quarta-feira, 4 de setembro de 2013

Mentira: Livre-se deste Hábito Urgente!




Mentira






          Quando falamos em mentira, logo pensamos no próprio diabo, uma vez que ele é mentiroso e pai da mentira.

"Quando ele profere a mentira, fala do que lhe é próprio, porque é mentiroso e pai da mentira." (João 8:44)

          Ele mente desde o princípio, foi assim que ele apresentou-se a Adão e Eva e é assim que continua apresentando-se para todas as pessoas existentes, sejam seguidoras de Cristo ou incrédulas. Toda mentira está diretamente associada com as intenções malignas de satanás, portanto, todo aquele que diz uma mentira, acaba sendo instrumento nas mãos dele.

          Os discípulos de Jesus não podem aceitar qualquer tipo de mentira, todos os desejos mentirosos que passam pela mente devem obrigatoriamente ser repreendidos, pois eles entendem a gravidade de uma mentira e esforçam-se, lutando contra essa prática, para que de forma alguma caiam nesse erro.

          Há pessoas que, apesar de mentir, sempre procuram uma justificativa para tal prática. Ocorre, porém, que toda a justificativa impede o reconhecimento genuíno do erro e o consequente arrependimento, levando a continuidade dessa atitude. Nesse caso, não há mudança e, sem mudança, não há novidade de vida da parte de DEUS.

          Não existem mentiras pequenas ou grandes, inofensivas ou nocivas: mentira é mentira em qualquer lugar do planeta e é algo totalmente contrário aos princípios ordenados por DEUS, até mesmo porque, ela pode tornar-se um vício. Isso ocorre quando a pessoa não consegue mais deixar de mentir, chegando ao ponto de usar uma nova mentira para tentar concertar a anterior, ou talvez, considerando a mentira uma atitude normal e inofensiva no seu dia-a-dia. Como acontece com todo viciado, tal pessoa é a última a reconhecer e admitir o seu erro, demorando a perceber que mentira sobre mentira cria uma armadilha tão perigosa, que pode lançar uma pessoa do alto para o chão, de uma hora para outra, sofrendo grande queda, ocasionando imensas dores.

"Disse o SENHOR a Moisés: Fala a toda a congregação dos filhos de Israel e dize-lhes: Santos sereis, porque Eu, o SENHOR, vosso DEUS, sou Santo.... Não furtareis, nem mentireis, nem usareis de falsidade cada um com o seu próximo." (Levítico 19:1, 2 e 11)

          Infelizmente estamos num mundo que incentiva o uso da mentira como argumento para obter sucesso, a custa do fracasso do outro. Pessoas mentem para conseguir promoções profissionais, por exemplo, e fazem isso porque não confiam e não descansam em DEUS. Elas mentem para ganhar dinheiro, para serem valorizadas e reconhecidas por homens.

          Precisamos ser francos e assumir que a mentira também pode estar dentro da igreja: cristãos mentem para serem alvos de elogios e atenções, para se promoverem, para serem considerados pessoas super espirituais, mentem em seus próprios testemunhos e experiências pessoais com Jesus, com o intuito de ver quem é o mais abençoado. Tudo isso é o mesmo que roubar a glória de DEUS, distorcer a maneira como Ele age dentro de uma congregação. DEUS não precisa das nossas fantasias e invenções para ser glorificado. A mentira trás consequências desastrosas na vida de quem quer que a pratique. A palavra de DEUS afirma que os mentirosos não viverão a eternidade ao lado dEle.

"Quanto, porém, aos covardes, aos incrédulos, aos abomináveis, aos assassinos, aos impuros, aos feiticeiros, aos idólatras e a todos os mentirosos, a parte que lhes cabe será no lago que arde com fogo e enxofre, a saber, a segunda morte." (Apocalipse 21:8)

          Portanto, ao nos apresentarmos diante de DEUS, sejamos um testemunho de verdade, e não de uma vida frágil, falsa e cheia de aparências enganosas.
 

Google+ Followers

Postagens populares