terça-feira, 27 de agosto de 2013

Como saber se uma Profecia, Visão ou Revelação vem de Deus para nós?


COMO SABER SE UMA PROFECIA, VISÃO, REVELAÇÃO, VEM DE DEUS?
 
"Naqueles dias, adoeceu Ezequias de morte, e o profeta Isaías, filho de Amoz, veio a ele e lhe disse: Assim diz o Senhor: Ordena a tua casa, porque morrerás e não viverás.(...) E Ezequias disse a Isaías:
Qual é o sinal de que o Senhor me sarará e de que, ao terceiro dia, subirei à Casa do Senhor?"
(2º REIS 20: 1,8)
 
          Impressiona como Ezequias, mesmo tendo a certeza que Isaías era um profeta da parte de Deus, ele ainda lhe pede um sinal. O povo de Deus não pode dizer "amém" pra tudo o que ouve, mas ficar vigilante, até mesmo com os profetas reconhecidos como homens e mulheres de Deus!
 
          Um certo pastor, bastante experiente, me disse que de cada 100 profecias faladas nas igrejas, 90 vêm do homem, e somente 10 são de Deus! Espanto? Não está fora da realidade! Vasculhe os arquivos de sua memória, e tente se lembrar de quantas profecias e revelações você recebeu, e quantas delas você pode dizer: "-Aquela pessoa veio de Deus!" Está difícil de lembrar? Este assunto é muito sério, e por isso  devemos estar atentos.
 
Quando alguém se dirigir a você com profecias e/ou revelações, fique alerta com as seguintes cautelas:
 
- Quando Deus fala... Ele não deixa dúvidas, medo ou insegurança. Não é esta a função de uma revelação de Deus. Se o Senhor nos requer fé, não é justamente Ele que irá nos deixar atribulados! Para confirmar a revelação ou profecia, Ele usa outra pessoa, e mais outra, e mais outra, até você ter tanta certeza, que fica impossível você pensar que não foi Deus quem falou com você. Lembre-se sempre disso: Mesmo que seja uma dura exortação, você sabe perfeitamente que Deus falou com você! Já vi pessoas saírem de vigílias, reuniões de oração, turbadas, amedrontadas, tentando lembrar o que fizeram de errado para Deus ser tão duro com elas. Com toda certeza, se Deus falou algo naquela reunião, não foi para ela!!! "Deus não é Deus de confusão". (1º Coríntios 14:33)
 
- Quando Deus fala... Não é para exaltação de profeta, glórias para o ser humano, ou porque fulano é um ungido de fogo, vaso de azeite, etc. Deus pode usar uma pessoa - que tem o dom - tendo ela pouco tempo no Evangelho, mas que tem compromisso com Deus! Deus pode te falar sem precisar ter um auditório ouvindo, em microfones, em alto volume, exaltando você ou o profeta. Deus não precisa de platéia! Todavia, cuidado com profetas que não te entregam revelação na frente de outras pessoas. Do tipo: "-Depois vai lá em casa que eu tenho algo de Deus para te entregar!" Fofoca santa não existe! Afinal, se a revelação vem de Deus, o que a deixaria insegura de entregar próximo de outras pessoas?! Isso, é porque se a tal revelação não se cumprir, você não terá uma testemunha que confirme. Ou supostamente para falar mal da outra pessoa que estava junto com você, o que a Bíblia condena! Quando você ver estas atitudes, este tal "profeta" que você conhece não passa de um fofoqueiro!  
 
- Quando Deus fala... É com clareza, com nitidez, pra você entender. Profeta nenhum pode alegar que você não entendeu porque você está "na carne". Se você não entender, e o tal profeta te disser isso, quem está na carne é ele! Ora, se você estiver mesmo "na carne", como ele te julga, então porque DEUS falaria com você?!?! As coisas de Deus são claras! Profeta não pode falar "mistérios" e você ter que se desdobrar para entender algo que foi dito pra você entender!
 
"Eis que te digo assim que ripalabashaiguinontrosodo....."
 
