
          Nós não somos descendentes de macacos, esta ideia,  apareceu da proximidade da aparência física entre humanos e macacos, e esta ideia,  foi defendida por Lineu, em seu Livro Systema Naturae.

a1) A teoria da evolução da espécie de Charles Darwin
 
          Nem o Charles Darwin disse que, o homem é descendente do macaco,  na sua teoria sobre a evolução da espécie. Darwin disse que ele supunha, pois é uma teoria, nada provado, que houve a milhões de anos atraz, um animal que por mutação genética, gerou homens e macaco. Mas,  veja que,  até Darwin, tinha duvidas sobre a sua teoria, a ponto de ficar inseguro quanto a sua publicação, só o  fez, depois de incentivado pelos seus amigos, Thomas Huxley e Richard Owen. No capitulo 4 do seu livro, ele mesmo coloca a sua teoria em dúvida, e diz: "que Deus me perdoe, pois nem mesmo eu acredito no que estou dizendo". No entanto os materialistas procuram ensinar a teoria como se fosse provada, e é o que vemos em nossas escolas seculares, mas é o ensino sem base científica.

a2) a Teoria de Lineu é errada e ultrapassada.

          Pela aparência física, temos muitos exemplos na natureza: o bardoto ( o burro) e a  mula, o Jumento e a Jumenta,  e o cavalo e a égua, são parecidos,  mas não são da mesma espécie, tem os seus genes incompatíveis. Deus, quando ditou as 613 Leis para Moisés, proibiu em Levíticos 19:19 a mistura por espécie, e foi mais longe, o cruzamento entre a mula e o cavalo, produz um animal híbrido, não se reproduz, é estéril. E todo cruzamento de animais ou sementes de espécie diferentes, mesmo que parecida é híbrida, infértil,  é estéril. Veja alguns exemplos:
 Bardoto (O Burro): cruzamento de um macho da raça Equus caballus, (o cavalo) com uma femea Equus asinus (a jumenta) ele é estéril porque o cavalo tem 64 cromossomas na sua célula, e a jumenta 62 cromossomas, e o Bardoto, resultante do cruzamento tem 63 cromossomas, e por isto é estéril, híbrido, não produz descendencia. O inverso uma égua (Equus caballus) com um jumento ( Equus asinus) resulta na mula, que também é estéril pelos mesmos motivos. O mesmo acontece com o cruzamento do porco com o javali, o java porco é estéril. O zibroide, cruzamento entre a zebra, e qualquer um da classe equus, é hibrido estéril.
 
          A Bíblia já falava isto a 4000 anos atraz, e nós só fomos saber a 100 anos atraz. Quem é mais atualizada?

          A evolução humana a partir do macaco, e posterior cruzamento entre humanos e Neanderthal, que na verdade era um macaco, ou outras espécies de macacos para originar o homem sapiens, é pura ficção cientifica. O Homem foi criado, como as outras espécies, Neanderthal, chimpanzés etc... o foram, e são como foram criados, exceto,  hábitos que adquiriram, na adaptação da forma de viver. Nós morávamos em cavernas, hoje moramos em casas, cidades etc... O mesmo aconteceu com os animais.

          Então,  animais de aparência iguais temos muitos, o frango preto e o Urubu, são parecidos mas não são iguais, se você acha que são,  então tente comer um urubu, eu não te aconselho, você não vai conseguir; em compensação um frango, meu amigo,  seja ele, preto, branco, amarelo, dá para fazer um monte de receitas deliciosas. Se você gosta de animais, leve um leão para dentro da sua casa, pois se parece com o cachorro, garanto que se ele não te comer, você não vai aguentar o cheiro; eita bicho fedido! Ou leve uma onça para casa, afinal é parecida com o gato, mas durma de olho aberto pois ela vai te comer, na primeira distração sua, e vai palitar os dentes com teus ossos.

a3) A arqueologia materialista, tem procurado provar que o homem é evolução do Chimpanzé.

          A arqueologia,  procura fosseis que possam provar a teoria de Darwin, mas tudo o que foi encontrado, foram apenas alguns fragmentos de ossos, que nada provam. Os biólogos,  procuram a explicação na genética, porém se sabemos,  como disse a comprovação recente dos Oligo elementos, pois isto não é teoria, é comprovado, que todos os seres vivos apresentam com pequenas variações os mesmos elementos químicos, encontrados na terra, chegar-se a aproximação genética, isto é mais que evidente que ocorra.

           Dizem, que somos 96% parecidos geneticamente com os macacos, mas estes 4% fazem uma diferença enorme em genética, como vimos no caso dos híbridos, de mula, etc... E a evidencias mais claras, é que temos 23 pares de cromossomas nas nossas células, formando 46 cromossomas. O gorila,  o chimpanzé e o orangotango, tem 24 pares,  portanto 48 cromossomas, dois a mais,  e o gibão,  tem 22 pares, portanto 44 cromossomas, então é mais fácil o macaco ter vindo do homem,  do que o homem do macaco, ou por mutação genética para cima, pois o homem é o intermediário, ou para baixo no caso do gibão, e o resultado disto seria um animal hibrido, estéril, sem descendencia.

          Outro detalhe, a pessoa que tem Síndrome de Dawn, na primeira divisão celular, é a trissomia cromossomica 21, quando o óvulo é fecundado pelo esperma, a primeira célula, recebe, 23 cromossomas, do homem e 23 da mulher, por alguma razão que ainda não se sabe,  o cromossoma 21 no individuo com síndrome de Dawn, tem uma terceira copia, e quando se duplicata, para formar a segunda célula, o individuo passa a ter 47 cromossomas nas suas células, e a consequencia é que as pessoas tem retardo mental de leve (QI 50-70) a moderado (QI 35-50), olhos amendoados, prega palmar transversal única, dedos curtinhos, fissura palpebrais obliquas, ponte nasal achatada, língua protusa, pescoço curto, pontos brancos na íris, flexibilidade excessivas nas articulações, defeitos cardíacos congênitos, espaço excessivo entre o hálux e o segundo dedo do pé.  Então, se um cromossoma a mais, faz tudo isto,  4% de diferença em genética, poderia transformar a pessoa num monstro. E esta afirmação,  de que somos parecidos 96% com os macacos, já caiu por terra, um estudo feito pelo "The Chimp Sequencing and Analysis Consortium" que reuniu cientistas dos Estados Unidos, Alemanha, Israel, Itália, Japão e foi publicado pelo jornal cientifico britânico "Nature", os cientistas disseram. que decodificaram o código genético do chimpanzé, e que constataram que,  o chimpanzé tem 3 bilhões de pares de genes, e que destes 3 bilhões, 35 milhões são diferentes dos encontrados no DNA de seres humanos, portanto existe uma enorme diferença entre os códigos genéticos.

          Cientistas Americanos e Alemães, conseguiram um pequeno material genético do "Homem de Neanderthal" considerado pelos evolucionista, o intermediário entre os macacos e os seres humanos, e compararam os códigos genéticos, e descobriram que os DNA são completamente diferente, não existe a menor possibilidade do Homem de Neanderthal ter algum parentesco genético com os humanos, apesar da sua aparência. No entanto esta semana estava publicado no ig, que acharam traços genéticos, do Denisovas, um tipo de Neanderthal, em chineses, do sul da china, a prova disto um dedo menor, e um dente molar maior, e fizeram a analise do DNA e concluíram que eram Denisovas, os humanos com síndrome de Dawn, também não tem estas caracteristicas? Daqui a 40 mil anos, quando descobrirem o fóssil de um humano com síndrome de Dawn, vão dizer que ele era Denisovas, parecido com o humano, mas na realidade é um humano, com diferença genética.

          Geneticamente somos mais parecidos com os ratos de laboratório, aqueles branquinho, pois é por isto, que toda pesquisa de remédios, em laboratórios,  primeiros são feitos testes com eles, chega-se a 99% de coincidencia genética,  mas nunca vi nenhuma teoria dizendo que o homem descendeu do rato branco, ou vice versa. Se você quer saber também somos muito parecido com as galinhas, chega a 98% a coincidencia genética,  mas até agora não vi nenhuma teoria dizendo que o homem descendeu da galinha, e mais nunca vi nenhuma mulher botar ou chocar ovos, você já viu? Vi uma reportagem no Ig de que os ratos brancos, e o ser humano, e as galinhas da Guiné, tem as mesmas fibras nervosas no nascimento que os levam a andar. Então, parecidos?  seremos sempre, com qualquer animal em alguma coisa. Deus criou o homem, e isto é a realidade, o resto é ficção cientifica.

          Os materialistas querem desacreditar a bíblia, porém quanto mais estudamos,  chegamos a conclusão que os escritos bíblicos falam a verdade. Veja você, a química só foi descobrir a teoria atômica, no século XVIII DC, porém o autor do livro de Hebreus, que só sabemos dele, que era um judeu, pois nem seu nome sabemos, já disse que " pela fé entendemos que os mundos pela palavra de Deus foram criados; de maneira que aquilo que se vê não foi feito do que é aparente"  Hebreus 11:3  e isto ele escreveu no primeiro século, e nós levamos mais 17 séculos, aproximadamente 1800 anos, para descobrir a teoria atômica,  com o modelo atômico de Dalton (1808), que as coisas que vemos não são feito pelo que é aparente, ou seja os seus átomos. Então quem é mais atualizado em conhecimento, a bíblia ou a ciência materialista? Acho que você mesmo já respondeu para si mesmo.

a4) Evidencias Históricas

          Um mito mesopotanio, Sumério,  diz que o homem veio da terra, como as plantas. E a mesopotânia se você não sabe, é exatamente o local descrito na bíblia, da vinda de Adão, exatamente a localização do Jardim do Edem,  entre os rios Tigre e Eufrates, e este povo viveu a aproximadamente 6000 anos, será que eles não sabiam do que falavam?

          No tempo de Moisés, o Egito era a cultura mais desenvolvida da terra, e ele aprendeu toda a ciência dos egípcios conforme  Atos7,  e naquela época, os egípcios também tinham uma explicação para a origem do homem, e Moisés aprendeu isto, com os sábios no palácio, e esta teoria, está registrada nos livros, das melhores bibliotecas do Cairo, estes ensinos, eram da época de Ramessés II, o faraó egípcio do tempo de Moisés. A teoria dizia que,  o homem tinha sua origem,  de umas lagartas que apareciam no rio Nilo, após a vasão das cheias. Você pode até rir e achar um absurdo, mas mais absurdo ainda, do que esta teoria, é a que vemos ensinadas nas nossas atuais Universidades, que o homem é a evolução de um protozoário. Não é o mesmo absurdo?  Qual a diferença de se ter origem de uma lagarta ou de um protozoário, que é uma forma de vida mais simples ainda? Uma lagarta gerar um ser humano complexo como ele é, é impossível, vir de um protozoário, muito mais impossível ainda.

          E o livro de Gênesis, que fala do Adão, foi justamente escrito por Moisés, e em nenhum lugar está escrito que homem tem sua origem na lagarta do Nilo, apesar dele ter aprendido isto na escola. Ele diz que Adão foi feito por Deus, e do barro da terra. Em Ciências e Teologia ocorre o mesmo, em Teologia também, muitas pessoas sem conhecimento adequado, muitas vezes, mal sabem o português, querem, pelo seu achometro, criar postulados teológicos, e criam e pregam as coisas mais absurdas, e dizem que "está escrito na Bíblia" e só se for na deles ! Porque na minha não! E o pior muitos são enganados, pois conhecem menos ainda. Assim também é a ciências também muitas pessoas despreparadas, pois se baseiam em sua crença de que Deus não existe,  criam postulados científicos em cima de teoria de achometros, e saem ensinando teorias, sem comprovação nenhuma, e muitos também que não sabem nada, também são enganados, e pior, vemos isto ensinado em nossos Universidade, enganado a tantas pessoas.

b) Porque do barro da terra?
 
