sábado, 17 de agosto de 2013

Noé: Salvou nossa Antecedência

 
NOÉ
 
 
“Pela fé Noé, divinamente avisado das coisas que ainda não se viam, temeu e, para salvação da sua família, preparou a arca, pela qual condenou o mundo, e foi feito herdeiro da justiça que é segundo a fé.” (Hebreus 11:7)
 
 
 
 
          Nestas próximas semanas, vamos conhecer alguns homens muito especiais. Eles não são super-heróis, não têm superpoderes, não tem armas superpoderosas, mas deixaram seus nomes escritos na história do Reino de Deus. Cada um deles tem uma história fantástica, e vamos começar por aquele salvou a humanidade de ser destruída no dilúvio. Como é seu nome? Muito bem!  NOÉ.
 
          A história de Noé começa em Gênesis 5:29, quando lemos sobre seu nascimento. Noé era filho de Lameque: “A quem chamou Noé, dizendo: Este nos consolará acerca de nossas obras e do trabalho de nossas mãos, por causa da terra que o SENHOR amaldiçoou.” E seu nome, em hebraico, significa “descanso”, “alívio”, “repouso” e “consolo”.
 
          Vamos encontrar Noé outra vez em Gênesis 6:8, quando afirma que Noé havia achado graça aos olhos do Senhor, apesar de todo o desgosto que a humanidade havia causado em Deus por causa de seu mau comportamento. “Achar graça aos olhos do Senhor”, ou, como diz a Nova Versão Internacional, “o Senhor mostrou benevolência a Noé”. Mas, por que Noé chamou a atenção de Deus? Noé era diferente dos demais homens do seu tempo. Eis a razão pela qual o Senhor mostrou benevolência a ele.
 
          E como eram os homens do seu tempo? A Bíblia diz, em Gênesis 6:5: “E viu o SENHOR que a maldade do homem se multiplicara sobre a terra e que toda a imaginação dos pensamentos de seu coração era só má continuamente”. Então, vamos entender que eles eram maus, imorais, violentos, não amavam a Deus e não havia respeito entre eles.
 
           Então Deus tomou uma decisão: “E disse o SENHOR: Destruirei o homem que criei de sobre a face da terra, desde o homem até ao animal, até ao réptil, e até à ave dos céus; porque me arrependo de os haver feito.” (Gênesis 6:7). Em meio a dias tão difíceis, porém, a Bíblia nos fala que Noé achou graça aos olhos do Senhor. Noé se mantinha separado do pecado, tinha uma família bem definida, era um homem completamente diferente.
 
          Deus deu, então, uma ordem a Noé: Que construísse uma arca. E lhe deu todas as instruções: tamanho, material que deveria usar, etc. Durante cem anos, Noé e seus filhos construíram a arca. Você pode imaginar tudo o que eles ouviram nesse tempo? Eles moravam em uma região seca, não tinha rio.
 
O que as pessoas devem ter dito a ele e a sua família?
“Tá ficando doido?”
“Vai fazer o que com esse barco enorme, se não tem rio pra navegar?”
Talvez, se fosse hoje, as pessoas diriam:
“Xii! Pirou!”
“Coitado!”
“Tá maluco!”
 
           Agora pense: 100 anos ouvindo, todos os dias, as mesmas gracinhas, piadas, xingamentos. Mas Noé não desistiu. E enquanto construía, procurava falar do amor de Deus àquelas pessoas. Quando a arca ficou pronta, ele entrou, com toda sua família e tudo o mais que Deus lhe havia mandado trazer: “Assim fez Noé; conforme a tudo o que Deus lhe mandou, assim o fez.” (Gênesis 6:22)
 
          Uma semana depois, a chuva começou a cair, e inundou toda a terra. Por 40 dias, a água desceu do céu com violência, inundando tudo, e tudo que tinha vida, morreu. Depois que a chuva parou, as águas demoraram a baixar. Quando a arca repousou sobre o Monte Ararat, Noé esperou alguns dias e soltou, primeiro, um corvo. Ele saiu e voltou, pouco tempo depois. Noé esperou mais alguns dias e soltou uma pomba, que voltou. Mais alguns dias, Noé soltou outra pomba, que voltou com uma folha de oliveira no bico, sinal que a terra havia secado. Depois, ele a soltou de novo, e ela não voltou. Ele esperou, então, a ordem de Deus para sair da arca, e, ao sair, sua primeira atitude foi levantar um altar ao Senhor e adorá-lO.
 
          Vamos aprender com Noé algumas coisas que agradam o coração de Deus: SANTIDADE; COLOCAR DEUS SEMPRE EM PRIMEIRO LUGAR; OBEDIÊNCIA; FÉ; PACIÊNCIA; JUSTIÇA; ESPÍRITO DE ADORAÇÃO.

Google+ Followers

Postagens populares