E o profeta, em tom arrogante, olhar altivo, lhe diz:
 
"-Entendeu aí, varão?...Nãããooo??? Fica ligado...Fica ligado..."
 
O apóstolo Paulo deixou claro:
 
"Assim, também vós, se, com a língua, não pronunciardes palavras bem inteligíveis, como se entenderá o que se diz? Porque estareis como que falando ao ar....Todavia eu antes quero falar na igreja cinco palavras na minha própria inteligência, para que possa também instruir os outros, do que dez mil palavras em língua desconhecida". (1º Corintios 14:9,19)
 
          Deus jamais irá confundir a sua vida em nada. Coloque uma coisa na sua cabeça: Se DEUS se dispôs a falar com você, como ele poderia deixar você confuso ou com dúvidas?! Se Deus quer te falar algo, é porque Ele quer falar com você! Nós fomos criados a imagem e semelhança de Deus. Quando você quer falar algo com alguém, alertar ou advertir, você com certeza fará o máximo para ser bem claro com aquela pessoa, não é verdade?! Agora imagine Deus, o teu Criador, querendo falar algo para você! E outra: usando um ser humano igual a você!!!
 
          Portanto, tome bastante cuidado com estes "profetas" que mais julgam, do que profetizam. Veja o que a Palavra de Deus nos alerta, através do apóstolo Paulo:
 
“Mas ainda que nós mesmos ou um anjo do céu vos pregasse outro
evangelho além do que já vos pregamos, seja anátema”. (Gálatas 1:8)
 
          Paulo adverte que ainda que ELE MESMO ou até mesmo um anjo do céu pregar outro evangelho, que seja anátema - expulso do vosso meio. Ou seja, Paulo não atribui nem a ele uma obediência cega, sem base no Evangelho de Cristo.
 
          Cuidado com pessoas que se intitulam "de Deus", querendo ensinar o que eles não sabem nem para eles. Falam com arrogância, desprezo, brutalidade, etc. Em 1º Coríntios 13 nos é ensinado:
 
"Ainda que eu fale a língua dos homens e dos anjos, tenha a fé
que transporta os montes, se não tiver amor, de nada valeria".
 

          Por isso, é responsabilidade do cristão obediente, ler e estudar as Escrituras com afinco, afinal, ele vai estar obedecendo ao Senhor Jesus, que ordenou em João 5:39: "Examinai as Escrituras".
 
          Bom lembrar dos crentes bereanos, de Atos 17:11, em que tudo que Paulo e Silas pregavam, eles conferiam com as Escrituras, e assim aceitavam. E a bíblia diz que eles foram mais nobres que os de Tessalônica, porque receberam a palavra.
 
"Ora, estes foram mais nobres do que os que estavam em Tessalônica, porque de bom grado receberam a palavra, examinando cada dia nas Escrituras se estas coisas eram assim". (At 17:11)
 
          A credibilidade cega é fruto de manipulações, sem livre-arbítrio, característico na maioria das seitas diabólicas. O líder ou suposto "profeta" é visto como alguém superior, melhor que as outras pessoas, e o que ele falar é "Deus falando", independente de estar ou não de acordo com as Escrituras Sagradas.
 
          Identificamos essas manipulações, quando estes "vasos" e "profetas" não dão respostas satisfatórias, e dizem que é "pecado" questionar, perguntar alguma coisa, pois o certo é "somente obedecer!" Os versículos bíblicos são isolados, não são claros (podendo ter significado para outros assuntos). Ou seja, nunca há uma base bíblica concreta.