          Porque do barro da terra? Deus poderia ter feito Adão, como fizera os primeiros humanos, simplesmente te-lo criado pela sua palavra. Porém Deus quando terminou a criação, Ele a viu do principio ao fim, e antes mesmo da criação de Adão, Deus já sabia tudo o que iria acontecer, inclusive que Adão falharia, e que seu filho, Jesus Cristo, teria que vir a terra. Adão prefigura a Cristo na sua formação, Adão, filho de Deus, primogênito humano de Deus, Jesus, filho de Deus,  primogênito humano e espiritual de Deus.

           Adão como humano, da terra, teria que interagir com a natureza o mundo material, então o fato do corpo humano ser feito de 3 dos 4 principais elementos da terra, que são terra, água, ar e fogo, faz nos concluir que homem, natureza e mundo material são da mesma excência. E a maior prova disto, é que quando o homem morre, volta a terra que o deu, como está em Gênesis 3:19.

          Jesus Cristo como primogênito espiritual de Deus, também foi retirado do próprio Deus, (João 8:42)  e como humano, nasceu de uma mulher, como Adão foi retirado da terra, Jesus não tem principio de dias, assim como Deus, Jesus é parte do próprio Deus, e por isto Ele dizia " Eu e o Pai somos um" João 10:30, e dizia que voltava para o Pai, a sua origem, a sua excencia, João 17:11. Então , Adão, veio da terra, por que era humano, Jesus veio de Deus, porque era espírito em forma humana.

IV - Mas para que Adão pudesse ensinar, primeiro ele precisava aprender.
 
          Para que ele aprendesse a viver em sociedade, Deus cria um lugar para ele morar, o jardim do Edem (Gênesis 2:8) e encheu o Jardim de árvores, (v.9), Deus colocou algumas restrições que deveriam ser obedecidas, como você coloca para sua esposa e filhos para que a convivência familiar seja boa (v9) e o Edem era lugar entre rios, para ter a terra bem agricultável, (v10-14) e Deusm ensinou-o a cultivar a terra (v 15) e a ter responsabilidade sobre o Edem, guardá-lo, como você cuida hoje da sua casa (v15). E Deus disse que não era bom que ele ficasse só, (v18); Deus,  passou a frente dele todos os animais, e pediu para ele olhasse um por um, colocasse nome, e isto deve ter sido uma tarefa extremamente difícil, pois qualquer cientista, sabe que isto é muito difícil, e nos dias de hoje, imagine a 6000 anos atraz; e os animais vinham aos pares, macho e fêmea, como na arca, e para que  olhasse bem para ver que todos eles, eram diferentes dele, portanto não deveria ter relações sexuais com nenhum dele (v19). Por isto Deus, havia dito anteriormente, " não é bom que o homem fique só". Deus então faz a mulher (v 21-22).
 
a) A criação da mulher
 
          Porque da costela de Adão? Assim como Adão prefigura a Cristo, e a mulher prefigura a Igreja de Cristo, o casamento entre Jesus e a Igreja. Então a mulher como da terra, e viveria na terra, e também teria que interagir na terra, teria que ser a ajudadora idônea do Sumo-Sacerdote de Deus, então teria que ser da mesma excência de Adão, assim como Adão era da terra, e Jesus era de Deus.  A criação da mulher também serviria para que Adão pudesse ver, quem era a sua companheira, quem era o seu par,  que ela era diferente dele, por isto o relacionamento sexual teria que ser com ela, e não com iguais a ele, e o mesmo aconteceria a mulher, não haveria relacionamento homosexual. Também serviria para ensinar, que ela e ele eram completamente diferentes das fêmeas e machos de animais, portanto o relacionamento sexual, era somente entre eles. Eram da mesma excência, portanto eram um, como o casamento entre um homem e uma mulher deve ser, dois em um: pensarem da mesma forma, agirem da mesma forma, terem os mesmos objetivos, e fundamentalmente o respeito entre eles ( V 23). Também fora tirada de Adão, para que ele soubesse que ela não era nenhuma deusa, era apenas uma mulher.

          Adão e a mulher,  não tinham pais e nem mães,  eram filhos de Deus, seus pais? Deus! Adão primogênito humano de Deus! Portanto deveriam ensinar, aos outros humanos, e a seus filhos, que quando se casa, se deixa pai e mãe, e passa-se a viver uma vida própria, sem interferências, sujeitos a acerto e erros, muito mais acertos, porém aprendendo, como tudo na vida, com os erros.(V24)

V- A queda do sumo sacerdote Adão
 
          Quando Deus viu a criação, e viu que o primogênito humano Adão iria falhar, e que o primogênito humano e espiritual, Jesus Cristo teria que vir a terra, Satanás que também estava com Deus  e Jesus Cristo, pois Ele, Jesus,  é parte fundamental na criação, conforme João 1:1-3, e testemunhou esta visão,  João 8:38;  como Deus também, no futuro mostraria a criação a Abraão, e na visão,  e viu a Jesus (João 8:57) e Jesus o viu (João 8: 58);  e neste momento no Edem,  Satanás também viu a criação,  e esteve com Deus também na criação do Edem (Ezequiel 28:13)  viu a gloria que Jesus receberia nos céus, conforme Apocalipse 7:9-10, Depois destas coisas olhei, e ei aqui uma multidão na qual ninguém podia contar, de todas as nações, e tribo, e povos, e línguas, que estavam diante do trono, e perante ao Cordeiro, trajando vestes brancas e com palmas nas suas mãos; E clamavam com grande voz dizendo: Salvação ao nosso Deus, que está assentado no trono, e ao Cordeiro, então sentiu ciumes de Jesus, e quis vir no lugar de Jesus Cristo, para receber toda a adoração que prestamos a Jesus, e que se prestará  por toda a eternidade, e isto foi no final do sexto dia da criação.

          Mas vir no lugar de Jesus Cristo,  não foi permitido por Deus, pois era um principio estabelecido nos céus, o sumo sacerdócio é direito de primogênito, e Satanás era apenas uma criatura de Deus, um Querubim. Então, Satanás,  se revoltou contra Deus, e Deus também quando viu ali com Satanás a criação, também viu o futuro de Satanás,  na criação,  viu que a revolta de Satanás iria acontecer. Mas assim mesmo disse: Que era muito bom! Gênesis 1:31.

          Mas se Deus sabia de tudo o que aconteceria, porque não destruiu Satanás? Afinal era apenas uma criatura sua, um querubim! 
 
Primeiro: Satanás também vai aprender com a Igreja. E Deus não quer destruí-lo.  Deus vai castigá-lo, juntamente com os 1/3 de anjos dos Dominações (de autoridade e poder) que caíram com e ele e mais os humanos, que viverem pelos seus princípios, e isto só vai acontecer, mil anos, após a segunda volta de Cristo (Apocalipse 22) vai para o inferno.
 
Segundo: se Deus quisesse destruí-lo o faria com apenas um sopro (II Tesssalonicenses 2:8), Satanás não tem forças para lutar contra Deus ou Jesus.
 
Terceiro: Deus queria usar, a falha do primeiro sumo-sacerdote,  e ensinar que é possível viver os seus princípios, aqui na terra, e a Igreja de Cristo é a principal peça, desta sala de aula, a Igreja vai ensinar inclusive a hierarquia celestial, os anjos, que é possível viver os princípios de Deus, veja Efesios3:9-10" E demonstrar a todos qual seja a dispensação do mistério, que desde os séculos esteve oculto em Deus, que tudo criou por intermédio de Jesus Cristo; Para que agora, a Igreja, a multiforme sabedoria de Deus seja conhecida dos principados e potestade nos céus"

a) O motivo da queda de Adão, o ensino dos princípios espirituais de Luz

          A Igreja, as várias formas da sabedoria de Deus,  vai revelar os mistérios que estavam somente com Deus, para que principados, que é uma das hierarquia angelical dos que servem no trono, que são: Serafins, Querubins e  Tronos ou Ofanins; e potestades que são: Dominações e Virtudes, e ensina-los. A Igreja, composta pelos terrenos, os barrosos, falhos como Adão, vai ensinar os princípios de Deus, aos que servem no trono de Deus (principados) e os que agem no Universo (dominações e virtudes), e foi isto que Deus também viu no final do sexto dia da criação, e disse: É muito bom!   Então Satanás, no plano de Deus, de aprendizado, é peça fundamental! É ele que vai levar você ao erro, para que você saiba o que é certo.

          Então nos céus foram estabelecidos alguns princípios, e isto no dia primeiro da criação. Deus estabeleceu três princípios, e estes princípios, são verdadeiro para Ele, o próprio Deus, como para Jesus o seu filho, como para o Espírito Santo, para toda hierarquia celestial, e também para toda a criação, e devem ser demonstrados por todos, pois eles regem o Universo. Quando Deus disse em Gênesis 1:3 "Haja Luz" esta Luz, não é a Luz visível, é a sua glória (Apocalipse 22:5). A sua glória, são os seus princípios que todos devem aprender (Habacuque 2:14), e como profetizou Isaías,  Jesus exibia todos estes principio (Isaías 40:5) e que todos os conheceriam, através de Jesus, então estes princípios são os de Luz, que são: humildade, submissão e dependência.

          Mas para você conhecer estes princípios e exibi-los na sua vida, como espera Deus, você tem conhecer o seu oposto, o principio de Trevas, os princípios estabelecidos por Satanás, para contrapor os princípios de Deus, o seja: A soberba, a rebeldia, e a independência. Mas para que você possa escolher a qual dos princípios quer estabelecer na sua vida, você não pode ser uma máquina, pré programada, você deve ter o direito de escolha, é o que chamamos de Livre Arbítrio, ou seja livre escolha.

          Se Deus o transformasse em uma máquina, estaria te subjulgando, e contrariando o primeiro principio, que Ele também estabeleceu para Ele mesmo "a Humildade"  e pela humildade não se subjulga, não se escravisa ninguém, pelas sua ideias, ou pela sua visão, porque quem subjulga é o Soberbo, e soberba é principio de Satanás e não de Deus.

          Adão como sacerdote de Deus, principalmente ele, deveria exibir os três princípios, e como a sua missão era o de ensinar, os primeiros humanos, ele não deveria cometer pecado algum, para poder ensinar aos outros, como foi com Jesus, ele deveria conviver com o pecado, mas não comete-los, como Jesus,  então Deus coloca duas árvores no Jardim, a do meio do Jardim, "a árvore da vida" e a outra a do conhecimento do bem e do mal, (Gênesis 2:9) e disse: Da arvore do conhecimento do bem e do mal não comereis, porque no dia que dela comerdes certamente morrerás (V.17).

          Deus sabia que Adão iria desobedecer, mas também pelo principio da humildade, Adão teria o direito de escolha. Adão poderia comer o fruto de qualquer arvore, inclusive, o da vida, que é a sabedoria e o conhecimento de Deus (Provérbios 3:18). E desobedeceu. Deus colocou Adão a prova, e ele falhou. Suponho eu, e posso estar errado, que o fruto da arvore do conhecimento do bem ou do mal, era qualquer um, e nem tinha o efeito de se descobrir a diferença entre bem e mal, era apenas um teste de obediência.

