segunda-feira, 12 de agosto de 2013

Viquem atentos! Há Anjos Ministradores ao seu lado neste momento!



Anjos Ministradores

“Não são, porventura, todos eles espíritos ministradores, enviados para servir a favor daqueles que hão de herdar a salvação?” ( Hebreus 1:14 )




          Os anjos (do grego angelos e do hebraico malachins, ambos significando mensageiros), são seres espirituais criados por Deus. Também são os anjos espíritos ministradores enviados por Deus em favor das pessoas que irão herdar a salvação. Os anjos são espíritos ministradores, mas afinal das contas, são espíritos ministradores de quê? A Bíblia nos mostra que os anjos ministram as seguintes bênçãos espirituais ao povo de Deus:

          Anjos Ministradores da Proteção Divina
“O anjo do SENHOR acampa-se ao redor dos que o temem, e os livra” ( Salmo 34:7 )

“Porque aos seus anjos dará ordem a teu respeito, para te guardarem em todos os teus caminhos” ( Salmo 91:11 )

          Os anjos são enviados pelo Senhor para ministrar a proteção do Senhor sobre a vida do seu povo, conforme registrado nos dois versículos anteriores.
           Anjos Ministradores da Libertação Divina

          “E, quando Herodes estava para o fazer comparecer, nessa mesma noite, estava Pedro dormindo entre dois soldados, ligado com duas cadeias, e os guardas diante da porta guardavam a prisão. E eis que sobreveio o anjo do Senhor, e resplandeceu uma luz na prisão; e, tocando a Pedro no lado, o despertou, dizendo: Levanta-te depressa! E caíram-lhe das mãos as cadeias. E disse-lhe o anjo: Cinge-te e ata as tuas sandálias. E ele o fez assim. Disse-lhe mais: Lança às costas a tua capa e segue-me. E, saindo, o seguia. E não sabia que era real o que estava sendo feito pelo anjo, mas cuidava que via alguma visão. E, quando passaram a primeira e a segunda guarda, chegaram à porta de ferro que dá para a cidade, a qual se lhes abriu por si mesma; e, tendo saído, percorreram uma rua, e logo o anjo se apartou dele. E Pedro, tornando a si, disse: Agora, sei, verdadeiramente, que o Senhor enviou o seu anjo e me livrou da mão de Herodes e de tudo o que o povo dos judeus esperava” ( Atos 12:6-11 ). O rei Herodes havia mandado prender o apóstolo Pedro. Na prisão, Pedro foi visitado por um anjo do Senhor que lhe ministrou a libertação daquela prisão.


           Anjos Ministradores de Apoio ao Evangelismo

          “E o anjo do Senhor falou a Filipe, dizendo: Levanta-te e vai para a banda do Sul, ao caminho que desce de Jerusalém para Gaza, que está deserto. E levantou-se e foi. E eis que um homem etíope, eunuco, mordomo-mor de Candace, rainha dos etíopes, o qual era superintendente de todos os seus tesouros e tinha ido a Jerusalém para adoração” ( Atos 8:26-27 )

          “E havia em Cesaréia um varão por nome Cornélio, centurião da coorte chamada Italiana, piedoso e temente a Deus, com toda a sua casa, o qual fazia muitas esmolas ao povo e, de contínuo, orava a Deus. Este, quase à hora nona do dia, viu claramente numa visão um anjo de Deus, que se dirigia para ele e dizia: Cornélio! Este, fixando os olhos nele e muito atemorizado, disse: Que é, Senhor? E o anjo lhe disse: As tuas orações e as tuas esmolas têm subido para memória diante de Deus. Agora, pois, envia homens a Jope e manda chamar a Simão, que tem por sobrenome Pedro. Este está com um certo Simão, curtidor, que tem a sua casa junto do mar. Ele te dirá o que deves fazer. E, retirando-se o anjo que lhe falava, chamou dois dos seus criados e a um piedoso soldado dos que estavam ao seu serviço” ( Atos 10:1-7 )

          Um anjo disse para Filipe ir para a banda do Sul e, no caminho, Filipe encontrou um eunuco etíope, que veio a se converter a Cristo. Outro anjo pediu a Cornélio para que este procurasse o apóstolo Pedro e, no final da história, Cornélio também foi salvo. Com isso podemos perceber claramente que os anjos também atuam como espíritos ministradores de apoio ao evangelismo de pessoas.