          Em Jonestown, no ano de 1978, o pastor Jim Jones fez 900 pessoas tomarem veneno, dizendo ser uma "ordem de Deus". E todos eles tomaram. E tanto o líder quanto os seguidores acreditavam piamente estarem fazendo algo para Deus! Isso é o pior do fanatismo! Certa vez uma irmã me perguntou: "-Pastor, será que algumas destas revelações são combinadas?" E eu respondi: "-Antes fosse! Talvez assim depois alguém descobrisse ou houvesse algum arrependimento por parte de quem o fez. Mas é pior: Acreditam com toda certeza que Deus está falando. Este é o grande problema!" Lembre-se: Em qualquer "revelação", "visão" ou "profecia", sempre haverão questionamentos e dúvidas. Perguntar, ter dúvidas, não é pecado! Jesus, o Filho de Deus, nunca se negou a responder a quem o questionasse:
 
"E, respondendo alguns dos escribas, disseram: Mestre, disseste bem.
E não ousavam perguntar-lhe mais coisa alguma". (Lucas 20:39,40)
 
          O líder, profeta, ou seja lá quem for, que é (ou deveria ser) um homem de Deus, não pode criar confusões com invejas, ciúmes de púlpito, intrigas, não tratar o próximo com desprezo, não falar mal dos outros, não responder com brutalidade, atitudes estas que não revelam os frutos do espírito e nem a sabedoria que do alto vem.
 
"Quem dentre vós é sábio e entendido? Mostre pelo seu bom trato as suas obras em mansidão de sabedoria. Mas, se tendes amarga inveja, e sentimento faccioso em vosso coração, não vos glorieis, nem mintais contra a verdade. Essa não é a sabedoria que vem do alto, mas é terrena, animal e diabólica". (Tiago 3:13-15)
 
          E por mais que um uma pessoa lhe entregue mil revelações e todas elas se cumpram! Mesmo que esta pessoa ore e paralíticos andem, mortos ressuscitem, esta pessoa não deixará de ser um "ser humano", capaz de errar, pecar, falhar, como qualquer um outro. Isso é mostrado na vida de Pedro, um dos discípulos de Jesus:
 
"Tendo Jesus chegado às regiões de Cesaréia de Felipe, interrogou os seus discípulos,
dizendo: Quem dizem os homens ser o Filho do homem? Responderam eles: Uns dizem que
é João, o Batista; outros, Elias; outros, Jeremias, ou algum dos profetas. Mas vós, perguntou-lhes Jesus, quem dizeis que eu sou? Respondeu-lhe Simão Pedro: Tu és o Cristo, o Filho do Deus
vivo. Disse-lhe Jesus: Bem-aventurado és tu, Simão Barjonas, porque não foi carne e sangue
que to revelou, mas meu Pai, que está nos céus". (Mateus 16:13-16)
 
E nesta mesma passagem que tem por título "A confissão de Pedro", veja o que aconteceu logo após Pedro ter recebido este elogio:
 
"Desde então começou Jesus Cristo a mostrar aos seus discípulos que era necessário que
ele fosse a Jerusalém, que padecesse muitas coisas dos anciãos, dos principais sacerdotes,
e dos escribas, que fosse morto, e que ao terceiro dia ressuscitasse. E Pedro, tomando-o
à parte, começou a repreendê-lo, dizendo: Tenha Deus compaixão de ti, Senhor; isso
de modo nenhum te acontecerá. Ele, porém, voltando-se, disse a Pedro: Para trás de mim,

Satanás, que me serves de escândalo; porque não estás pensando nas coisas que são
de Deus, mas sim nas que são dos homens". (Mateus 16:21-23)
 
          Por diferença de minutos, Pedro é elogiado por Jesus, por o reconhecer como o Cristo, o Filho do Deus vivo. E logo depois dá lugar ao diabo, a ponto de Jesus dizer "Para trás de mim, Satanás..." Num momento, o homem é usado por Deus poderosamente. E se der brecha, pode também ser poderosamente usado pelo diabo! E, como vimos, isso não requer muito tempo!


"Muitos me dirão naquele dia: Senhor, Senhor, não profetizamos nós em teu nome? E em teu nome não expulsamos demônios? E em teu nome não fizemos muitas maravilhas? E então lhes direi abertamente: Nunca vos conheci, apartai-vos de mim, vós que praticais a iniquidade".
(Mateus 7:22)

Google+ Followers

Postagens populares