          É como, quando você quer testar a obediência de seu filho, para poder ensina-lo no erro, e você diz: Não mecha neste objeto, porque tem um tesouro dentro dele, mas você sabe que ele vai mecher, e fica esperando, para poder ensina-lo sobre obediência.  Seu filho, vai olhar para aquele objeto, ficará em duvida varias vezes diante da sua ordem, mas a curiosidade será maior, e ele meche! E depois se sente frustrado porque não achou tesouro algum, se sente enganado, porque você disse que tinha um tesouro, mas ao mesmo tempo se sente culpado, porque transgrediu a sua ordem, então quando você faz isto, para ensina-lo, você desperta nele vários tipos de sentimentos, alguns bons, que se trabalhado, vão ser úteis, e alguns mal, que precisam ser trabalhados para não sejam  problemas no futuro.

          O fruto pode ser até Uva, em Ezequiel 18:1 ele fala do proverbio dito em Israel  sobre pecado, que: que uvas verdes embotoam os dentes dos filhos. De repente, e nisto posso estar errado, que comeram uvas verdes, e quando um olhou para o outro, viram que os dentes antes branquinhos, estavam embotoados.

b) Jesus como ser humano exibiu os princípios espirituais de Luz

          Com Jesus não foi diferente, Deus o testou. Satanás, também não lhe ofereceu grandes oportunidades no deserto, para que Ele desistisse da Cruz? (Mateus 4:3-10) E como já disse em outra postagem, Satanás é pouco criativo, usa coisas que já usou no passado, e funcionaram. Satanás lhe diz, da mesma maneira com que fez com a mulher, pela comida, e disse: Se você realmente é o filho de Deus, o sacerdote espiritual, então transforma estas pedras em pães, (V3) e Jesus respondeu: Melhor é obedecer a Deus, pois a sua palavra é melhor que comida (v4) demonstrou que realmente estava preparado, demonstrou, O livre arbítrio, de escolher a Deus, demonstrou Humildade, pois sabia que Deus, lhe era superior, e como consequência mostrou submissão, e sabia que Deus, estava com Ele naquele momento, então ficou na dependência da vontade de Deus. Satanás viu que não funcionou, como havia funcionado com a mulher, tenta outra estratégia, de que Jesus desafiasse a Deus, e demonstrasse, que ele apesar de estar no corpo humano, era melhor que os outros humanos,  um Deus, aquilo que Satanás queria, ser como Deus, e não conseguiu;  E  caso Jesus aceitasse, pois Ele sabia que era Deus, mas não precisava demonstrar para Satanás que o era,  pois isto seria princípio de soberba, e principio de Satanás, e não de Deus, ou dele Jesus, pois soberbo é aquele que não reconhece a sua realidade, acha-se muito superior ao que realmente é, mas Jesus pela sua humildade, submissão e dependência de Deus, respondeu pela palavra de Deus, Não tentarás o Senhor teu Deus,  pois Jesus reconhecia que Deus, era muito superior a Ele.  

          Satanás, vê novamente que não funcionou, como havia funcionado com a Eva, e oferece a Jesus, aquilo que ele queria para si, e sabia que Jesus receberia, e não ele, então oferece, a glória do mundo, caso o adorasse, Jesus novamente usa os três princípios espirituais, e diz:  Pela palavra de Deus, está escrito Ao Senhor teu Deus adorarás, e somente a Ele servirás. Veja que Jesus diz a Satanás, que Deus era o Deus dele também, portanto superior a ele, e que ele não tinha gloria nenhuma a oferecer, estava equivocado.

          Então por ter vencido pelos três princípios espirituais estabelecido por Deus, no primeiro dia da criação, os princípios de Luz, os anjos o serviram! Demonstrando a Satanás que realmente Ele era Deus, mas isto veio de cima, de seu superior, o próprio Deus. Demonstrou a capacidade de escolher, entre bem e mal, humildade, submissão e dependência de Deus.

          Jesus não ficou angustiado horas antes da Cruz, e pediu ao Pai, dizendo: Pai, se queres,  passa de mim este cálice, todavia não se faça a minha vontade, mas a tua. ? Lucas 22-42 Novamente Jesus, num momento humano de sentimento de angustia, pois foi isto que Satanás, aflorou na queda, os "sentimentos"  vamos ver isto daqui a pouco, demonstrou capacidade de escolher, de ir para a cruz, em obediência a Deus, humildade, de se submeter a vontade de Deus, submissão a vontade de Deus e dependência da vontade Deus. E escolheu,  foi para a cruz, derramar o seu sangue. Jesus realmente estava preparado para ensinar a humanidade, resgata-la das mãos de Satanás, de ser realmente o sumo-sacerdote eterno, o ultimo Sumo-Sacerdote.

          Satanás para afrontar a Deus, pela sua rebeldia, pois não foi lhe permitido estar acima da hierarquia celestial, como está Jesus, acima dele somente o Pai,  receber a adoração como recebe Jesus,  e conforme Isaías 14:13-14,  Satanás dizia que seria igual a Deus, as estrelas dos céus que no texto de Isaías é a Hierarquia Celestial de Arcanjos e Anjos.

c) a queda de Adão

          Satanás se faz parecer uma serpente. Satanás é um querubim, vamos falar mais disto numa outra postagem, mas ele era o terceiro na hierarquia celestial,  que são: primeiro os arcanjos, e este são em numero de sete, a Bíblia  nos fala o nome de dois Miguel (Judas 1:9) e Gabriel (Lucas 1:19 e 26 e Daniel 8:16-17, e 9:21) O livro de Tobias, na versão católica nos fala de Rafael ( Tobias 3:25). O livro apócrifo de Enoque, este livro foi usado até o primeiro século, depois foi considerado apócrifo, mas  faz parte da Bíblia da Igreja Católica da Etiópia, e ele também é citado no livro de Judas 1: 14, em nossas Bíblias,  e a citação do versículo, é porque Judas conhecia e lia o livro, e Judas faz referencia ao texto de Enoque 2:1 em sua carta; então ele é apócrifo hoje, mas não o era na Igreja primitiva. Este livro traz, os nomes de Uriel, Raguel, Sarakiel ( capitulo 20:1-7)  e Radael (9:1) e os arcanjos na hierarquia celestial, são os que fazem toda a justiça de Deus. Segundos,  na hierarquia são serafins que estão diante do trono, e de lá não saem, pois a sua função é somente de adoração a Deus, e depois os querubins, e estes carregam os princípios de Luz estabelecido por Deus, por isto alguns o chamam de Lúcifer, que no hebraico significa "Portador de Luz" e também levam toda a sabedoria de Deus no Universo, a eles estão subordinados, os anjos da classe Dominações, os  de autoridade e poder, e destes 1/3 caiu com Satanás.

          Então Satanás e seus anjos, tem poder de se apresentar na figura, do que quiserem, Homens, animais, imagens, tem poder para possuir o corpo de homens e animais,  tem capacidade para enganar as pessoas na forma que eles quiserem , e for mais conveniente para engana-las, e desvia-las dos princípios de Deus, portanto nos centros espíritas seja ele de mesa branca ou baixo espiritismo, não é nenhuma alma de ser humano que se apresenta, e se faz parecer, é Satanás e seus demônios. Chama-lo de Lúcifer é um erro, o verdadeiro nome dele é Azazel, Jesus também é Lúcifer "portador da Luz de Deus", por isto em algumas vezes, a Bíblia se refere a Ele, como: Estrela da Alva (II Pedro 1:19) estrela da manhã (Apocalipse 22:16) ; Por isto Ele mesmo dizia " Eu Sou a luz do mundo"    João 8:12. E Satanás também é chamado de: Estrela da manhã, filha da alva (Isaías 14:12) porque era portador de Luz.

Então Satanás aparece a mulher em uma serpente.

c1- porque a mulher?

          Porque a mulher? Porque quando Deus deu a ordem a Adão para que não comer da arvore do conhecimento do bem e do mal, a mulher não havia sido criada (V17) a mulher somente fora criada após (V.21-22), então, Satanás,  contou com a possibilidade de dúvida da mulher, e ela poderia ser enganada, e levar Adão ao erro.

          Paulo em I Timóteo 2:14 afirma isto: Adão não foi enganado, mas a mulher, sendo enganada, caiu em transgressão. Então Satanás fala com a mulher e deturpa as palavras de Deus (Gênesis 3:1-3) " certamente não morrerás" ele sabia que Deus, quando falou a Adão, não estava falando da morte física, pois também havia visto toda a criação, e sabia que muitas gerações viriam, mas que Deus falara a Adão sobre o pecado a separação de Adão de Deus, a transgressão de uma ordem, e a possibilidade da segunda morte, caso não houvesse arrependimento.

          Então ele induz a mulher a soberba " Porque Deus sabe que no dia que dele comerdes se abrirão os vossos olhos, e sereis como Deus, sabendo o bem e o mal"(V5) aquilo que ele, Satanás, queria e não conseguiu, "ser igual a Deus" ele oferece a mulher. Então ela pelo principio da  soberba, pela possibilidade de ser igual a Deus, aceita, e come do fruto, e dá ao seu marido Adão, e ele, apesar de saber das ordens de Deus, come, pois também vê a possibilidade de ser igual a Deus. A transgreção a ordem de Deus, nada tem a ver com sexo, como muitos acham, porque Deus já havia dito aos primeiros humanos, que se multiplicassem, então sexo, era uma coisa natural estabelecida por Deus, na terra.

          Alguns até dizem que o fruto era uma maçã, pela mitologia antiga, e esta ideia, só ganhou força a partir do século XVIII, antes disto já foi figo e a uva,  mas isto também é um equivoco. Alguns falam que Satanás manteve relações sexuais com a mulher, e que desta relação sexual, nasceu Caim, mas isto também é um equivoco, que cai pelo próprio texto, pois se Adão também comeu do fruto, ele também teria tido relações sexuais com Satanás? e se a mulher gerou Caim, Adão gerou a quem? puro achometro, para quem não entende nada de Bíblia. A Bíblia não fala qual era o fruto, portanto só saberemos quando chegarmos aos céus. Tinha que ser pela mulher, para que se soubesse, que ela não era nenhuma deusa, a " deusa mãe ", mas falha como qualquer ser humano.

          Mas a transgreção como diz Paulo em I Timóteo 2:14 é a desobediência aos princípios de Deus. Adão como sacerdote de Deus, deveria saber pelo principio da humildade, que ele jamais seria como Deus, deveria saber pelo principio da submissão, que Deus era muito superior a ele, e não usar o principio de trevas de Satanás a rebeldia, e desobedecer uma ordem de Deus, pela possibilidade de ser igual a Deus, pelo principio de dependência de Deus, pois tudo o que havia no jardim do Edem, era de Deus, ele estava ali, para aprender, cultivar e guardar, portanto era dependente de Deus, mas pela possibilidade de ser igual a Deus, usou o principio de trevas de Satanás, e quis ser independente. Então num só ato demonstrou que não era capaz de exibir os princípios de Luz estabelecidos por Deus, e como Satanás caiu. Satanás  foi expulso dos céus pelos mesmos motivos ( Isaías 14:12) e Adão e a mulher foram expulsos do Jardim do Edem pelos mesmos motivos.

c2) perceberam que estavam nus.
 