          Os anjos não salvam nenhuma pessoa, mas interferem na vida dos evangelistas para que eles ganhem almas para o Senhor e também interferem na vida das pessoas para que elas procurem alguém para lhe expor o evangelho e a salvação de Deus.


           Anjos Ministradores da Provisão Divina

          “E ele se foi ao deserto, caminho de um dia, e veio, e se assentou debaixo de um zimbro; e pediu em seu ânimo a morte e disse: Já basta, ó SENHOR; toma agora a minha vida, pois não sou melhor do que meus pais. E deitou-se e dormiu debaixo de um zimbro; e eis que, então, um anjo o tocou e lhe disse: Levanta-te e come. E olhou, e eis que à sua cabeceira estava um pão cozido sobre as brasas e uma botija de água; e comeu, e bebeu, e tornou a deitar-se. E o anjo do SENHOR tornou segunda vez, e o tocou, e disse: Levanta-te e come, porque mui comprido te será o caminho” ( 1 Reis 19: 4-7 )

           Elias estava sendo perseguido, cansado, com fome e com sede. E eis que Deus envia a ele um anjo para lhe ministrar uma provisão de mantimentos. Dessa forma, existem anjos ministradores também de provisão de mantimentos.

           Anjos Ministradores da Cura Divina

          “Ora, em Jerusalém há, próximo à Porta das Ovelhas, um tanque, chamado em hebreu Betesda, o qual tem cinco alpendres. Nestes jazia grande multidão de enfermos: cegos, coxos e paralíticos, esperando o movimento das águas. Porquanto um anjo descia em certo tempo ao tanque e agitava a água; e o primeiro que ali descia, depois do movimento da água, sarava de qualquer enfermidade que tivesse” ( João 5:2-4 )

          Nesse trecho vemos que também existem anjos ministradores da cura divina, que trazem a cura de Deus para o seu povo. Não que o anjo cure pelo seu próprio poder, mas ele o faz usando o poder de Deus, poder que lhe foi delegado pelo seu Senhor, o Altíssimo.
            Anjos Ministradores do Conforto Divino

          “E, saindo, foi, como costumava, para o monte das Oliveiras; e também os seus discípulos o seguiram. E, quando chegou àquele lugar, disse-lhes: Orai, para que não entreis em tentação. E apartou-se deles cerca de um tiro de pedra; e, pondo-se de joelhos, orava, dizendo: Pai, se queres, passa de mim este cálice; todavia, não se faça a minha vontade, mas a tua. E apareceu-lhe um anjo do céu, que o confortava. ( Lucas 22:39-43 )

           Nesse momento tão angustiante da vida de Jesus, quando ele sabia que a hora da sua crucificação estava chegando, Deus enviou a Jesus um anjo para confortá-lo nesse momento tão intenso de dor emocional.

           Portanto, os anjos de Deus ministram também o conforto divino. Os anjos de Deus podem assumir a forma humana, isto é, se materializarem em forma de pessoas, como está escrito: “Depois, apareceu-lhe o SENHOR nos carvalhais de Manre, estando ele assentado à porta da tenda, quando tinha aquecido o dia. E levantou os olhos e olhou, e eis três varões estavam em pé junto a ele. E, vendo-os, correu da porta da tenda ao seu encontro, e inclinou-se à terra” ( Gênesis 18:1-2 ). “E vieram os dois anjos a Sodoma à tarde, e estava Ló assentado à porta de Sodoma; e, vendo-os Ló, levantou-se ao seu encontro e inclinou-se com o rosto à terra. E disse: Eis agora, meus senhores, entrai, peço-vos, em casa de vosso servo, e passai nela a noite, e lavai os vossos pés; e de madrugada vos levantareis e ireis vosso caminho. E eles disseram: Não! Antes, na rua passaremos a noite. E porfiou com eles muito, e vieram com ele e entraram em sua casa; e fez-lhes banquete e cozeu bolos sem levedura, e comeram” ( Gênesis 19:1-3 )

          “Não vos esqueçais da hospitalidade, porque, por ela, alguns, não o sabendo, hospedaram anjos”
( Hebreus 13:2 )

          Por isso, temos que ficar atentos quando os anjos nos visitarem, com o objetivo de nos ministrarem as bênçãos de Deus. Mas, para que aconteçam mais manifestações dos anjos do Senhor em nossas vidas, precisamos crer mais no sobrenatural de Deus.

Google+ Followers

Postagens populares