          Quando somos criados, a imagem e semelhança de Deus, recebemos de Deus alguns sentimentos, que estão baseados nos três princípios de Deus, para o Universo, seja céus ou terra.

Então recebemos de Deus:
a) sentimento de Amor
b) sentimento de bondade e misericordia
c) sentimento de afetividade
d) sentimento de proteção
e) sentimento de felicidade
f) sentimento de confiança
g) sentimento de ternura
h) sentimentos de moralidade:
   h1- justiça
   h2 - honestidade
   h3 - beleza
   h4 - verdade
   h5 - humor
   h6 - vigor
   h7 - poder ( não abusivo)
   h8 - ordem ( não preciosismo ou perfeccionismo)
   h9 - inteligência ( não de arrogância ou convencimento)

          Adão e a mulher receberam estes sentimentos, e viviam com eles no Jardim do Edem. E  através de Satanás, foram lhes aberto os olhos, e perceberam que estavam nus. (v7).

          Satanás enquanto Querubim ungido, também pelos princípios de Deus, vivia estes sentimentos, até que Deus não lhe permitiu vir no lugar de Jesus. E pela sua revolta gerou outros sentimentos, que vieram pelos princípios que ele estabeleceu para ele, e para aqueles que o acompanharam: princípios de Soberba, rebeldia, e independência, e destes foram gerados: Ódio, ira, destruição, egoísmo, injustiça, desonestidade, morbidez, feiúra, fraqueza, medo, falsidade, engano, caos, traição, avareza, prostituição, idolatria,  malícia, vingança, cólera, inveja, de separação, tristeza, suicídio, depressão etc...

          Satanás pelo engano, os leva ao erro, a rebeldia contra Deus,  e pela soberba acham que podem ser iguais a Deus. E após comerem do fruto, sentem-se enganados. Como consequência do seu ato se sentem: traidores de Deus, sentem medo de Deus, (V 10) olham para si e se sentem feios, nus. Satanás lhes abre os olhos para todos estes sentimentos, e conhecem o bem e o mal.

c3) De quem é a culpa da queda?
 
          Aqui se abre uma grande discussão teológica: Quem foi o responsável pela queda de Adão e a mulher? E se Adão é realmente o responsável por introduzir o pecado no mundo?  E que se é, se realmente existe o pecado original?

          Então  a responsabilidade foi da mulher ?  Adão disse que foi! ( Gênesis 3: 12) O Livro apócrifo de Eclesiástico, faz parte da bíblia católica, no capitulo 25 diz que a maldade feminina é uma malícia consumada, e compara a mulher a uma serpente, e a ação da mulher como veneno de uma serpente, em referencia ao Edem,  e então culpa a mulher (V24). Como vimos Paulo defende a mulher, I Timóteo 2:14, e culpa o Adão.

          É do Adão? Paulo diz que é, que ele não foi enganado, e diz que por ele entrou a iniquidade no mundo (Romanos 5:12;15;16;17;19/ I Corintios 15:19) O Livro apócrifo de II Esdras, 7:118, diz que foi de Adão.

          É de Satanás?  O livro apócrifo de Sabedoria, da bíblia católica, culpa  Satanás (Sabedoria 2:24). Satanás diz que sentiu inveja de Adão, porque Adão como sumo-sacerdote, receberia toda a gloria dos povos e nações, e então o levou ao erro, está no livro apócrifo dos Jubileus, que também foi usado ate o primeiro século, pela Igreja primitiva, também conhecido como "O pequeno Gênesis"

É dos anjos caídos? O livro apócrifo de Enoque, culpa os anjos maus ( 10:7-8)

          O autor do livro apócrifo de II Baruque diz que Adão foi responsável, somente pelo seu pecado,  que foi o primeiro humano a cometer pecado, e que nós como "Adans" a imagem e semelhança de Deus, somos responsáveis pelos nossos (II Baruque 54:15-19)  e então não existe pecado original, e Ezequiel também afirma que Deus não castiga, o pecados dos pais aos filhos, e nem dos filhos nos pais, cada um é responsável pelo seu! Ezequiel 18.

Existe pecado original? Ezequiel e II Baruque diz que não, e então o pecado de Adão e Eva, é deles.

          Adão permitiu que os princípios de Satanás, também pudessem ser conhecidos na terra, conforme disse Paulo em Romanos 5:12, "por um homem entrou o pecado no mundo",  e a missão de Adão como sumo sacerdote, era a de permitir que somente os princípios de Deus fossem conhecidos,  no qual ele deveria ter vivido, como Jesus, ter contato com o meio, com a iniquidade, mas não vive-la. Então ele permitiu a entrada do pecado na terra.

          Adão deveria ter impedido que os princípios de Satanás,  fossem ensinados na terra, e então a iniquidade é os princípios de trevas de Satanás, que vem sido vividos na terra, e esta vivência é transmitida de pais para filhos. Mas não é inato na pessoa, a pessoa nasce somente com os princípios de Deus, e na sua convivência tem contato com os princípios de trevas, e tem a opção que lhe foi dada por Deus,  o livre arbítrio, e escolher qual vive-los. Pecado original não existe! é pura religiosidade, ficção religiosa!

Quando salmista Davi diz: Eis que em iniquidade fui formado, e em pecado me concebeu minha mãe (Salmos 51:5) Isto na vida dele era verdade, pois era descendente direto de Adão e Eva.

c4) A multiforme Sabedoria de Deus

          A sabedoria de Deus, como o próprio Deus, não tem princípios de tempos, é eterno,  e Provérbios 8:22-31 fala que ela estava na criação, e é claro não podia ser diferente, não tem como separa-la de Deus, pois ela é de Deus. Efésios 3:9-10 nos fala da multiforme sabedoria de Deus, oculta desde o principio. Então Deus, Jesus Cristo, desde o principio sabiam que seria assim, é um método de ensino de Deus. Você deve conhecer o mal para saber o que é o bem, e vive-lo. E como você age com seu filho, você não pode trancá-lo dentro de casa, e impedí-lo de ter contato com o mundo, porque o mundo é perverso.

           O que aconteceu com Adão e a mulher, foi o afloramento dos sentimentos humanos na terra,  tantos os positivos que vem de Deus, como os negativos que vem de Satanás, cabe a você decidir qual vai vive-los. Veja estes sentimentos não estão no homem, mas na terra, (Gênesis 3:17) no meio em que se vive, nos princípios, que nos são passado, por pais, avós, tios, e também na nossa convivência diária com outras pessoas, que também por sua vez receberam princípios de seus antepassados, e estes princípios podem ser os de Luz de Deus, como os de Trevas de Satanás.

          E muitas vezes, nos deparamos com conflitos de valores de princípios, enquanto para muitos a honestidade, é fundamental na convivência humana, para outros, quase não tem valor algum. Esta diferença de princípios é muito sentida no casamento, quando se sente o choque de conceitos sobre princípios que cada um recebeu.

          Jesus preferiu viver somente os de Deus, por isto passou por aqui e não pecou, apesar de tentado como você também o é,  todos os dias, e Jesus viveu as mesmas coisas que você vive, e não pecou. Por isto ele é a cabeça da Igreja, para evitar que o corpo peque. É o processo que todo ser humano agora passa, quando nascemos, e até os 5 anos de idade, aproximadamente, isto é variável por pessoa, apresentamos somente sentimentos bons, aqueles vindo de Deus, e este período é o que chamamos de "Inocência" da criança, a medida que vai tendo contato com o meio que vive, começa a ter contato, com os sentimentos negativos, e muitas vezes, ela passa a usa-los, e então deixa a inocência, passa a descobrir, novos sentimentos, viver novas situações, chamamos isto de desenvolvimento humano, mas na realidade é o conhecimento entre o bem e o mal, agora cabe a ela decidir qual vive-los.

          E foi a mesma coisa, no sacerdócio da nação Israelita, Paulo não nos diz que a Lei é boa, pois através dela ele sabia o que era pecado ( Romanos 7:7)

          É claro que Deus, esperava que Adão fosse mais forte, e que não cometesse o pecado. Em Hebreus 8, vemos o escritor falando do sumo sacerdócio de Cristo, e no versículo 7 vemos que " se a primeira..." mas a a tradução do grego, aqui esta errada, ele vem falando de sumo sacerdócio, e no versículo 6, fala sobre a Aliança, e o tradutor entende que no verso 7 ele continua a falar da Aliança, porem no original grego a palavra é: " se o primeiro" então se o primeiro sumo-sacerdote, o Adão, tivesse sido irrepreensível, não necessitava do segundo (Jesus Cristo).

c5 - as consequências da queda

          Satanás impôs ao homem, aquilo que é visível até os dias de hoje, a grande dificuldade que o homem tem de dizer "não" a mulher amada. Mas Adão deveria ser o sumo-sacerdote também da mulher, como Cristo é da Igreja, a Igreja pode até pecar, como peca, mas Jesus é o sumo-sacerdote da Igreja, e está diante do Pai, intercedendo por ela, para que o Pai,  não se lembre destes pecados, pois ele Jesus Cristo, já pagou todos ele na cruz do calvário com seu sangue. Adão como sumo-sacerdote, e sabedor da ordem de Deus, deveria ter dito "não" a mulher, e intercedido por ela diante do Pai.

          Por sua vez, Deus para demonstrar, e deixar bem claro, que Deus era somente Ele, disse a mulher que seria submissa ao seu marido. No conceito dos primeiros humanos, ela era uma deusa a "deusa mãe", e agora é submissa ao marido. Então até a pouco tempo, 50 anos atrás, a mulher era considerada inferior na civilização moderna, e ainda no judaísmo no islamismo, na china, Japão e muitas outras civilizações, principalmente as africanas, são consideradas inferiores, nem são contadas como pessoas. ( V. 7). Acaba o Matriarcado, e começa o Patriarcado.

          Adão e a mulher, deveriam ser eternos sumos sacerdotes de Deus, não deveriam ter filhos, mas com a queda,  Deus lhe diz que passaria a conceber, e com dor, porque Deus, já havia determinado o tempo de vida para Adão, ele passara a ser mortal, assim como Eva, e para que a sequência do sumo-sacerdócio acontecesse, ela passou a dar a luz.

          E disse a Satanás que estava na forma da Serpente,  " comerás pó todos os dias"  se alimentará daquilo que você introduziu na terra, as derrotas, as desilusões, as tristezas, a dor, etc.. dos seres humanos. (v.14)

         E a serpente o animal por ter sido usada por Satanás, rastejará sobre o ventre até o final do mundo. Fosseis de serpentes foram encontradas, e elas tinham pernas, como os lagartos, mas passaram a se rastejar sobre o ventre, e as pernas foram atrofiadas.(v14)

c6) Deus não age pela lógica humana

          Mas podemos dizer, e  com certeza, que era um método de aprendizado, pelo qual Adão deveria passar, como a Nação de Israel,  e a Igreja de Cristo, para que a Igreja através de Jesus pudesse ensinar os que estão nos céus. A multiforme sabedoria de Deus, não age pela lógica humana. Você vai dizer ah! então Deus, deixou Adão pecar, usou Satanás para fazer isto, para que pudéssemos aprender, e ensinar os do céus? E eu te digo que sim! Deus não age pela lógica humana, veja alguns exemplos: Prometeu a Abraão e a sua descendência a terra prometida, mas a única terra que tiveram, de suas,  Abraão, Isaque e Jacó, foram a suas sepulturas. Viveram peregrinos na terra, em tendas, de um lado para outro, sem terem posse de terra alguma, por isto são chamados de Hebreus, ou seja "peregrinos". Mas isto era um modo de evangelização, de se pregar para todos aqueles povos que criam numa quantidade enorme de deuses,  o Deus Único em que acreditavam.

          Em vez de dar a terra logo para a descendência de Jacó, os levou para o Egito, para serem escravizados, e depois libertos, sofrerem 40 anos no deserto, e então chegaram a terra prometida, mas era um método de ensino, para preparar a nação sacerdotal, no seu conhecimento, no seu poder, na sua justiça, na sua misericórdia, para serem o berço de Jesus Cristo, o sumo sacerdote eterno.

          Jesus Cristo veio ao mundo, na forma humana, para ser humilhado na cruz, para que pudesse haver salvação.  O próprio Jesus disse em Lucas 4:25-27 que no tempo de Elias, existiam muitas viúvas passando fome, pois tinha havido três anos e meio de seca, porém Deus enviou Elias para socorrer somente a viúva de Sarepta, que não era nem Israelita, era de Sídon, que no tempo de Elizeu haviam muitos leprosos em Israel, mas que Deus somente curou a Naamã, e ele era Sírio.

          Os que aceitaram a Jesus Cristo como salvador, os desprezíveis, os vis, os loucos (I Corintios 1-31) para ensinarem os sábios. A Igreja primitiva, perseguida, tendo seu bens expropriados, muitos mortos por espada, por apedrejamento, açoitados, para que o Evangelho pudesse se propagar para o mundo conhecido daquela época e chegar até nós.

          Então, não procure lógica humana nas coisas de Deus, pois ele não age pela nossa lógica, e se você tentar procurar, Satanás vai te usar e você vai se decepcionar. É é multiforme Sabedoria de Deus, não tem lógica, é pelo espírito, e pelo que está determinado nos céus, antes da fundação dos mundos.

VI - e foram expulsos do Jardim do Édem
 
          Adão e a mulher são expulso do Jardim do Edem. Então a mulher passa a se chamar "Eva" mãe de todos os viventes, pois quando Deus disse que no dia que comessem da árvore, morreriam, é claro que não falava sobre a morte física, mas a espiritual, portanto Eva como a mãe de uma geração enorme de pessoas, a sequência da primogenitura sacerdotal, então não poderia ter outro nome "Eva".  E dela,  que viria a nação sacerdotal, e através dela Jesus Cristo.

          O Edem, cuja a tradução do hebraico é "jardim das delicias" ou o paraíso, como vemos na Bíblia, prefigura os céus, a nossa ultima morada, e nos céus, se vive os princípios de Deus, e se você leu a postagem do Lugar dos Mortos 3, verá que para entrarmos nos céus, o nosso corpo espiritual corruptível, pois conviveu com o pecado, tem que ser transformado, para podermos ver a Deus e conviver com Ele (Apocalipse 22:4). Então no Jardim do Edem, que era um pedaço do céu, aqui na terra, por isto desapareceu, voltou para a sua origem, para a sua excencia, (Apocalipse 22:2) e não tem lugar para princípios de trevas, então nem Adão e nem Eva podiam viver novamente lá, para voltar aos céus, seria agora, como todo o ser humano, ir para o Sheol, e na segunda volta de Cristo, ser arrebatado aos céus junto com a Igreja de Cristo.

          O Edem, deveria ser o lugar da terra, onde Deus, falaria ao seu sumo-sacerdote humano, Adão, que deveria ser eterno, e de lá transmitiria a todos os seres humanos, os ensinamentos, e as vontades de Deus. Como foi com Arca no tabernáculo, e depois no templo. Como é com Espírito Santo, hoje em nossos dias.

          Então Deus, estabelece a morte física de Adão (Gênesis 3:19), e mais coloca em Adão agora um ser humano comum, como os primeiros,  o sentimento de dor (V 16 e 19). No Jardim do Edem eles não tinham isto, eram para ser eternos sumo-sacerdote terrenos, como Jesus o é. E ficaram sujeitos a morte, e a dor, a aos sentimentos negativos de Satanás, e só se livrarão deles, assim como nós, quando chegarmos ao, sheol dos salvos, e aos céus com Jesus (Apocalipse 21:4).

VII- O sumo sacerdócio humano de Adão - que prefigura o Átrio, do tabernáculo.

          Adão começou bem a sua vida, no lugar santíssimo, via a Deus,  falava diretamente com Deus, como no Tabernáculo, no lugar mais santo, mas pela sua escolha fora expulso para o átrio, lugar de todo o ser humano comum.

          O livro apócrifo da Vida de Adão e Eva diz que eles foram morar em uma caverna, e isto deve ser real, pois ainda não havia casas e vilas, foi morar como todo ser humano, daquela época pré histórico vivia,  em cavernas. Diz também o Livro, que passaram por tormentos, por depressões, muitas vezes tentaram o suicídio, tentaram voltar ao Edem mas não conseguiram. Estavam fora da proteção de Deus, não eram mais dependente de Deus, como no Edem, agora viviam aquilo que tinham escolhido pelo seu livre arbítrio, e viviam os sentimentos que Satanás havia lhes impostos, pela sua escolha.

          Segundo o Livro, Satanás muitas vezes, lhes apareceu como anjos de Luz, e ele pode, como já disse anteriormente, aparecer na forma que quiser,  dizendo que Deus havia mandado que voltassem ao paraíso, e em muitas vezes foram enganados e ficaram deprimidos. Era um terror psicológico. E o livro diz, que muitas vezes tentaram o suicídio.

          A esperança que tinham, é que através da mulher, viria um primogênito, que os levaria novamente ao paraíso, e resgataria a vida dentro dos princípios de Luz de Deus.

a) Deus não os abandonou
 
          Deus não falava mais visivelmente com Adão, ele ouvia a voz de Deus, mas não o via. Para redenção do seu pecado, instituiu o sacrifício, e o primeiro foi para vesti-los, tapar a sua nudez (V21) Adão e Eva passam a fazer sacrifícios a Deus, e transmitem isto aos seu filhos Caim e Abel.

          Então Deus, diz, eis que são como um de nós, e então decreta o tempo de vida humano para Adão, deveria ser eterno, mas agora se torna mortal, como todos os outros homens. Se Jesus Cristo tivesse desistido da cruz, o mesmo teria acontecido com Ele, seria mais um mortal que passou pela face da terra, como foi Adão.

          Mas pela promessa de Deus, que um primogênito, vindo de mulher resgataria a aliança com Deus, e a volta ao paraíso, dão a luz a Caim e depois a Abel. Então inicia o sumo-sacerdote por genealogia humana, inicia-se a procura daquele que vai resgatar a aliança. (Gênesis 4:1). Veja a expressão de Eva " Alcancei do SENHOR um varão" e este era o significado do nome de Caim, pois o exercício do sumo sacerdócio só poderia ser feito, pelos filhos varões e primogênitos, conforme a profecia de Deus.

          Mas também podemos entender, que haviam se arrependido do pecado, e transmitiam  a confiança no Deus único, aos seus filhos e aos pré-históricos. E também demonstra que, mesmo morando em cavernas, como os primeiros humanos, viviam uma vida conjugal, e transmitiam isto aos seus filhos, e aos pré-históricos, vemos que Abel foi pastor de ovelhas e Caim agricultor, então ensinaram os seus filhos a cultivar a terra, e a criar animais. (V 2).

          Adão e Eva, se arrependeram do seu pecado, e neste momento começa a atuação do Espírito Santo de Deus sobre ele, começam a pregar o arrependimento, pois Deus enviaria um varão, que resgataria a aliança com Deus, e a consequente volta ao paraíso.

          As genealogias, que você encontra na bíblia, vamos ver a de Adão em seguida, não é para encher espaço, como certa vez vi numa postagem da Internet, de alguém que não conhece nada de Bíblia. As genealogias são para se saber, quem tinha o direito de ser o sumo-sacerdote, e ela somente cita os primogênitos.

          Na genealogia de Adão ( Gênesis 5) vai de Adão a Noé e seus filhos. Mas você vai me perguntar não era só dos primogênitos, porque os três filhos de Noé? Porque cada um deveria seguir para um lado da terra após o diluvio, e ser sumo-sacerdotes nas suas regiões, e o conhecimento de Deus espalhados.

b) Caim e Abel
 
          Caim era o primogênito, ele teria o direito de Sumo-sacerdócio, e Abel seu irmão também sabia disto. Mas como tinham aprendido com seus pais, Adão e Eva, faziam ofertas sacrificiais a Deus, por terem sido bem sucedidos nas suas atividades. E em dado momento, Abel trouxe dos primogênitos das suas ovelhas, e Caim trouxe frutos das sua plantações, para oferecer a Deus, e Deus atentou mais para a oferta de Abel,  e Caim, que era de primogênitos ( V. 4-5)  decaiu-lhe o semblante, ficou Irado, e  matou Abel.

          Apesar de Deus lhe alertar, que o pecado o seguiria pelo resto de sua vida (V7), Deus lhe deu a oportunidade de pensar melhor, e viver os princípios de Luz, mas ele preferiu viver os princípios de Trevas, e foi amaldiçoado por Deus. (V.11) perdeu a primogenitura, o direito de ser sumo-sacerdote, passou a ser sumo sacerdote de Satanás, e transmitiria isto a sua descendência.

          O Livro apócrifo de Moisés, diz que " Caim amou a Satanás (5:18), e que foi Satanás quem lhe ordenou que levasse para ofertas a Deus, qualquer coisa das sua colheitas, não o melhor, para desafiar a Deus, e quando Deus lhe alertou, sobre o que passava em sua cabeça de assassinar seu irmãos Abel, diz a sequência do versículo que Deus lhe diz: Satanás deseja te possuir, e a menos que dês ouvidos aos meus mandamentos, entregar-te-ei , e será feito a ti, segundo o seu desejo. E reinarás sobre ele.(5-23).

          Satanás oferece a Caim, a possibilidade dele ficar, com toda manada de ovelhas de Abel, e para tanto deveria mata-lo (5:29-31), E  diz que Caim e sua descendência amaram a Satanás mais que a Deus,  e o serviram.(5:28). E Caim foi o sumo-sacerdote de Satanás, e o direito do sacerdócio Satânico, era por primogenitura, como o de Deus.

          Vemos que Caim constrói uma cidade, provavelmente alguns casebres, um vilarejo, mas a importância disto é que começa o desenvolvimento humano, através do conhecimento que veio de Adão, vemos pela genealogia de Caim que seus descendentes, habitam em tendas e criam gado (V.20), outros já fazem harpas, órgãos, e os tocam (V21) veja que pela historia da musica estes instrumentos musicais, apareceram a aproximadamente 5500 anos, com o desenvolvimento do domínio do ferro e do cobre, e a genealogia de Caim, apresenta Tubalcaim que já domina o uso do ferro e do cobre, pela historia da humanidade isto também aconteceu a mais ou menos 5500 anos, o que corresponde ao período bíblico de Adão e Caim.

           O Livro de Jasher, citado na Bíblia, diz ainda que Jabal também foi o que começou a construir casas em pedras e madeiras. Então Adão mesmo fora do paraíso cumpriu o seu papel de sumo-sacerdote, ensinou a seus filhos e aos pré-históricos, o domínio sobre a criação. Estes ensinamentos que Caim ensinou a sua geração eram bons, vindos de Adão, mas Caim, também através de Tubalcaim, que trabalhava com ferro e cobre,  introduziu a espada, a lança, armas de guerra, então iniciou-se as guerras na terra. Inicia-se o derramamento de sangue, a iniquidade prevalece, busca por poder, por dominar seus irmãos, e é o que vemos até os dias de hoje.

          Como Caim, perdeu o direito de sumo-sacerdote, e Abel fora morto, Deus concede a Adão e a Eva um outro filho para dar sequência a sua genealogia que Sete (v25)

          Vemos ainda algo muito interessante na genealogia de Adão (Gênesis 5:1) "Este é o livro das gerações de Adão. Se existia o Livro, Adão sabia ler e escrever, então a escrita, veio de Deus, através de Adão, e isto condiz com o que diz a história da humanidade, que a escrita apareceu por volta de 5500 anos atraz, na região da mesopotania, justamente onde Adão passou a viver. E esta escrita, por ter vindo de Deus, é a mesma que é usada e falada nos céus. E Adão falava e escrevia o Aramaico, então esta é a língua e escrita falada nos céus. O Livro apócrifo de Moisés também fala que Adão falava e escrevia (6:5-6). Portanto Adão ensinou os primeiros humanos a escrita.

c) a sequência do sumo sacerdócio de Deus ate o diluvio.

          O sumo sacerdote, somente era substituído pela sua morte, mas os primogênitos com direito ao sumo sacerdócio, enquanto não eram sumo sacerdotes, eram sacerdotes. E na genealogia vemos, que Sete, Enos, Cainã, Maalael, Jerede, Enoque, Matusalém, Lameque, Noé, Sem, Cão e Jafé, tinham direito ao sacerdócio.

          Como Adão viveu 930 anos, então foi o sumo sacerdote ate o ano 930, e Sete nasceu quando Adão tinha 130 anos, então nasceu no ano 130, e viveu 912 anos, então viveu até o ano 1042, entre 930 e 1042, Sete foi o sumo-sacerdote. Enos nasceu em 235, e viveu 905 anos, então viveu ate 1140, entre 1042 e 1140 Enos foi o Sumo-sacerdote. Cainã nasceu no ano 325 e viveu 910 anos, então viveu até 1235, foi sumo sacerdote entre 1140 e 1235, Malalael nasceu no ano 395, e viveu 895 anos, então viveu ate 1290, e foi sumo sacerdote de 1235 a 1290, Jerede nasceu no ano 460, e viveu  962 anos, viveu até 1422, então foi sumo sacerdote de 1290 a 1422, Enoque nasceu no ano 622 e viveu 365 anos, viveu ate 987, não foi sumo sacerdote, Matusalém nasceu no ano de 687, e viveu 969 anos, viveu ate 1656, foi sumo sacerdote de 1422 a 1656, Lameque nasceu em 874, viveu 777 anos, morreu no ano de 1657 (Ano do diluvio, morreu no diluvio). Noé nasceu no ano de 1056, e tinha 600 anos no ano do diluvio, (Gênesis 7:6) ano 1657, pela morte de Lameque, e viveu 950 anos (Gênesis 9:28) viveu ate 2006, foi sumo sacerdote de 1657 a 2006.

          A medida que o tempo foi passando, o sumo sacerdócio de Adão foi enfraquecendo, e o de Caim, o de Satanás foi crescendo. Então Deus levanta Enoque, (entre 687 e 987) no tempo do sumo sacerdote Sete,  para pregar a vinda do Messias, o primogênito que resgataria, a aliança, perdida no Edem, e Enoque foi tão eficiente como sacerdote que era, a ponto de um dia ser arrebatado aos céus,(Gênesis 5:24) e isto prefigurava o arrebatamento de Cristo, veja a postagem do Lugar dos Mortos III.  E isto é o que está escrito em Gênesis 4:26 " então se começou a invocar o nome do Senhor".

          Enos diz a tradição judaica, que foi o mais fracos de todos eles, seu nome significa "homem" no sentido de frágil, foi neste período que Lameque, descendente de Caim, se achava forte, poderoso, pois havia matado a Caim, e passou a ser o sumo-sacerdote Satânico, a violência aumenta, é o tempo inicial das guerras. A partir do capitulo 6 de Gênesis, começamos a ver na Bíblia, a ascendência da maldade na terra, através do sumo sacerdócio satânico de Lameque até chegarmos ao diluvio.

          Diz o livro de Jasher, citado em Josué 10:13, que Cainã (1140 a 1235) o filho de Enos, foi um excelente sumo sacerdote, que procurou levar o povo a voltar para Deus, dando sequência ao trabalho de Enoque, pois também tinha sido avisado por Deus, que a humanidade seria destruída  por diluvio, caso não se arrependessem, e diz que ele escreveu isto num tablete em pedra, pois era a forma como eram os livros daquela época.

           A Bíblia nos fala que Noé foi avisado por Deus, e que Deus manda que construa a arca, Gênesis 6: (8-22), a tradição judaica, diz que Noé começou a construir a arca 120 anos antes do diluvio, veja esta informação não está na bíblia, muitos pregadores pregam isto como bíblico, mas não está registrado em nenhum lugar na Bíblia, vem da tradição judaica. Se o diluvio aconteceu em 1657, então 120 anos antes, por volta de 1537, mas veja que o Versículo 7 de Gênesis 6, Deus diz que destruirá a humanidade, e isto antes de Noé achar graça aos olhos de Deus, portanto a informação sobre Cainã pode estar correta.

d) a sequência do sumo sacerdócio satânico até o diluvio
 
          Satanás é um querubim caído, esteve com Deus e Jesus Cristo, na criação do Universo, e era um portador de princípios de Luz, de Deus, então ele não cria nada, ele copia tudo o que vira nos céus, então copia o sumo sacerdócio, para divulgação dos seus princípios, que por permissão de Adão, foram aflorados na terra.
 
d1) Caim
Vamos voltar lá em Gênesis 4:6-7, ali começa a escolha de Caim, decide, ser sumo sacerdote de Satanás, e rejeita o de Deus. Quando Deus diz a Caim,  que ele seria errante, e vagabundo, ou peregrino, como está no original hebraico, ( 4:11-14) Caim questiona a Deus, será que aquele que achar não me matará? Ele tinha medo de quem? Se realmente fosse como a religiosidade prega, que Adão é o primeiro homem, então naquele momento da historia, só havia ele, Adão, Eva, e algumas irmãs, então medo de quem? da sua família? É claro que não! é da multidão de pessoas humanas, que já existiam, desde a criação da humanidade por Deus, em Gênesis 1:26-27, e que muitos já haviam aprendido com Adão, a cultuar o Deus Único, a cultivar a terra, já haviam começado a passar pelo processo de evolução humana, e começavam a viver os princípios de Luz de Deus, e então não o matariam,  porem muitos, continuavam na pré-história, eram salteadores, matavam para comer, então era destes que Caim tinha medo.

d2) A marca de Caim
Deus coloca uma marca em Caim (V.15). Qual era este sinal? muitos dizem que Deus tornou a sua pele escura, portanto a raça negra, é descendente de Caim, por isto é maldita, e isto é a origem do racismo, pela cor, que ainda vemos muito nos dias de hoje, pela sequência das genealogias todos os descendentes de Caim, morreram no diluvio (1657) portanto, só ficaram Noé, e seus filhos, e lá fala as nações que surgiram da sua descendência, e Noé era descendente de Sete e não de Caim, portanto se a marca era a cor da pele, ele se extinguiu no diluvio, e então não teriámos ninguém da cor negra em nossos dias. Porém o Livro apócrifo de Moisés, diz que a cor negra, surgiu, quando Deus amaldiçoou a terra em que viviam, com deserto, que é o atual deserto do Saara, ou o deserto bíblico do Sinai, mas o livro diz que desceu uma cor escura dos céus e contaminou os cananitas, e se tornaram negros( 7:8)  e por isto foram desprezados, e como se espalharam pela África, justificaria a origem da cor negra na Africa, e o caos econômico que vivem os povos africanos. Mas existe uma possibilidade, se Naamá a esposa de Noé, era irmã de Tubalcaim, descendente de Caim, ela poderia ser da cor negra, e Cão seu filho caçula, ter herdado geneticamente a cor negra, e pela mistura somente entre eles, os descendentes de Cão, a cor negra ficou mais ativa geneticamente, e poderia ter gerado os africanos. Em compensação dos descendentes de Jafé, surgiu os Arias, os arianos, os atuais alemães, e povos daquela região, são loiros e de olhos azuis.

          A Bíblia não fala qual era a marca, mas a palavra hebraica no texto é `ôt. Significa: marca, sinal, prodígio, e ela aparece nos textos hebraicos do Velho Testamento em: Gênesis 1:14, quando sol e lua são sinais dos tempos determinados, isto para nós humanos, que vivemos no sistema solar, para Deus é diferente pois Ele vive em toda a Criação, portanto no Universo e acima dele. Em Gênesis 9:13 e 17:11, onde o arco íris é citado como a marca da aliança com Noé, Gênesis 17:14 o sinal da aliança com Abraão, a circuncisão, em Josué 4:6, quando eles fazem um altar com as 12 pedras tiradas do Jordão, em Gilgal, que aquele altar seria para sinal, para quando os seus filhos os vissem e perguntassem o que era aquele altar, era para que fosse ensinados no que Deus havia feito por eles, quando os tirou da terra do Egito, então não temos como saber qual era o sinal, mas Deus disse que o pôs. E ele seria reconhecido pelo sinal.  Deus fala que quem matar a Caim sete vezes será castigado,(V15)  isto era uma profecia, Caim deveria morrer na sua sétima geração. veja a genealogia dele, na sequência do texto, e foi colocada por Moisés, ai em Gênesis, para que soubesse; Caim (1ª) Enoque(2ª) Irade (3ª) Meujael (4ª) Metusael (5ª) Lameque(6ª) das mulheres de Lameque os primogênitos de Ada : Jabal (7ª) e de Zila a outra mulher Tubalcaim (7ª). Veja que Lameque diz as suas duas mulheres Ada e Zila: Gênesis 4: 23-24   ...Por uma ferida matei um homem, e por uma contusão matei um menino. Se Caim será vingado sete vezes, Lameque setenta de sete( versão da Igreja Católica) O Livro de Jasher, ou o livro do justo, citado na Bíblia em Josué 10:13 e I Samuel 1:18. Este Livro diz que Lameque já era velho, e não enxergava mais, e em um certo dia estava caçando com seu filhos Tubalcaim, que havia feito setas grandes ( lanças) pois ele dominava a arte do ferro e do cobre, diz que viram alguma coisa se mexer na mata, e Tubalcaim, atirou a lança, e Lameque uma pedra com uma funda, a lança atingiu Caim do lado, e a pedra da funda entre os seus olhos, e Caim morreu.  Quando viram que era seu avô Caim, se lembraram da maldição, e diz ainda que, Tubalcaim pisou no pé de Lameque, e ele golpeou acidentalmente também seu filho Tubalcaim,  que o conduzia, mas que depois bateu em sua cabeça com uma pedra. Esta historia também está registrada em livros árabes e etíopes, e a versão é a mesma.

          Lameque matou a Caim, na sétima geração, quando já havia nascido Jabal e Tubalcaim, e Lameque na verdade achava que seria morto também, porém ele cumpriu a justiça de Deus, e a profecia de Deus, que Caim morreria na sétima geração, então quando ele diz que ele será maldito 70 de sete, ele está dizendo que viverá por 70 semanas de 7 anos, ou seja por mais 490 anos. O Livro de Jasher ainda diz que Ada e Zila eram filhas de Cainã, que viveu entre 325 e 1235,  a  quarta geração de Adão, e que Zila mãe de Tubalcaim era estéril, mas que bebera uma porção, possivelmente demoníaca, vinda de Satanás, através de Caim, e que esta porção, todas as mulheres que não queriam ter filhos, para se manterem belas, a tomavam e se tornavam estéreis. Porém com ela que já era estéril, o efeito foi ao contrario, e quando já era de idade avançada, deu a luz a Tubalcaim e a Noema. Se Lameque é a sexta geração de Caim, ele deve ter nascido, não existe registro, mais ou menos no mesmo período do sétimo da geração de Adão, que é Matusalém, por volta de 680, e teve sua vida aumentada em 490, provavelmente morreu no diluvio. Então da genealogia de Caim, somente ele e Lameque foram sumos sacerdotes satânicos.

          O Livro de Jasher ainda diz que como através de Tubalcaim, que dominava arte do ferro e do cobre, e de Jabal que dominava arte cerâmica, pois segundo o livro, ele começou a construir casas, em pedras, e desenvolveu a cerâmica do tijolo, se proliferou na terra a fabricação de ídolos, de imagens de antepassados, de animais, e outros e a idolatria se proliferou na terra, se esqueceram do Deus que havia criado os céus e a terra, e passaram a adorar imagens, e isto desagradou muito a Deus. (Gênesis 6:5).

d3) a Inteligencia dos descendentes de Adão
O ser humano daquela época, descendente de Adão,  era muito inteligente, pois isto viera de Deus, através de Adão. A capacidade mental era de 100%, usavam 100% do cérebro. Então quando Deus reduz, a vida humana para 120 anos, ou seja para 10 a 15% do que se vivia (Gênesis 6:3) Deus reduz a capacidade mental para 10 a 15%, o uso do cérebro em 10 a 15%, é o que acontece conosco hoje, a pessoa mais sábia em nossos dias, usas somente entre 10 a 15% do seu cérebro, e isto é provado cientificamente, então é a mesma coisa, não tem controle, não sabem usar, se reduz. Com Deus foi a mesma coisa, usavam a capacidade mental somente para a maldade, Deus reduziu a capacidade cerebral para 10 a 15%.

d4) a maldade enche a terra
A maldade se prolifera na terra através de Lameque, em Gênesis 6:2, diz que Os filhos de Deus viram que as filhas dos homens eram formosas e as tomaram como esposas, e deste relacionamento surgiram os gigantes na terra. A maioria dos teólogos, acham que se trata dos filhos da descendência de Sete, ou seja os do sacerdócio de Deus, portanto os filhos de Deus, é que tomam filhas da descendência de Caim, e então surgem os gigantes na terra.

          O Livro de Enoque diz que os filhos de Deus,  eram anjos dos céus (7:1) e Judas diz também diz em 1:6 sobre anjos que não guardaram o seu principado, mas deixaram sua própria habitação, ou seja dá a entender que " deixaram sua habitação" que se transformaram em seres humanos, para terem relações sexuais com as mulheres da terra, e Judas ainda os compara aos de Sodoma e Gomorra, isto é homossexuais, então não só mantinham relações sexuais, hétero, como homo, e diz que contaminaram a suas carnes, e rejeitaram as dominações. Dominações é a classe de anjos de autoridade e poder. E Judas diz que se Miguel em contenda com o diabo, não proferiu juízo de maldição, contra ele, dizendo que o Senhor te repreenda, estes anjos também serão julgados por Deus, mas que falam mal das coisas de Deus, como irracionais, entraram na contradição de Caim, então foram enganados por Satanás, e os compara a varias coisas, mas a principal "estrelas errantes", era como se referia a hierarquia celestial de anjos "estrelas! (Isaías 14)  então eram anjos errantes, e diz que deste profetizou Enoque, citação do versículo do Livro de Enoque (7:1). Outro texto que nos leva a entender que Filhos de Deus são anjos, é o de Jó 1:6 " em um dia que os Filhos de Deus vieram apresentar-se diante de Deus, e veio Satanás entre eles"  e Jó 2:1, portanto é certo que este relacionamento em que surgiram gigantes na terra, é entre Anjos decaídos, e mulheres da terra. Outro fato que nos chama a atenção é quando os dois anjos em Sodoma (Gênesis 19:1) na casa de Ló, e tentaram ter relações homossexuais com eles (V5) Ló inclusive oferece as suas filhas aos homens, mas eles rejeitam, querem manter relações sexuais com os anjos,  isto aconteceu, porque era comum, acontecer, anjos decaídos, se transformavam em seres humanos machos, e mantinham relações hetero e homossexuais, homens e mulheres da terra. Era a abominação de Satanás espalhada pela face da terra.

e) O diluvio
 
          Noé durante a sua vida pregava o arrependimento, e a volta aos princípios de Deus, pois a destruição era eminente. O Alcorão, livro sagrado dos mulçumanos, diz que:  Noé continuamente e abertamente alertava o povo, porque por mais de 1000 anos tinham sido iníquos desde os tempos de Caim. Ele chamou o povo para servir a Deus, e disse que ninguém, além de Deus podia salva-los. Ele disse que o tempo do diluvio havia sido declarado, e não poderia ser adiado, e que o povo deveria retornar a Deus, para que pudesse perdoá-los. Os chefes tribais, incrédulos, disseram que Noé estava em um erro evidente, e era somente um mortal, como eles. Noé respondeu esta acusação de que ele não estava errando, que ele era um mensageiro do Senhor do Universo, que transmitiu-lhes a mensagem de Deus. Noé foi enviado como um aviso, para dar as pessoas a chance de se arrependerem e serem perdoadas, e para encontrar misericordia. Deus comandou Noé a construir a arca por Sua inspiração. Como começou a construir a arca, os chefes tribais passavam por ele e o escarneciam. Após a sua conclusão a arca estava carregada com animais domésticos. E os que não creram na mensagem morreram afogados.

          Esta história do diluvio é contada também por outros povos, está na mitologia dos índios Tupis Guaranis, aqui no Brasil,  quando os jesuítas chegaram ao continente, em cerca de 1500, ouviam esta história, na mitologia dos Maia, que é a explicação para a origem do povo Maia, na mitologia dos povos da china, que fala do grande barqueiro que salvou a humanidade, no épico de Gilgamech dos sumérios, na mitologia na história de Deucalião. Foi encontrada também em Nipur na Babilônia, uma pedrinha de 1600 AC, também contando a historia de uma devastadora inundação.

          O livro apócrifo de Moisés, diz que o diluvio somente cobriu 1/3 da terra, e este 1/3 pode ser somente da terra que ele conhecia, ou seja a região da Asia menor, sul da Europa e norte da Africa. A ciências diz, que o diluvio foi a pelo rompimento do Instimo do Bósforo, e que dois mares de águas doces, o Negro e Cáspio, que haviam sido formado pelo derretimento dos gelos da era glacial, que cobria a Europa, e que se romperam, inundando toda aquela região, e após formando os mares Negro e Cáspio, com a mistura de águas salgados do mar mediterrâneo e Egeu. Esta teoria é contestadas por muitos, cientistas, porem em uma analise entre 1998 e 2005 dos sedimentos do mar mediterraneo, chegaram a conclusão que o diluvio do mar Negro realmente aconteceu, mas isto ainda continua a ser discutido.
 
          Isto também explicaria, ainda a existência de gigantes, pós diluvio, e também a continuação da ação de Satanás pós diluvio. Outra coisa importante é que temos que entender, como está escrito no Alcorão, Noé colocou na arca somente animais domésticos, pela descrição e tamanho da arca,  não caberia um casal de cada animal da terra, precisaria de muitas arcas,  e imagine você, colocar Leões, Tigres, onças, lobos, hienas, junto com zebras, antílopes, carneiros, bois, que na verdade, são a base de suas alimentações, para mante-los na arca, Noé, teria que sacrificar animais, para alimentá-los, então é certo que só foram animais domésticos,  o diluvio não foi em toda a terra, foi na terra civilizada daquela época, e conhecida, a Ásia menor, e parte da Europa, e Norte da Africa, e animais que estivessem fora desta região do alagamento, não precisaram ser preservados, portanto não foram colocados na arca.
 
          Temos que ter nossas mentes abertas, e dizer "não" ao radicalismo religioso, pois isto já foi um desastre no passado, muitos foram queimados em fogueira na idade média, como feiticeiros, porque diziam que a terra girava em torno do sol, e não ao contrario, e hoje sabemos que isto é real. No entanto algum religioso mediócre, baseado no seu entendimento de Gênesis 1, em que vê Deus criando o universo, e achou que o sol e a lua, foram criados em função da terra, portanto giravam em torno dela, e por isto muitos foram mortos, numa das mortes mais terríveis, a fogueira, pois tinha que queimar no inferno, pois eram feiticeiros, e em nome de Deus. Hoje sabemos que isto foi um absurdo do radicalismo religioso, mas mesmo hoje sabendo que estavam errados, não tem como fazer justiças, pois aquelas vidas se foram. Então preste muito a atenção nas suas interpretações bíblicas, fora de conhecimento bíblico e científico.

          Mas então Deus destruiu a terra civilizada pelo diluvio, Deus não precisava destruir toda a terra, ele precisava, destruir, a descendência de Caim, a satânica, e a descendência de Sete que não eram fieis. Mas isto é mais um dos aspectos da Multiforme Sabedoria de Deus, Deus precisava que a terra, fosse agricultavel,  populada, para desenvolvimento da humanidade,  e que Seu nome fosse conhecido em todas as novas nações que surgiriam, precisava que a Europa, já não estivesse na era glacial, coberta de gelo, por isto o desgelo, e o Diluvio. Também, precisava que Sem, Cão e Jafé, fossem sumo sacerdotes em suas descendencias.  Começa uma nova geração.

f) a genealogia o direito ao sumo sacerdócio, pós diluvio

          Veja que a genealogia agora passa ser pelos filhos que formarão novas tribos, novas civilizações, então vemos: Gênesis 10:2 - Os filhos de Jafé: Gomer, Magogue, Madai, Javã, Tubal, Meseque, e Tiras. 10:3 os filhos de Gomer: Asquenaz, Rifate e Togarma. 10:4 de Javã: Elisá, Társis, Quitim, e Donadim.
 
          E no verso 5 vemos algo muito interessante, "Destes saíram os povos dispersos nas ilhas das nações, em seus diversos países, cada qual segundo a sua língua, segundo a suas famílias e suas nações."
 
          Veja que na multiforme sabedoria de Deus, já estava planejada a dispersão dos povos e a diversidade de línguas. Então de Jafé surgiram os povos Indo-europeus, povoaram a Europa, e Asia menor, formando os povos  Indu-Europeus (Gregos, Albaneses, Anatólios, Armenios, Balticos, Celtas, Germanos, Indo-Arianos, Indo-Iranianos, Itálos, Eslavos, falavam diversos idiomas) Tracios( Bulgária, Roménia, Moldávia, nordeste da Grécia, Turquia Europeia, e Turquia Asiática, Servia e parte da Macedónia, falavam o idioma trácio) Citas (Irã) Frigios (atual Turquia) e Medo-Persas (Iraque, Líbia, Líbano, ). E estes ainda vão se dispersar, e encontrar, os primeiros povos, e  formar vários outros países que conhecemos hoje, Índia, Paquistão, China, França, Inglaterra etc...

          Gênesis 10:6 fala sobre os descendentes de Cão: Cuxe, Mizraim, Pute, Canaã, (10:70) De Cuxe: Sebá, Havila, Sabtá, Raamá, Sabteca, os filhos de Raama: Sebá e Dedã. Formaram os seguintes países: Cananeus, Egípcios, Filisteus, Hititas, Amorreus.

          Quando Cão vê a Noé nu, (Gênesis 9: 20-23) Noé retirou o direito de primogenitura de Cão, e passou a Sem e Jafé (Gênesis 9:26-27) e profetizou que seus descendentes, seriam servos, deles. Então Cão não tinha mais direito de sumo-sacerdócio.

De Sem: vieram as seguintes nações: Hebreus, Cananeus, Assirios, Elamitas, Sírios.

g) a sequência do sumo sacerdócio pós diluvio.
 
          Noé foi sumo sacerdote de 1657 a 2006. Pela genealogia de Sem (Gênesis 11:10-32) veremos quem tinha o direito ao Sumo Sacerdócio são:  Sem, Axafarde, Sela, Éber, Pelegue, Reu, Serugue, Naor, Terá, Abraão.
 
          Sem, tinha 100 anos quando gerou Axafarde, e viveu mais 500 anos, então nasceu em 1559 e viveu até 2159, foi sumo sacerdote de 2006 a 2159, Axafarde nasceu dois anos após o diluvio, (V10) portanto 1659, viveu 438 anos, então viveu até 2097, não foi sumo sacerdote, Sela nasceu em 1694, viveu 433 anos, então viveu até 2127, não foi sumo sacerdote, Éber nasceu em 1724 e viveu 464 anos então viveu ate 2188, foi sumo sacerdote de 2159 a 2188, Pelegue nasceu em 1758, viveu 239 anos, então viveu até 1997, não foi sumo sacerdote, Reu nasceu em  1788, viveu 239 anos, então viveu ate 2027, não foi sumo sacerdote, Serugue nasceu em 1820, e viveu 230 anos, então viveu ate 2050, não foi sumo sacerdote, Naor nasceu em 1850, viveu 148 anos, então viveu até 1998, não foi sumo sacerdote, Terá nasceu em 1879, viveu 205 anos, viveu ate 2084, não foi sumo sacerdote, Abraão nasceu em 1949, viveu 175 anos, viveu até 2124, não foi sumo sacerdote. Então de Noé a Abraão, foram sumo sacerdotes: Noé, Sem e Éber. Isaque nasceu 2048, viveu 180 anos, viveu até 2228, foi sumo sacerdote de 2188 a 2228.

          Após o diluvio as ações de Satanás, aumentarão muito. Deveria ter se extinguido, visto que teoricamente os descendentes de Caim, haviam ficado no diluvio. Porém tinha uma brecha. A Bíblia não cita quando fala de Noé, o nome de sua esposa. Porém no versículo de Gênesis 4:22, vemos que a irmã de Tubalcaim era Noema. A tradição judaica diz que a esposa de Noé era Noema, ou Na`amah, que significa cheia de beleza, e esta era irmã de Tubalcaim, descendente de Caim. Veja aqui cai por terra a hipótese de que os gigantes, vieram da relação dos descendentes de Sete, com as descendentes de Caim, pois Noé era descendente de Sete, e Noema descendente de Caim, e de nenhum dos seus filhos, a bíblia fala que eram gigantes. A Bíblia não cita o nome dela diretamente, justamente por ser da descendência de Caim. Como Deus havia dito que quando duas pessoas se casam formam uma só carne, Deus, não podia deixar a esposa de Noé, fora da arca. E esta foi a brecha de Satanás, pois Cão, o filho mais novo, o caçula, era mais próximo da mãe, e a mãe por sua vez, lhe passava, os ensinamentos, os princípios que havia recebido de seus pais, e estes princípios eram os de trevas, vindo de Caim, então através da descendência de Cão, os princípios de Satanás, se proliferaram novamente na terra, a idolatria aumentou ainda mais, o homossexualismo, como vimos com os anjos no caso de Ló, a ação demoníaca dos anjos caídos, guerras, mortes etc... ficou pior do que era antes do diluvio. A ponto de Terá pai de Abraão nem poder ser sacerdote, pois vivia da confecção e venda de imagens de deuses, caldeus, da suméria.

          Vemos aparecer neste período um dos mais poderosos, sumo sacerdotes de Satanás: "Ninrode", descendente de Cão, através de Cuxe seu filho (Gênesis 10:8-12) e este constrói a torre de Babel, achando que poderia matar a Deus, que subiria tão alto com a torre que chegaria aos céus e mataria a Deus, em vingança da morte dos seus antepassados. Ele foi o rei da Caldeia, rei dos sumérios, ele é Gilgamech, do épico sumério. Era considerado um semi-deus sumério. Diz a tradição judaica, que como Abraão pregava o culto a um Deus único, isto o irritava, pois pela sua soberba, achava-se um deus, e atirou Abraão em uma fornalha, mas Abraão foi salvo pelos anjos de Deus, como aconteceu com Sadraque, Mesaque e Abdnego, descritos no livro de Daniel.

          Os escritos rabínicos derivam o nome Ninrode do verbo hebraico " ma-rádh" que significa "rebelar" . Assim o Talmude Babilônico (Erubin 53a) declara: "Então porque foi ele chamado de Ninrode? Porque incitou todo o mundo a se rebelar (himrid) contra sua Soberania"(Enciclopedia de Interpretações Bíblicas de Manahen M. Kascher, Vol II, 1955, pagina 79)

          Sobre este homem Josefo escreveu: "Pouco a pouco, transformou o estado de coisas numa tirania, sustentando que a única maneira de afastar os homens do temor a Deus era faze-los continuamente dependentes do seu próprio poder. Ele ameaçou vingar-se de Deus, se Este quisesse novamente inundar a terra; porque construiria uma torre mais alta do que poderia ser atingida pela água e vingaria a destruição dos seus antepassados. O povo estava ansioso de seguir este conselho, achando escravidão submeter-se a Deus; de modo que empreenderam construir a torre [...] e ela subiu com rapidez além de todas as expectativas" Antiguidades Judaicas I, 114, 115 (iv,2,3)   

          Abraão teve que sair da sua terra Ur da Caldeia, a mando de Deus, porque era o único da linhagem sacerdotal, que acreditava no Deus único.

          Abraão não foi sumo sacerdote, mas se preocupava por não ter uma descendência que pudesse dar a continuidade do direito de sumo sacerdócio por genealogia, por isto questionava a Deus ( Gênesis 15:1-5) e Deus lhe promete Isaque.

          Nesta época, o sumo sacerdote era Éber, porem a bíblia nos fala de um sacerdote, a quem Abraão deu o dizimo, pois esta era uma das funções do sumo sacerdote, recolher os dízimos do povo, a bíblia nos fala em Melquisedeque rei de Salém ( Gênesis 14:18-20). Deus promete por profecia através de Davi,  que Jesus seria da ordem de Melquisedeque (Salmos 110:4) e confirmado em Hebreus 7:21, e em Hebreus 5:6;10, e 6:20, diz que Jesus era sumo sacerdote da ordem de Melquisedeque. O capitulo 7 de Hebreus fala sobre o sumo-sacerdócio de Jesus, da ordem Melquisedeque, e fala do fato de Abraão, o pai da fé ter dado o dizimo, a Melquisedeque. E Hebreus 7:3 diz que Melquisedeque era sem genealogia, não tinha princípios e nem fim de dias, mas sendo semelhante ao próprio filho de Deus. Então Melquisedeque era o próprio Jesus Cristo, vindo a terra nos tempos de Abraão, por isto ele não era da genealogia humana de Sem, mas exercia o sumo sacerdócio, era sumo sacerdote espiritual de Deus, apesar de Éber ser o sumo sacerdote humano,  por genealogia, vindo de Adão, Melquisedeque exercia o sumo sacerdócio. E Isto era a prefiguração do sumo sacerdócio de Cristo, fora da descendencia da Tribo de Levi,  vindo da tribo de Judá, que veremos na outra postagem.

          O ser sumo sacerdote, passou a ser tão desprezado, que Esaú, o primogênito de Jacó, com direito ao sumo sacerdócio, trocou a primogenitura, este direito por um prato de lentilha (Gênesis 27). Então o sumo sacerdócio passa a ser exercido por Jacó.

I Cronicas 5: 1-2  diz que:  Rubem o primogênito de Jacó com Lia, tinha o direito a primogenitura, porém porque profanara a cama de seu pai, (Gênesis 35:22 manteve relações sexuais com Bila, concubina de Jacó) deu-se a primogenitura aos filhos de José, de modo que não foi contado na genealogia da primogenitura. (V2) Porque Judá foi poderoso entre os irmãos, e dele veio o soberano,(Davi) porem a primogenitura foi de José.  Jacó deu a primogenitura a José, porque era o seu primogênito com Raquel (Gênesis 35:24) E dos filhos de José, apesar de Manasses ser o primogênito, o que teria o direito ao sumo sacerdócio, Jacó, que ainda estava vivo, abençoou a Efraim o mais novo(Gênesis 41:52) com a primogenitura (Gênesis 48:14). Então depois de Jacó o sumo sacerdote foi Efraim. O primogênito de Efraim foi Sutela, (Números 26:35) que foi sumo sacerdote depois de Efraim, e o primogênito de Sutela foi Erã (Números 26:36) que foi sumo sacerdote após Sutela. O ultimo sumo sacerdote por descendencia de Adão, depois dele somente Jesus Cristo, pois Deus muda o sumo sacerdócio para a Tribo de Levi.

Esdras 2:62 e Neemias 7:64, deixam bem claro que as genealogias eram para se saber quem podia exercer os sacerdócio.

Concluindo
 
          Deus formou Adão e Eva, imortais eternos, para serem sumo-sacerdotes da humanidade, dos primeiros homens que já existiam aqui na terra criados por Deus (Gênesis 1:26-27) Adão e Eva caíram, deixaram se levar pela soberba, e como consequência os princípios de Satanás, foram introduzidos na terra, perderam pelo pecado a eternidade, passaram a ser mortais, como qualquer humano, não eram para ter descendência, pois seriam eternos, como passaram a ser mortais, a sequência do sumo-sacerdote até a vinda do último sumo sacerdote Jesus Cristo, teria que ser por descendência humana. Então se segue a sequência, até os filhos de José. Mas veja foi um sumo-sacerdócio, cheia de ações do maligno, pouco conhecimento de Deus, foi o sacerdócio do ÁTRIO. E após o Êxodo  a nação de Israel, berço de Jesus Cristo, seria a nação sacerdotal, e o sumo sacerdócio é determinado por Deus, para a Tribo de Levi, é o que veremos na sequência na próxima postagem. Mas todos os acontecimentos Bíblicos, seguem a Multiforme Sabedoria de Deus, até a volta de Jesus Cristo, quando a Igreja, ensinará aos anjos, a hierarquia celestial, os princípios de Luz de Deus.
 

Google+ Followers

Postagens populares